logoSign upLog in
Cristiano Silva

Cristiano Silva

To Analista de planejamento15/10/2015

Olá Sempre quis escrever algo publicamente que agregasse valor aos leitores e não apenas expressasse um pensamento ou sentimento de minha parte. Um dia pensando sobre os conceitos e valores que aprendi e adquiri ao longo de minha carreira decidi escrever um pouco sobre planejamento, quando ele é conceito ou valor. Nos dias de hoje com a velocidade das informações e alta interação estratégica de negócios a palavra que não sai da mente de nossos diretores é, “planejamento”, pois sabemos que um empreendimento nasce e vive apenas por meios das boas práticas que compõe o planejamento. A lucratividade de um negócio está além das relações comerciais ou tendências de mercado, o planejamento é o ponto de equilíbrio e fator de sucesso, isto é um conceito ou um valor? Como Saber? Você é profissional de planejamento de sua empresa, e imagine que deve preparar o planejamento da parada anual de manutenção da planta industrial, como esta parada possui varias complexidade, interfaces, aquisição de recursos e outros pontos de atenção que deve ser analisado e consolidado você inicia suas atividade oito meses antes da execução das atividades. Ao terminar a revisão “0” do seu cronograma baseado no escopo existente, todo material apresentado ao seu gerente, que por sua vez solicita que seja aberto oficialmente o planejamento convocando todas as partes interessadas e principais pessoas que irão receber responsabilidades de ações que deverão surgir no decorrer do tempo. Você faz a emissão da primeira convocação, convidando os representantes da segurança do trabalho, execução mecânica, elétrica/automação, engenharia, inspetoria, suprimentos, apoio etc. Observe que na reunião de abertura será possível notar a presença de todos os convocados inclusive do gerente para que haja o sentimento mutuo sobre a importância do acontecimento. No decorrer das quinzenas ou outro intervalo no calendário de reuniões você começa a perceber a ausência de muitos, ações sendo reprogramadas, notas de recusa em seu Outlook “e-mail”, alguns dirão que falta muito tempo ainda para a execução da parada, outros dirão que isso é para inglês ver, outros dirão que não tem tempo para tantas reuniões e que além de fazer o seu trabalho de rotina tem ir nestas reuniões, pois bem, esta peleja se estende por alguns meses é o sentimento de abandono enche sua alma que pela desmotivação começa a cancelar reuniões por outra prioridade da rotina e um detalhe, é possível notar o alivio de muitos com cancelamento de reuniões. Quando seu gerente percebi que algo está errado, solicita informações sobre status de ações, mapa de suprimento, cronograma revisado, curva do planejamento, engenharia e suprimentos atualizada, você se assusta porque até mesmo você quem tem o papel fundamental deixou tudo parar no tempo e isto faltando pouco para o inicio da execução, “Obs.: Diga a verdade” você comenta sobre as dificuldades e o mesmo exorta toda a equipe advertindo sobre os impactos do não cumprimento das praticas necessárias para uma boa execução no período em que sua planta estiver parada para a manutenção, com isso, as reuniões são retomadas com força total, mas, ações com datas vencidas cronograma desatualizado as curvas da preparação com grandes desvios do realizado para o planejado e com um detalhe pior, teremos um novo escopo com muitas atividades que surgirão e que deverão ser incluído devido à oportunidade de ter a planta parada, todo o seu planejamento terá um novo perfil ainda mais complexo que a ultima revisão do cronograma e você não sabe ainda se o dinheiro que tem orçado irá suprir todas as necessidades devido a não ter cotações em mãos. O suprimento irá trabalhar em ordem de prioridade nas demandas da parada e o tempo restante para o inicio de execução é curto, não terá tanto tempo para negociar as condições adequadas ao orçamento, incluirá fretes especiais, fornecedores de fabricação irão cobrar valores alterados devido horas extras de seus colaboradores nas fabricações, áreas de apoio terão que organizar estruturas que irão atender a demanda como vigilância patrimonial, alimentação, transporte, plantões de ambulatório, a segurança do trabalho deverá traçar os planos de atuação devido o aumento do potencial de riscos ser maior do que uma condição normal de operação, o tempo é curto, o que deveria ser pensado e analisado antes agora se tornou uma pedra no sapato de muita gente, principalmente o seu, porque tendo um cronograma totalmente modificado o caminho crítico agora se tornou desconhecido como um inimigo invisível, não terá mais tempo para realizar a elaboração dos planos de contingência, você ficará a mercê da sorte e torcendo que nada de errado, todos os materiais entregues, será que todos os serviços contratados e consolidados com os terceiros? A engenharia não melhorou escopo para fins de economia, todos os materiais IN LOCO? Temos as ferramentas necessárias? A ultima reunião o clima é de insegurança e tensão, nesse momento todos irão desejar ter desprendido esforços há oito meses no primeiro follow Up. É possível imaginar a execução desta parada, atividades no cronograma marcadas como sucessoras estão como antecessoras, materiais que ainda não foram entregues, ordens de compra sendo disparadas em ordem de urgência, inicio de atividades atrasadas por falta de liberação da segurança que desconhece a rota dos trabalhos especiais da parada, falta recursos estruturais como sistemas de exaustão para trabalhos de espaço confinado, a equipe de elétrica que deveria estar desligando equipamentos para retirada de componentes para substituição ou revisão dos spare parts agora precisa montar sistema de exaustão, o termino de atividades irão escorregar, você se lembra de que não atualizou o histograma porque foram contratadas algumas empresas na ultima semana e lembra que vai faltar alimentação. O clima é tenso a sensação de falta de controle e desorganização é grande, homens parados aguardando algo, é a visão que machuca o bolso da empresa, no decorrer da parada a linha de execução vai ficando mais distante da linha de base, o custo vai aumentando e quem será o corajoso que irá dizer a gerencia que a data final do marco contratual vai escorregar por mais alguns dias? Você. As suas anotações de lições aprendidas já é maior que a própria bíblia sagrada, cheia de capítulos e versículos onde a causa raiz é a falta de planejamento, o gerente irá subir a informação a diretoria e qual será a explicação? Falta de planejamento. Os diretores por sua vez não irão aceitar, porque em sua mente a palavra planejamento é a premissa de seus negócios. Então o que faltou? Em minha opinião não é que faltou planejamento é que ele existiu como conceito e não como um valor. Antes de obter um valor determina-se a estratégia, a missão, a visão e o valor é o resultado disso tudo. O planejamento é muito mais que um setor, é mais que saber Excel avançado, Project, SAP e outras ferramentas, planejamento é valor que deve ser infundido no sangue, na alma, no comportamento, as justificativas e transferências de culpados não mudará o efeito causado no exemplo acima apenas fará com que os mesmos erros se repitam no próximo ano. Planejamento não é balela e deve ser levado a sério por todos, pois as energias focadas no planejamento aliviará a execução e melhorará os resultados de produtividade e custos. Por: Cristiano Rodrigo da Silva Profissional de Planejamento

Cristiano Silva
Relevant