logoSign upLog in
Nutricionista Claudia Silvestre

Nutricionista Claudia Silvestre

To Médicos e profissionais da área da saúde20/07/2015

Segundo Prestes e colaboradores (2010), a prática da musculação é capaz de modificar a taxa de colesterol total, glicemia, aumentar a sensibilidade à insulina, reduzir a pressão arterial e os riscos de doenças cardiovasculares. O metabolismo basal é responsável por 70% do consumo diário de energia, dessa forma, a sua elevação é crucial para uma eficiente forma de se atingir o emagrecimento, por aumentar o gasto calórico diário. Dependendo da intensidade e volume de treinamento, o exercício físico mantém a taxa metabólica aumentado por algumas horas após o exercício, podendo chegar até 24 horas. Esse fenômeno é conhecido como Excesso de Oxigênio Consumido Pós-Exercício (EPOC), aumentando o gasto calórico diário e auxiliando para manter o balanço energético negativo favorecendo o emagrecimento. A musculação ocasiona incremento de força, acréscimo no volume muscular e até favorece a densidade óssea. Estudos apontam como eficaz na redução de massa gorda. A musculação torna-se mais eficaz que o treinamento aeróbico ou de flexibilidade porque trabalha com componentes diretamente ligados no gasto energético: intensidade, número de séries, velocidade na execução do exercício e intervalos presentes entre cada uma das séries. No entanto, evidências indicam que a combinação de exercícios aeróbicos e musculação é mais eficiente para se alcançar o emagrecimento. Para melhores resultados é necessário uma alimentação equilibrada e balanceada por diminuir a incidência de fadiga, aperfeiçoa o desempenho e proporcionam uma recuperação muscular mais rápida. O excesso de peso está intimamente relacionado com o sedentarismo. O desenvolvimento de novos hábitos de vida, com uma ênfase maior na prática de atividades físicas, é um passo fundamental para a manutenção de um peso saudável. Diante do exposto, siga essas dicas: Tenha ajuda de um educador físico para montar seu programa de exercícios semanais. A atividade física informal, como levar o cachorro para passear, cuidar do jardim também ajuda para melhorar a qualidade de vida. Quando for ao shopping, estacione o carro mais longe para caminhar mais. Ou saia do ônibus dois pontos antes do destino para fazer uma caminhada. Use as escadas ao invés do elevador. Procure não usar o carro quando puder ir ao destino caminhando. Torne o exercício físico uma prioridade. Com a vida muito ocupada, é fácil colocar exercícios físicos no final das suas prioridades. Porém, lembre-se que ficar ativo é uma das coisas mais importantes que pode fazer todos os dias para manter e melhorar sua saúde. Lembre da sua hora para exercícios físicos como um compromisso especial. Torne exercício físico fácil. Entre em uma academia de ginástica que seja perto de casa e que tenha um custo financeiro que você possa manter permanentemente, em um horário e dias que se encaixem em sua agenda. Se possível, tenha um parceiro para exercícios físicos. Isso pode tornar a atividade física mais divertida. E também uma companhia muitas vezes é um bom incentivo quando bate aquela preguiça de se exercitar. Se você é do tipo que não gosta de academias, então faça exercícios físicos que estejam de acordo com o que gosta. Se gostar do ar livre tente pedalar, caminhar ou correr. Será mais fácil você incorporar o exercício físico como um hábito em sua rotina diária fazendo o que gosta. Estabeleça objetivos de curtos e longos prazos para mantê-lo motivado. Por exemplo, se hoje você só consegue caminhar, estabeleça a meta de começar a correr. Depois de alcançar essa meta, prepare-se para participar de uma ½ maratona. E celebre cada sucesso alcançado. Depois de seguir essas orientações, desfrute dos benefícios da atividade física permanente: 1) Estimulam o sistema imunológico. 2) Fortalecem e melhoram a saúde do coração, pulmões e vasos sanguíneos. 3) Contribuem para queimar calorias. 4) Fortalecem os ossos e músculos. 5) Melhoram o fluxo sanguíneo e oxigenação do cérebro. 6) Aliviam o estresse. 7) Melhoram o humor. 8) Melhoram o sono. 9) Diminuem o risco de muitas doenças como câncer, diabetes, ataque cardíaco, AVC, obesidade, etc. Espero que a lembrança dessas razões possa motivá-lo a se exercitar mais a partir de hoje. Fontes: Montenegro, LP. Musculação: aspectos positivos para o emagrecimento. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, São Paulo. v.8. n.43. p.100-105. Jan/Fev. 2014. ISSN 1981-9900. Xavier, MS. Métodos de treinamento e a redução da gordura corporal: uma revisão bibliográfica. Trabalho de Conclusão do Curso de Bacharelado em Educação Física. Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), Brasília, 2014.

Nutricionista Claudia Silvestre
Relevant