logoSign upLog in
Maria Luiza Freitas de Oliveira

Maria Luiza Freitas de Oliveira

To Marketing e Comunicação01/06/2015

Já estou percebendo que essa é uma tendência do marketing moderno. Cada vez mais marcas estão "plantando" notícias falsas para depois relevar um produto, ou nesse caso um filme. Será que essa estratégia é sempre positiva?

'Charlie, Charlie': Novo jogo dos espíritos pode ser viral para promover filme de terror
'Charlie, Charlie': Novo jogo dos espíritos pode ser viral para promover filme de terror
www.brasilpost.com.br "Charlie, Charlie, você está aqui?" Nesta semana, diversos vídeos viralizaram nas redes sociais de pessoas fazendo o "jogo dos espíritos" da foto...
Relevant
  1. Maria Luiza Freitas de Oliveira
    08/06/2015 #6Maria Luiza Freitas de Oliveira
    #5 Que bacana, gostaria muito!! Te passo por mensagem privada! Obrigada.
    Reply
  2. Aline Gazola
    05/06/2015 #5Aline Gazola
    #4 Exatamente! A publicidade por si está atualmente ineficiente, justamente por essa saturação. Não disponibilizei ele online, mas posso te enviar via e-mail caso tenha interesse de ler.
    Reply
  3. Maria Luiza Freitas de Oliveira
    05/06/2015 #4Maria Luiza Freitas de Oliveira
    #3 Exato Aline, você tocou no tema que eu mais acredito hoje em dia: as pessoas estão cansadas sim de serem expostas à publicidade "a qualquer preço" e "sem medida", até mesmo essas que são veladas, e que hoje a forma mais eficiente é mesmo o boca a boca, as recomendações, o marketing em experiência. Seu TCC deve ser muito interessante, está na rede? Poderia encontrá-lo em algum site?
    Reply
  4. Aline Gazola
    04/06/2015 #3Aline Gazola
    Uma ótima maneira de gerar um grande Buzz, mas pode ser encarado como ponto negativo já que o consumidor pode sentir-se "enganado", acredito que mais do que nunca o cliente/consumidor tem em mente uma imagem negativa a respeito do marketing em geral e está mais seletivo no que quer acreditar quando falamos de propaganda. A propaganda em si, sozinha atualmente não consegue convencer sem o abraço das vida Online, por isso acredito na tendência do viral. Eu fiz meu TCC em base ao Buzz Markerting nas redes sociais, o velho boca-a-boca, pessoas acreditam em pessoas e ai que acontece o viral, mas é preciso um bom planejamento antes da peça ser lançada, ao fim das contas pode virar uma grande bola de neve que se tornará incontrolável e ao invés de atrair novos consumidores precisará correr para controlar uma crise.
    Reply
  5. Maria Luiza Freitas de Oliveira
    02/06/2015 #2Maria Luiza Freitas de Oliveira
    #1 Acho arriscado, teve aquele caso da propaganda com a Sabrina Sato que não pegou bem, mas não dá pra negar que "a coisa pega", se espalha... é viral!
    Reply
  6. Gustavo Plepis
    01/06/2015 #1Gustavo Plepis
    Percebi essa tendência tb
    Reply