logoSign upLog in
Sylwia Lopes

Sylwia Lopes

To Médicos e profissionais da área da saúde22/06/2015

A JSL Consultants procura enfermeiros (m/f) para um hospital especializado eu neuro-deficiência, em Londres.
O hospital está localizado numa pitoresca zona do sudoeste de Londres.
Ao lado de hospital tem paragem de metro, comboio e de vários autocarros com excelente ligação ao centro de Londres, Clapham Junction, Kingston, Richmond e a todos os aeroportos de Londres.
O hospital é especializado em neuro-deficiências e presta cuidados a pacientes com tetraplegia, doença de Huntington, lesão cerebral, síndrome do encarceramento ou distúrbios de consciência.

O hospital oferece as seguintes condições:
• Salário médio de £25.000 por ano;
• Contractos permanentes;
• Oferta disponível para enfermeiros com e sem experiência;
• Posições sénior disponíveis;
• A formação inicial e contínua;
• Alojamento permanente perto do hospital por menos de £500/mês;
• Trabalho em equipa internacional;
• Excelente localização, próximo ao centro de Londres numa bonita zona do sudoeste de Londres;
• Possibilidade de desenvolvimento e progressão na carreira.

Requisitos:
• Diploma em Enfermagem;
• Nível B1-B2 de Inglês;
• No processo de inscrição no NMC (Nursing & Midwifery Council);
• Experiência anterior com pacientes ventilados e/ou na unidade de lesão cerebral é uma vantagem, mas os enfermeiros recém-licenciados com interesse para esta área também serão considerados.

As pessoas interessadas devem enviar o seu currículo em Inglês, em formato WORD, com fotografia e título "Nurses – Neuro-disability hospital'

Sylwia Lopes
Relevant
  1. Eliane Camacho Silveira
    15/10/2015 #1Eliane Camacho Silveira
    Já está difícil de se entrar e concluir faculdade no Brasil. Quando se conclui, estágio ou empregos decente não se acha. Falar outro idiomas quando a maioria luta pela sobrevivência fica bem complicado investir em outra língua tendo que cuidar da família e saúde, etc. Sou graduada duas vezes, com vivência no exterior, fluente em Inglês e Alemão e mesmo assim desempregada. Sonhar é bom mas ter noção da realidade melhor ainda para não entrar em depressão. sou bem poucos os que falam um outro idioma B1, graduados e tem tempo além de disposição para mudar para o exterior legalmente para trabalhar. Boa sorte a esse pequeno grupo!
    Reply