logoSign upLog in
Jailton Da Silva

Jailton Da Silva

Bom dia, A todos! Tudo bem? A pesquisa na verdade é saber se os participantes do grupo já elaboraram ou estão elaborando PGRS. O assunto é recente com a implantação da política Nacional de Resíduos Sólidos, lei 12.305/2010. Por ser recente, o COB não descrimina o plano na descrição de atividades do engenheiro de segurança do trabalho. Quando nós nos apresentamos para aprovar um plano desses num órgão publico do município, o questionamento é sempre o mesmo: o engenheiro de segurança do trabalho só será aceito como profissional habilitado se o conselho apresentar declaração informando quais planos ou atividades ambientais está habilitado. É um absurdo isso, porque o CREA / Confea irá apresentar apenas a resolução 218 de 29/06/1982 art.12 e lá não tem PGRS, embora habilite o profissional para gerenciar poluição e saneamento. ( e é lógico não indicar PGRS porque a resolução é de 1982 e a Política Nacional que criou os plano é de 2010 ). A saída é solicitar CAT – Certidão de Acervo Técnico, se tiver sido elaborada ART para PGRS. Se não, ficamos sem respaldo do conselho e o órgão indefere qualquer PGRS feito pelo profissional engenheiro de segurança. Desta forma, minha intenção é tornar uma grande discussão no grupo para mais uma vez solicitar no Confea uma nova atualização junto ao COB. Afinal somos no grupo mais de 1.700 profissionais. E se na descrição sumária tem que podemos gerenciar SST e Meio Ambiente, porque estas atribuições não estão no título? Deveríamos ser equiparados a engenheiros de EHS ( conhecidos no exterior como Environment, Health and Safety Engineer ) Eis a questão. Se você puder trazer mais pessoas do grupo para esta discussão, poderemos criar massa crítica para solicitar as alterações necessárias no CBO 2419-15, para nos tornarmos mais competitivos no mercado atual. ( devemos nos impor ) Grande abraço,

Relevant