logoSign upLog in
Daniela Martins Barbosa

Daniela Martins Barbosa

To Comunicação Organizacional - Corporativa - Empresarial20/10/2015

Já ouviram falar em PNL?
PNL sigla de programação Neuro linguística, e esta estuda a estrutura da experiência subjetiva humana. Continua sem entender? Então vamos por partes!

Neuro: refere-se ao nosso sistema nervoso, aos caminhos mentais dos cinco sentidos: visão, audição, tato, paladar e olfato.
Linguística: refere-se à nossa capacidade de usar a linguagem. É ainda a forma como determinadas palavras e frases refletem nosso mundo e também a nossa linguagem não verbal de atitudes, gestos e hábitos que revelam nosso estilo de pensamento.
Programação: É a organização de nossos pensamentos, sentimentos e ações que é formada pela captação de estímulos.
Ou seja, a PNL estuda como a nossa linguagem pode afetar nosso sistema nervoso e a organização dos nossos pensamentos, sentimentos e ações. Comunicação pura não acha?

Foi o suficiente para que eu fizesse um curso de 06 meses, e tive a oportunidade de entender melhor como estava guiando minha comunicação e como percebo e devo respeitar a comunicação do outro. É incrível como não temos ideia dos efeitos que as palavras que proclamamos causam ao nosso cérebro.curso-de-pnl

Programação Neuro Linguística é utilizada por todos nós o tempo todo, prestar atenção nela e coordená-la é a estratégia. Profissionais de Marketing, Vendas e Publicitários utilizam de muitos gatilhos mentais; palavras, frases, sons e gestos que prendem nossa atenção de uma forma quase hipnótica.

Por quê? Nossa atenção e foco são direcionados por impulsos nervosos que estão prontos para serem controladas por nós ou pelos outros, através de simples comandos. No caso das mulheres e até dos homens a palavra PROMOÇÃO seja escrita ou falada já desperta a curiosidade e o interesse em acessar mais informações.

As palavras tem um significado muito importante para nosso cérebro e, quando as repetimos diariamente, estamos reafirmando pontos positivos ou negativos, despertando curiosidade, motivação ou insatisfação. Pare, pense e perceba a palavra NÃO.

Nosso cérebro desconhece o que é “não pensar”, “não fazer” – Nosso sistema é totalmente voltado para o positivo, para o “sim eu posso”. As palavras negativas acabam por limitar nossas ações e nossos projetos, PERCEBA!images

Negativo: Não quero ser igual à minha mãe… / Não quero fazer esse trabalho. / Não gosto daquela pessoa ou daquela situação!

Já parou para pensar que, quando afirmamos o “não” nas frases, estabelecemos uma barreira que impede nossa visão de enxergar algo possível?

Experimente trocar as frases acima retirando o “não”, e observe as possibilidades que se abrem à sua frente.

Positivo: Quero ser parecido com minha mãe em algumas coisas. / Vou dar o máximo para esse trabalho por mais desafiante que ele seja. / Aquela pessoa é difícil mas consigo conviver com ela.

Este foi um exemplo simples, conseguiu perceber a diferença? Faça o exercício de perceber como você tem utilizado a palavra não na sua fala e na sua escrita! Abra-se ao SIM!

Daniela Martins Barbosa
Relevant