logoSign upLog in
Eduardo Sabino

Eduardo Sabino

To Hotelaria, Gastronomia e Turismo09/06/2015

O dia em que Vampeta jogou fora o vinho presenteado pelo Papa a R9, o fenômeno.
Um dos personagens mais “figurões” do futebol brasileiro nos últimos anos, Vampeta já deu cambalhota na rampa do Palácio do Planalto, levou calote de clube e até mesmo jogou fora um vinho dado de presente pelo papa João Paulo II a Ronaldo, ele conta esta e outras histórias em seu livro Histórias do Velho Vamp (Sem Cortes), da editora Leya.

No ano 2000, o volante foi contratado pela Inter de Milão e foi morar no apartamento de Ronaldo, que na época era a principal estrela da equipe italiana. Vampeta recebeu a visita de um amigo brasileiro que tocava MPB e começaram a beber alguns dos vinhos que o atacante tinha no apartamento. Sem saber, o ex-jogador abriu uma garrafa dada de presente por João Paulo II a Ronaldo.

Pouco tempo depois, um dos funcionários de Ronaldo viu a garrafa, questionou quem era o responsável e Vampeta apenas disse que jogou fora o vinho porque não havia gostado do sabor.

“O Ronaldo me cobra até hoje. Eu não paguei quando jogava, imagina agora que eu não jogo mais”, brincou Vampeta durante participação no quadro Arquivo Confidencial, do Domingão do Faustão.

Bem-humorado, Ronaldo disse que o companheiro de seleção brasileira e Inter de Milão possuía um jeito “diferente” de degustar a bebida e por isso não gostou do vinho do Papa.

“O Vampeta é brincadeira. Abriu todas as garrafas de vinho que tinha lá. O pior é que ele bebia tudo em copo de plástico, colocava gelo no vinho e achava que era ruim”, disse o ex-atacante.
Mais em meu blog:
http://tudosobrevinhos1.blogspot.com.br

Eduardo Sabino
Relevant
  1. Betina Carvalho
    10/06/2015 #1Betina Carvalho
    rsrsrs Muito curiosa a história! Gostei de saber!
    Reply