logoSign upLog in
Segurança Privada Patrim & Prev de Perdas Riscos e Fraude - beBee

Segurança Privada Patrim & Prev de Perdas Riscos e Fraude

+ 100 buzzes
Segurança Privada e Patrimonial & Prevenção de Perdas Riscos e Fraudes. Objetivos: Trocar ideias e conhecimentos sobre questões relacionadas a área de Segurança Patrimonial, Corporativa, Prevenção de Perdas, Analise de Risco, Investigação e de inteligência em seus diversos seguimentos de atuação, com aplicações da legislação e do cotidiano e em, pequenas, médias e grandes corporações visando proporcionar maior segurança nas ações de seus gestores e agentes, tendo como busca constante a qualidade e melhoria dos serviços, menores custos operacionais, otimização de tempo e profissionais, além de indicar para o mercado de trabalho pessoas com uma grande capacitação profissional.
Buzzes
  1. ProducerbeBee em Português
    Como criar uma senha segura à prova de hackers
    Como criar uma senha segura à prova de hackersA segurança na web é um tema importante e a que poucos dão a atenção que merece. Talvez você pense que não possui nenhuma informação sigilosa na internet, mas imagine o estrago se alguém mal-intencionado acessar sua conta bancária ou seu perfil nas...
    Relevant
  2. Producerjorge silva santos
    OTRABALHADOR E O MERCADO INFORMAL
    OTRABALHADOR E O MERCADO INFORMAL0Trabalho informal é o trabalho sem carteira registrada, que não tem vínculos ou benefícios fornecidos por parte do empregador. O trabalhador informal não tem os mesmo direitos daqueles que são registrados, como seguros não possui renda fixa e...
    Relevant
  3. ProducerRenato Teodósio
    Você sabe o que é Engenharia Social?
    Você sabe o que é Engenharia Social?SPAM / HackersO que é engenharia social e que exemplos podem ser citados sobre este método de ataque?Imprimir dúvidaEngenharia social é termo utilizado para descrever um método de ataque, onde alguém faz uso da persuasão, muitas vezes abusando da...
    Relevant
  4. Henrique Arake

    Henrique Arake

    16/08/2016
    Henrique Arake
    Sala101#23 - Quatro tipos de dívida que pequenos empreendedores podem evitar - Carreirasolo.org
    www.carreirasolo.org Na vida do empreendedor, por mais organizado que ele seja, um dia elas aparecem. As dívidas têm o poder de nos tirar o sono e nos sentir fracassados, sem fôlego e com vontade de desistir. Mas, calma lá, o Henrique Arake – que tem colaborado com o...
    Relevant
  5. ProducerSoluções Industriais
    Sistemas de controle de acesso
    Sistemas de controle de acessoOs sistemas de controle de acesso são essenciais para uma melhor segurança no cotidiano de uma empresa. Estes sistemas podem ir desde catracas, até leitores biométricos e até...
    Relevant
  6. ProducerHenrique Arake

    Henrique Arake

    22/06/2016
    Quick tip on fighting fraud #1: mandatory vacations
    Quick tip on fighting fraud #1: mandatory vacationsDear readers,How are you doing?I'll start a series of posts about quick posts covering tips that can easily help on detecting and deterring frauds on small businesses. The first one is a strange one: give your employees  mandatory vacations! But why...
    Relevant
  7. ProducerKarina Monteiro

    Karina Monteiro

    10/06/2016
    Segurança Segura - Qualidade de Vida e Segurança do Trabalho no Setor de Segurança Patrimonial - PARTE 2
    Segurança Segura - Qualidade de Vida e Segurança do Trabalho no Setor de Segurança Patrimonial - PARTE 2*Karina R. Monteiro é Engenheira Agrônoma, Técnica em Segurança do Trabalho e pós-graduanda em Engenharia de Segurança do Trabalho, atualmente coordena o SESMT da EMBRASP – Empresa Brasileira de Segurança Patrimonial, com sede em Joinville/SC e...
    Relevant
  8. ProducerKarina Monteiro

    Karina Monteiro

    07/06/2016
    Segurança Segura - Qualidade de Vida e Segurança do Trabalho no Setor de Segurança Patrimonial - PARTE 1
    Segurança Segura - Qualidade de Vida e Segurança do Trabalho no Setor de Segurança Patrimonial - PARTE 1Sobre a autora:Karina R.Monteiro - Eng. Agrônoma, Técnica de Segurança do Trabalho e Pós Graduanda em Engenharia de Segurança do Trabalho, atua como coordenadora do SESMT da EMBRASP, empresa de Segurança Patrimonial nas regiões de Joinville e...
    Relevant

    Comments

    Karina Monteiro
    04/10/2016 #2 Karina Monteiro
    #1 Obrigada!!!
    Fonseca Tavares
    29/08/2016 #1 Fonseca Tavares
    Muito Bom seu artigo parabéns
  9. Fonseca Tavares

    Fonseca Tavares

    24/05/2016
    Olá Guerreiros do BEM Um Case para a nossa analise e discussão, qual é a opinião dos senhores, caso este evento tivesse sido executado por um segurança patrimonial ?
    Policial reage e manda dois bandidos pro colo do capeta durante assalto a posto de combustíveis
    Policial reage e manda dois bandidos pro colo do capeta durante assalto a posto de combustíveis No dia (23/05). Dois bandidos tentaram assaltar um posto de combustível, mas não contavam que lá estaria um PM armado, os vagabundos tentaram fugir mas o PM...
    Relevant
  10. ProducerPaulo Castro

    Paulo Castro

    15/04/2016
    Smartphones Cameras Proteção Segurança
    Smartphones Cameras Proteção SegurançaSão inúmeros problemas que poderiam ser abordados com o processamento das imagens capturadas por uma vídeo câmera de um Smartphone. Assaltos à agencias bancárias, proteção patrimonial contra furtos, acesso autorizado de pessoas, controle de transito...
    Relevant
  11. luiz fernando passos de oliveira luiz fernando
    luiz fernando passos de oliveira luiz fernando
    luiz fernando passos de oliveira luiz fernando
    luiz fernando passos de oliveira luiz fernando
    Relevant
  12. Francisco Ferrari
    20 de junho: Dia Nacional do Vigilante Francisco Ferrari
    Relevant

    Comments

    Francisco Ferrari
    18/05/2016 #4 Francisco Ferrari
    #2 Eu que agradeço sua valiosa opinião .
    Francisco Flávio dos Santos Ferreira
    17/12/2015 #3 Francisco Flávio dos Santos Ferreira
    Por isso o salário do Vig. Tem que ser valorizado, e não essa pouca vergonha que estar, onde desde de que foi formado essa equipe especial só veio regredindo o piso até oque estar!
    Fonseca Tavares
    08/12/2015 #2 Fonseca Tavares
    Caro Francisco Excelente as suas postagens, de grande interesse e validade.
    Jorge José
    20/06/2015 #1 Jorge José
    Essa é uma dura verdade! estou trabalhando a noite fazendo segurança entre outras funções, sem ser profissional.
  13. Alliison Andrei

    Alliison Andrei

    22/09/2015
    UM FORTE ABRAÇO A TODOS OS VIGILANTES DESSE NOSSO BRASIL. JESUS, ESTA COM GENTE. Alliison Andrei
    Relevant
  14. sidnei mendes

    sidnei mendes

    18/09/2015
    sidnei mendes
    Relevant
  15. Davys Pinotti

    Davys Pinotti

    18/09/2015
    A Vip´s tem como proposito de ser a melhor nos serviços aos nossos clientes, garantindo sua paz de espirito e enriquecimento de sua qualidade de vida através de nossa parceria na gestão de riscos que nossos clientes enfrentam. Nossa missão é oferecer a todos os clientes segurança , com um grau de confiança superior aos produtos oferecidos por empresas semelhantes. Davys Pinotti Consultor Comercial e Projetos. (47)9947-0101 (47)7814-4891 Davys Pinotti
    Relevant
  16. Francisco Ferrari
    Quando a esmola é demais o santo desconfia? Nem sempre. É cada dia mais difícil achar alguém que não tenha caído pelo menos alguma vez em um conto-do-vigário. Existem dezenas de golpes sendo aplicados na praça e o número de vítimas aumenta a cada ano. Os lesados poderiam ser em maior número se as pessoas não tivessem vergonha de registrar o caso em uma delegacia. Não passa um dia sem que as delegacias registrem pelo menos um novo golpe. Muitas vezes, os contos antigos retornam com nova roupagem, como os que estão sendo praticados com a ajuda da tecnologia. Antigamente, bastava uma boa lábia para ludibriar alguém, agora, os bandidos usam celular, computador, internet, fax, anúncios classificados”. Na maioria das vezes, o que faz um crime desses dar certo é o fato de muita gente querer se dar bem com um negócio da China. Ou é por ganância ou por ingenuidade. Alguns são fraudes cometidas para perpetrar um crime em seguida. Um dos golpes mais antigos, aplicado sobretudo em comerciantes, é o do dinheiro falso. No mais recente, divulgado semana passada, estelionatários usam o nome do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para tirar dinheiro de parentes de aposentados recém-falecidos. Esse é um dos 50 golpes aqui apresentados. 1 – Seguro do falecido – O golpe foi denunciado na semana passada. Após a morte de um aposentado, os malandros procuram algum parente para dizer que a pessoa tem direito a receber um determinado valor do INSS, como se fosse um seguro de vida. Prometem liberar o dinheiro mediante comissão. Depois, depositam um cheque roubado na conta da vítima e pedem a ela para consultar o saldo. Nesse momento, o depósito aparece como “valor bloqueado”. Então exigem o pagamento da comissão para desbloqueá-lo. Recebem o dinheiro e somem. 2 – Empréstimo – O golpista anuncia nos classificados de jornais empréstimos de R$ 10 mil a R$ 200 mil, a juros baixos e com parcelamento a longo prazo. Sem fiador. O interessado liga para o telefone anunciado, geralmente um celular pré-pago, sem registro, ou mesmo roubado. Para ter liberado o dinheiro, o cliente precisa apenas depositar uma quantia em uma conta corrente, sob o pretexto de pagar as despesas bancárias. Dançou. Uma vez feito o depósito, o vigarista some e dificilmente a polícia consegue localizá-lo porque a conta bancária, claro, também é aberta com documentos falsos ou roubados. 3 – Falso mago – O malandro se faz passar por mago e anuncia seus serviços em revistas e jornais. Quando o cliente liga, ele pede o depósito de uma quantia para poder marcar a consulta, que nunca é realizada. Nessa operação, o salafrário coleta várias informações do cliente e mente ao dizer que colabora com uma entidade de crianças carentes. O segundo passo do golpe é pior. O cliente lesado recebe, um tempo depois, uma carta avisando que ele teria sido sorteado e ganhado R$ 10 mil. Só que, para receber a grana, precisa depositar 1% do valor do prêmio. 4 – Corrida paga com cheque – Cuidado ao emitir cheques em táxi. Você costuma pagar corridas de taxi com cheque? Não há problema nisso, mas evite usar a caneta que o motorista lhe oferecer. Pode ser um golpe. É aplicado por motoristas de táxi desonestos. O passageiro tenta pagar o que deve com dinheiro, o taxista diz que não tem troco e sugere que a corrida seja paga com cheque. Gentil, ele oferece uma caneta para a pessoa preencher a folha. Na pressa de sair, o passageiro não percebe que se trata de uma daquelas canetas cuja tinta porosa sai com uma solução química. E, quando o cheque cai na conta, o susto: o valor foi alterado e a corrida de R$ 10 virou R$ 100, de R$ 50 virou R$ 500, por exemplo. 5 – O golpe do seguro – Todo automóvel tem um seguro obrigatório por danos pessoais (DPVAT), para indenizar a família das vítimas de acidentes. O golpe consiste em falsificar o boletim de ocorrência, o laudo médico, o atestado de óbito e os documentos de carros envolvidos num acidente, para receber o seguro. 6 – Carro novo – Um anúncio promete um carro novo com preço abaixo da tabela. As condições de pagamento são irresistíveis e o golpe é feito por intermédio de um telefone celular (sempre ele). O estelionatário se passa por empregado de uma montadora e dá um telefone falso da empresa, no qual atende uma secretária eletrônica como se fosse um escritório. O interessado recebe um documento (falso) por fax com o logotipo da empresa e as especificações do veículo e cobra um depósito urgente para garantir o negócio da China. Depois que o dinheiro entra na conta, o malandro desaparece. 7 – Aplicação financeira – Acontece, em geral, às sextas-feiras. Uma moça simpática telefona avisando que você foi premiado em um sorteio de uma aplicação bancária. Ela diz que pode transferir o dinheiro do prêmio para a sua conta. Basta confirmar alguns dados. Sem perceber, no meio de um longo questionário, você passa também a senha bancária, que os bandidos usam para sacar dinheiro da sua conta. 8 – Dinheiro falso – Notas de 10, 50 e 100 reais são as mais falsificadas no Brasil. Preste atenção no tipo de papel e se há borrões de impressão. Ter marca d`água é garantia de valor. 9 – Falso site – Estelionatários cibernéticos criam um site parecido com o dos bancos. Sem perceber a farsa, você digita seus dados e a senha. E depois eles fazem a festa. 10 – O Truque do falso médico – O estelionatário Paulo Roberto de Sousa Botelho foi preso no início de setembro, acusado de roubar dezenas de câmeras de filmagens. Ele se passava por médico, ligava para as empresas especializadas, contratava o serviço com a desculpa que faria uma cirurgia ou parto inédito e que, por isso, gostaria de registrar o fato. Botelho marcava o encontro em estacionamentos de hospitais. Quando a equipe de filmagem chegava ele combinava o serviço para o dia seguinte e o preço e dizia que precisava encaminhar os equipamentos na mesma hora para a sala de esterilização. Deixava uma maleta próxima a um carro que dizia ser seu e pedia para que os funcionários da filmadora tomassem conta até que voltasse. Só que desaparecia com os equipamentos. 11 – Seus números em troca de um cartão – A vítima recebe uma ligação de um falso funcionário do banco dizendo que precisa atualizar dados para abrir uma conta especial ou fornecer novo cartão de crédito. Depois, vai até a agência e tenta chegar à senha, começando pela data do nascimento do cliente ou pelos números de telefones ou documentos fornecidos. 12 – Cartão clonado por chupa-cabra – Outro perigo é ter o cartão de crédito ou de débito automático clonado naquelas maquininhas falsas de leitura magnética, as populares chupa-cabras que, com a ajuda de um chip grava os dados de cartões do cartão. Para a duplicação é um passo. 13 – Clonagem de telefone celular – Os larápios captam, com uso de equipamentos sofisticados, o número de série eletrônico de um telefone em uso e copiam os dados para outro aparelho. Dessa forma, passam a existir dois telefones com a mesma identificação. A empresa operadora do serviço consegue perceber o problema quando começam a aparecer duas ligações simultâneas do mesmo assinante. E o valor da conta, claro, vai para o espaço. 14 – Telefone sem conta – O golpista, nesse caso, conta com a ajuda de um cúmplice funcionário de uma companhia telefônica. São habilitados vários aparelhos sem que a conta apareça no sistema de faturamento. O usuário utiliza a linha, mas não paga a conta. Nem chega a recebê-la. Com documentos falsos ou de pessoas mortas, os golpistas adquirem os telefones e os revendem a pessoas que jamais pagam a conta. E os lesados, nesse caso, são as operadoras. 15 – Lucro falso de cotas e ações – Um homem sério e educado telefona para sua residência avisando que você ganhou um dinheiro graças à venda de ações ou de cotas de um clube de lazer – a polícia acredita que eles conseguem o nome com ajuda de funcionários. Para receber a grana, você só precisa efetuar um depósito para pagar as custas do processo. Pronto, dançou. Quando ligar para solicitar informações, todo o esquema foi desmontado. 16 – Aposentados – Pessoas que se dizem funcionários de associação de servidores aposentados abordam velhinhos na saída de bancos, agremiação de categorias e até mesmo na casa do pensionista. A história convence quando o malandro revela que o aposentado tem direito a receber reajustes atrasados. Para agilizar o processo, basta que ele faça um depósito de 10% do valor. Por exemplo: promete-se R$ 30 mil e exige-se o depósito de R$ 3 mil. O dinheiro novamente evapora. 17 – Extravio de cartão de crédito – A pessoa rouba do carteiro ou da caixa de correspondência da residência as cartas de banco com o cartão de crédito. Eles são clonados e depois enviados ao proprietário, que nem desconfia até receber o primeiro extrato. O golpista ainda telefona para a vítima passando-se por funcionário do banco pedindo que ela confirme o número da senha. 18 – Salário tentador – Os folhetos são distribuídos na rua. As chamadas são atendidas por uma secretária eletrônica ou por alguém que se diz de uma central de recados. Oferecem trabalho para ser feito em casa por salários na faixa de R$ 3 mil. Pedem que a pessoa mande um cheque para custear despesas postais e pagamento de matéria-prima e apostilas que irão ensinar o serviço. Após fazer o depósito, a vítima não consegue mais contato com os falsários porque o telefone de contato era falso. 19 – Emprego – O estelionatário descobre o endereço ou o telefone de uma pessoa desempregada e entra em contato dizendo que ela foi indicada para uma vaga. O salário é bom, R$ 2 mil. O golpista dá o endereço da falsa empresa e diz para o candidato depositar R$ 500 para a compra dos uniformes, de verão e de inverno, que serão entregues à vítima no dia em que ela supostamente começar no emprego. O fim é sempre o mesmo, você já sabe. 20 – Carro novo baratinho – O empresário paulista Ronald Kuntz, dono da Brasmarket, empresa de pesquisa de mercado, por pouco, muito pouco, não caiu em um desses golpes muito bem montados com a ajuda da tecnologia. Kuntz procurava uma perua Blazer e a encontrou em um anúncio de classificados de jornal por um preço bastante atrativo. “Bem abaixo da tabela na época”, conta. Ele ligou para o número de celular anunciado e, depois de alguma conversa, os salafrários o passaram um telefone fixo para que Kuntz mandasse um fax com cópias da maioria de seus documentos pessoais. O empresário teria também de depositar um sinal para fechar o negócio em uma conta corrente. Se o carro custava R$ 40 mil, por exemplo, ele teria de depositar R$ 4 mil. Kuntz disse que ia pensar e ficou de ligar no dia seguinte. Foi a sua sorte. Com o desconfiômetro ligado, ele pediu para ver o veículo antes de depositar o valor. Insistiu, insistiu e começou a perceber que os golpistas começaram a enrolar. Enrolaram tanto que desapareceram da face da terra. Depois, todas as vezes que ele tentou ligar para o telefone do anúncio, uma voz eletrônica dizia que aquele número não existia. Era mais um golpe e, graças a intuição e bom senso, o empresário escapou. 21- Bônus – O estelionatário entra em contato com quem já foi cliente de uma companhia seguradora, dizendo que a pessoa tem direito a receber um bônus. A polícia acredita que quem passa essas informações são funcionários ou ex-funcionários. Em troca, ele pede 5% do valor total. Nesse caso, o depósito bancário é efetuado e o beneficiário fica feliz da vida, entregando o dinheiro. O problema é que o depósito da vítima foi realizado por meio de um cheque roubado, que acaba sendo estornado. 22 – Proteção policial – O malandro liga se dizendo delegado e oferece segurança extra para o cliente, em geral proprietário de um comércio, se ele fizer um anúncio na revista da corporação. Interessado no serviço, o incauto paga para o falso delegado. Já aqueles que dizem não, obrigado, passam a receber ameaças por telefone. 23 – A vizinha que avaliava jóias – O golpe mais recente foi aplicado por uma ex-moradora do Edifício Chopin, um dos endereços cariocas mais badalados do Rio. A comerciante Vívian Gomes Borges, 29 anos, foi presa em 3 de setembro acusada de sumir com jóias de vários moradores. Aproveitando-se do fato de que os interessados, pessoas da sociedade carioca, precisavam de dinheiro mas não queriam se expor publicamente para vendê-las, ela pegava as peças a pretexto de avaliá-las e sumia. Ao ser pressionada, Vívian alegava que tinha sido assaltada e não tinha como arcar com o prejuízo. Uma das moradoras teve 14 jóias, entre anéis, relógios, pulseiras e cordões de ouro com brilhantes, roubadas. 24 – Arara – O golpista abre uma firma fantasma em endereço alugado e começa a comprar produtos de uma empresa qualquer. Os primeiros pagamentos são feitos corretamente e os pedidos aumentam. O último pedido é fenomenal. Animado com o novo comprador, o empresário manda entregar a grande compra na “empresa” do oportunista e facilita o pagamento. Só que o depósito, dessa vez, é feito com cheques roubados. 25 – Prestador de serviço – Na maior parte das vezes, os bandidos se disfarçam de carteiros, leitores de luz e funcionários de telefônicas para entrar em casas, condomínios e prédios. Para evitar golpes como esse, a empresa responsável pelo sistema telefônico da cidade de São Paulo, por exemplo, por ordem da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), avisa que os funcionários não são autorizados a fazer reparos no interior das casas dos assinantes do serviço. 26 – Boa noite, Cinderela – Para roubar, o criminoso mistura remédio para dormir na bebida da vítima, geralmente em bares. Foi lançado nos anos 90 e era praticado, em geral, contra homossexuais. Agora, as mulheres também são vítimas. Quando a pessoa está desacordada, ele saqueia a casa ou a carteira e a vítima só vai perceber no dia seguinte que foi roubada. 27 – Cartão “engolido” – O golpista introduz uma armadilha na máquina de atendimento para impedir a saída do cartão do banco. Depois de observar a senha da vítima e de esperar a saída dela da agência, recupera o cartão, saca o dinheiro e foge. Por isso, sempre que a máquina engolir o cartão, cancele-o na hora. 28 – Falso mecânico – O golpista inventa um defeito no automóvel da vítima que está trafegando nas ruas ou pede para o motorista parar por causa de uma “estranha fumaça”. Há casos, por exemplo, de pessoas que colocaram sacos de estopa no escapamento do carro. Na seqüência, surge um falso mecânico, que se oferece para resolver o problema que não existia. O escolhido, claro, morre com uma grana. 29 – Celular – É bem manjado, mas continua acontecendo. A pessoa entra no caixa 24 horas e, ao tentar tirar dinheiro, o cartão fica preso na máquina. O golpista, que já estava ao lado, entra falando no celular, fingindo estar com o mesmo problema. Na linha, um falso atendente e comparsa do malandro registra a senha da vítima e o dinheiro, adivinhe? Desaparece. 30 – Boa aparência – O ladrão rouba um carro de boa marca, de preferência importado, veste-se bem, com terno e gravata e buzina na portaria de um prédio chique e, com pose de bacana, entra tranqüilamente na garagem, já que o porteiro não desconfia do “patrão”. Aperta a campainha e faz a festa. 31 – Corretor de imóveis – Outra versão para assaltar casas e apartamentos. O vigarista se faz passar por corretor e, ao lado de um cúmplice travestido de cliente, consegue autorização do porteiro para entrar no prédio e visitar o imóvel. Ele tem as informações sobre o imóvel, pois ligou antes para a imobiliária. E aproveitam para bater no vizinho… 32 – Entregador de pizza – É um dos mais freqüentes e têm variações como entregador de flores e carteiro. O falso entregador consegue chegar até a guarita do prédio, rende o porteiro e libera a entrada para os comparsas. 33 – Importado a preço de banana – O malandro aborda a vítima na rua e diz que precisa vender um aparelho de som importado para pagar a maternidade da mulher, que está prestes a dar à luz. A oferta é tentadora e o apelo emocional irrecusável. Dizendo-se apressado, afinal a mulher vai parir, o espertinho força que o negócio seja feito na hora. Quando o incauto abre a caixa do aparelho, novinha e bem fechada, encontra um saco de areia. 34 – Cota premiada de consórcio – Por intermédio de anúncios em jornais e revistas, o estelionatário se diz interessado em vender cotas sorteadas de consório com preços abaixo do mercado. A vítima deposita uma taxa em uma conta corrente ou um adiamento. E nunca mais vê o dinheiro. 35 – Teclado bloqueado – É aplicado nos caixas eletrônicos em que não é necessário introduzir o cartão. Eles bloqueiam o teclado com uma fita adesiva para que o correntista não possa fazer nenhuma operação após passar o cartão no leitor óptico. Aparece, então, o golpista oferecendo ajuda e pede que a senha seja digitada. Como não acontece nada, a vítima vai embora. Então, o malandro desbloqueia o teclado e saca o dinheiro. 36 – Troca de cartão – O espertalhão fica próximo ao caixa eletrônico para escolher as vítimas que se atrapalham ao usar a máquina. Ele se oferece para ajudar, pede que a pessoa digite a senha e memoriza os números. Quando devolve o cartão, troca-o. 37 – Falsas ações – Os trambiqueiros se fazem passar por empresários, andam de carros importados e se hospedam em hotéis de luxo para impressionar as vítimas e fazer contatos profissionais. Levantam o nome de pessoas que possuíam ações de empresas de diversos ramos, ativas ou não. Depois entram em contato com elas dizendo que um representante da firma deles irá procurá-la para conversar, já que uma empresa internacional quer comprar as ações. Depois do primeiro encontro, o golpista diz que o negócio só pode ser fechado se a vítima comprar mais um lote de ações para vender um pacote fechado aos gringos. Os novos papéis são falsos e a vítima, claro, só poderá reclamar ao bispo. 38 – Violino – O golpista penhora o instrumento (pode ser outro objeto) em uma agência por R$ 200 e implora que não seja vendido, porque, na semana seguinte, voltará para resgatá-lo. Passados um ou dois dias, um parceiro do estelionatário, com pose de bacana, vai até o penhor e pergunta o que o vendedor tem ali de mais nobre. O segundo vigarista aponta o violino e diz que paga o preço que for. O vendedor pede para ele voltar na semana seguinte. Acreditando que pode fazer um belo negócio, compra a peça penhorada por um valor acima do que ela vale e, claro, mica com o violino. 39 – Compra de kit – Uma empresa, que se diz estrangeira, coloca anúncios em jornais prometendo aos incautos que a partir de um investimento de R$ 100 na compra de um kit para “cuidar” de uma colônia de lactobacilos, seria possível faturar R$ 3 mil. Segundo essa empresa, os lactobacilos seriam usados na produção de cosméticos em outro país e o Brasil teria sido escolhido por ter mão-de-obra barata. As primeiras pessoas receberam o dinheiro para fazer propaganda boca a boca do negócio da China, mas as outras milhares… 40 – Cheque resgatado – O golpista fica de olho em mulheres que entram em cabeleireiros e lojas. O bandido espera a pessoa sair e entra no estabelecimento, se apresenta como motorista da vítima, e diz que a patroa se enganou ao fazer cheque, dando um outro (roubado) em troca. O dono do salão ou da loja entrega o cheque bom e fica com o falso. Outra versão do golpe é o picareta trocar o cheque por dinheiro e alterar o valor de R$ 50 para R$ 500. 41 – Aliança – O vigarista derruba uma aliança no chão e fica por perto. Uma pessoa a encontra e o golpista chega perto para dizer que achou a outra e oferece por uma pechincha. Sem desconfiar, a pessoa compra bijuteria por preço de ouro. 42 – Bilhete premiado – O estelionatário finge ser uma pessoa humilde e ingênua, com um bilhete premiado nas mãos, falso, é claro. Com lábia, o falso matuto vende o bilhete fajuto para o otário da hora. 43 – Telefone – Alguém liga para a casa da pessoa se dizendo funcionário do banco em que ela tem conta. Não se sabe como ela descobre a data do aniversário e a agência da vítima. Com uma boa conversa, o golpista convence o correntista a digitar, no aparelho de telefone, a senha do cartão magnético. Já viu, não é? Adeus dinheirinho da conta corrente. 44 – Consórcio premiado – Anuncia-se a venda de consórcios sorteados. De carro, casa, equipamentos eletrônicos etc. O vigarista anuncia dois telefones: um fixo que funciona como fax e um celular pré-pago ou roubado. Pelo fax, ele passa o xerox de seus documentos pessoais e deposita uma taxa em uma conta aberta (com nome falso) para garantir o negócio. Feito isso, os telefones não mais atendem e o veículo jamais é entregue. 45 – Falso vendedor de passagens – O malandro entra em ação vendendo passagens com desconto. O bilhete, claro, é falso. Mas o golpe é bem planejado e muitos usam o uniforme das empresas de transporte. 46 – Pechincha – O estelionatário aborda a vítima e oferece um equipamento eletrônico pela metade do preço. Finge que vai buscar o equipamento, que estaria guardado no carro, pega o dinheiro e some. Ou entrega um pacote com tijolo dentro. 47 – Sujeira – Um malandro esbarra ou deixa cair alguma substância na roupa da vítima. Um segundo se oferece para ajudar na limpeza e, como a vítima se distrai, o primeiro aproveita para bater a sua carteira. 48 – Rodoviária – As vítimas são pessoas ingênuas que voltam para a cidade natal com dinheiro vivo. O golpista senta do lado da pessoa no ônibus e puxa conversa. Em pouco tempo, descobre de onde é a pessoa e diz que também é de lá. Ele conta que está carregando cheques, que precisa pagar uma encomenda no caminho e pede para o “conterrâneo” fazer um empréstimo, garantindo que ao chegarem devolverá a quantia. Na parada seguinte, desce do ônibus e some. 49 – Falso padre – Perto de igrejas o larápio se veste de padre, e, quando os fiéis estão a caminho de casa, os aborda e se oferece, com uma lábia convincente, a benzer a casa da vítima por uma módica quantia. 50 – O Golpe da solidariedade – Nílson Pereira José Venâncio, empresário paulista, caiu duas vezes no mesmo golpe. “Eu estava parado em um semáforo quando um homem com as mãos sujas de graxa bateu no vidro. Garoava e notei que ele havia deixado carro com o capô aberto em cima da calçada. Ao lado do carro, tinha um mulher carregando um bebê. Ele me disse que estava sem dinheiro e sem cartão e me pediu R$ 30 para tirar a mulher daquela situação. Depois pediu meu telefone e a minha conta para depositar o dinheiro no dia seguinte. A outra vez aconteceu no aeroporto. Esperava o motorista da empresa quando um cara se aproximou e disse que tinha acabado de chegar, mostrou uma passagem, que tinha de ir para casa. Exibiu o cartão do banco com uma ponta quebrada, disse que precisava de R$ 20 e que no dia seguinte faria um cheque avulso no banco e devolveria o dinheiro. Francisco Ferrari
    Relevant

    Comments

    Dinah Sibelle Damico Godoy
    16/09/2015 #1 Dinah Sibelle Damico Godoy
    Palavras sábias e verdadeiras, pois é a realidade do mundo em que vivemos.
  17. Francisco Ferrari
    Segurança Pessoal – Francisco Ferrari A estrutura da sociedade dependa da íntima relação entre o povo e seus representantes legais. Mas os dissidentes, pessoas desgostosas e extremistas de direita ou esquerda, tende a isolar as personalidades do povo. Existem movimentos ou tentativas para envergonhar, seqüestrar ou até mesmo assassinar esses representantes que valentemente continuam a encontrar seu público. Eles fazem isso apesar das ameaças ou agressões a que estão sujeitos, chegando a arriscar a própria vida. Lideres devem poder se comunicar livremente e seguramente com as pessoas. A conduta do agente de segurança visa prevenir ou reduzir a violência através de princípios fundamentais de Segurança Pessoal. Os líderes (P.S.O.) devem proteger dignitários ou indivíduos de alto risco, sabendo avaliar a proteção efetiva, profissional ou pessoal, que o principal necessita. O líder avalia a vulnerabilidade do principal, analisando os riscos, traçando medidas preventivas proporcionais a ameaça. Os recursos disponíveis avaliaram: O Grau, A posição, Local, Condições Especiais e Pessoas envolvidas no perigo iminente (ameaça) ou efetivo (atentado). O líder deve organizar, pensar no treinamento, equipar e manter a equipe trabalhando em harmonia. Ações Anti-Terrorismo A maioria das instalações só requer de uma equipe anti-terrorista quando há uma visita de um V.I.P. Mas todas as instalações devem Ter pessoal treinado para serviços de proteção pessoal, além de identificar seus pontos críticos e estratégicos, bem como suas necessidades. A equipe de segurança devem estar seguros, bem apresentáveis, inteligentes e articulados. Os agentes tem que Ter qualificação no manuseio de armas de fogo. Um conhecimento de táticas de autodefesa desarmadas é desejável. A equipe tem que estar consciente das adversidades da função, os agentes devem estar dispostos a sacrificar a própria segurança para proteger um Principal. Detalhes pessoais e informação da personalidade do Principal, exigências de protocolo, itinerários devem ser completamente familiares para o Líder da Escolta, para poder agir depressa e adequadamente em uma situação de emergência. Os agentes devem ter sido tão bem treinados que em uma situação real, apesar da excitação e emoção envolvida, agirão instintivamente. Cada membro da equipe deve estar atento a suas responsabilidades e reações, esperando o mesmo do resto da equipe. Atualmente a maior parte das equipes de segurança treinam pouco o seu pessoal, é difícil liberar os agentes todos ao mesmo tempo. Esse falha dificulta a coordenação do trabalho de equipe. Emprego de Armas De suma importância é o emprego de armas que é feito com as seguintes considerações em mente: * Disponibilidade de armas. * Análise de ameaça. * Local da missão. * Desejos da cadeia de comando. O emprego de armas deve ser consistente com a política interna da empresa e com as leis de cada país onde o Principal esteja. Pessoal da Segurança armado com armas automáticas tem que ter previamente qualificação com essas armas. A legislação brasileira pertinente ao porte de armas estabelece que o calibre máximo permitido para uso fora das forças armadas é de pistolas 380 ou cal. 38 para revolveres. Os agentes devem ter além do registro da arma o porte também. O fogo cruzado pode causar baixas em espectadores inocentes. O Líder da Escolta deve manter uma postura defensiva e evacuar o Principal da “Zona de Perigo”. Há situações extremas onde o imediato uso de armas de fogo é a melhor resposta. Quando o carro do principal é alvejado em uma emboscada, os agentes no carro de apoio devem fazer o fogo de retorno. Embora não exista uma regra definitiva, as ações defensivas levadas pela equipe de segurança devem configurar legitima defesa de acordo com a lei. As circunstâncias podem indicar que o ato foi ilegal dependendo do grau de ameaça ao Principal. Use só a força necessária utilizando uma ação restrita. O incidente ao ser notificado para as autoridades devem mostrar o estado de necessidade ante uma emergência. Princípios de Segurança Pessoal A meta do Líder é proteger o Principal de todos os perigos, isto inclui, perigos causados por desígnio pessoal, acidente, ou negligência. A proteção absoluta é impossível, assim o objetivo do Líder é minimizar as probabilidades de um ataque e suas chances de sucesso. O “fator de impedimento” oferecido pela presença de uma equipe de profissionais de segurança é inestimável. Se a Equipe de Segurança está alerta e firme em suas responsabilidades, controle da situação será evidente. Por vezes a exibição de equipamento de proteção é preciso em algumas circunstâncias, como em uma zona de combate ou uma zona de fogo hostil, para sustentar “fator impedimento”. Todo elemento de proteção deve ser completamente planejado com antecedência. Todos os atos e movimentos do Principal e da Equipe de Proteção devem ser examinados para assegurar segurança máxima. Todo o pessoal deve ser orientado para os procedimentos de emergência para que possam reagir imediatamente e corretamente. Medidas preventivas podem economizar a vida do Agente e do Principal. Planejar é crítico para o sucesso. A possibilidade de mudanças inesperadas requerem flexibilidade dentro do planejamento das missões. Alternativas e planos de contingência devem estar preparados. Cobrindo circunstâncias como mudanças de horário, possíveis ameaças, mudanças de itinerários e outras ações que podem afetar a segurança do Principal. Coordenação com o anfitrião como também de outras pessoas envolvidas durante uma visita é essencial. Em todos os casos, antecipação é a chave do sucesso. Antecipação é a coordenação de todos os arranjos de seguranças antes da chegado do Principal a cada local a ser visitado. Para algumas missões o trabalho é extenso e complexo, enquanto em outras pode ser mais simples. A extensão do trabalho depende da ameaça, disponibilidade de recursos, força da Equipe e desejos do Principal. Até onde possível, a Equipe de Segurança deve adaptar-se a conveniência do Principal. Todo esforço dever ser feito para não envergonhar ou interferir com suas atividades, respeitando sua privacidade. Medidas de proteção também dependem do tipo de exposição pública desejada pelo Principal, os meios de transporte usados, os locais visitados e as ideologias da população com o qual o Principal terá contato. A análise de ameaças inerentes obtidas durante a coleta de informação feitas de antemão, assim como o apoio da polícia loca é importante. Certos detalhes do itinerário e dos procedimentos de segurança devem ser controlados de perto. O Pessoal de Segurança não discute ou libera informações para pessoas não autorizadas. É tomado cuidado particular para representantes da imprensa. Liberar informações podem afetar adversamente a integridade da missão. As roupas do pessoal da Equipe de Segurança devem ser sóbrias de acordo com a usada pelo Principal. Ternos conservadores são apropriados quando escoltando. Estilos não convencionais ou cores chamativas deveriam ser evitadas durante as escoltas. Roupas esportivas podem ser usadas para ocasiões informais. Uso formal, como um fraque, pode ser requerido para o Líder e alguns membros da equipe. Fundamentos da Segurança Pessoal O conceito de Segurança Pessoal é espacial: Acima, Abaixo e em todos os lados. Baseado no princípio de “defesa a fundo” do Principal. Controle, coordenação e flexibilidade de movimento dentro destes círculos de controle é essencial. A defesa procura utilizar-se de um sistema de identificação. O sistema pode usar reconhecimento pessoal, sinais ou aparelhos de comunicação, para alertar ou efetivar um reação apropriada ante um atentado. Os Círculos são projetados para prevenir um ataque: * O círculo interno é mantido pelo Líder e membros da Equipe, minimizando os riscos. Sua área de atuação é de aproximadamente 3 metros de raio em relação ao Principal. * O círculo médio é a área de visualização próxima do Principal. Se estende dos 3 metros do círculo interno até o raio de 20 metros. Essa área de visão deve ser utilizada para prover o posicionamento da Equipe de Segurança de acordo com a aproximação da área de maior risco. * O círculo Externo é a área de visualização além do raio limite de 20 metros do Círculo Médio, até o limite de 200 metros a frente. É importante antecipar os riscos, procurando minimizá-los. Como exemplo podemos citar um caminhão obstruindo o caminho do carro do principal, o Líder passa a informação ao motorista, sugerindo uma rota alternativa. Trabalho de prévio ainda é requerido. Análise da ameaça deve estar atualizada. Itinerários devem estar preparados e salvaguardados. Rotas devem ser examinados e pontos seguros identificados Planos para evacuação devem ser considerados. Atenção especial deve ser dada ao potencial para danos e a possibilidade sempre presente de captura. Prevenção e Planejamento Quando notificado de uma missão iminente, um diário de eventos cronológico é iniciado. É registrada toda a informação da missão. Serve registrar ações do Líder da Escolta. Ajuda preparando para identificação dos erros e relatórios pós-ação. O planejamento da missão é feita em duas fases. * Os resultados preliminares das informações recebidas se torna a base para um plano de segurança pessoal. Este plano serve como uma base para fixar responsabilidades. Permite medir recursos para tarefas a serem executadas. O Líder é responsável para preparar o plano de segurança. O plano é explicado para o resto da equipe. O original é retido em arquivo. É controlado da mesma maneira que o itinerário do Principal. * A segunda fase do planejamento requer uma pesquisa do local a ser visitado pelo Principal pelo time de segurança de Apoio. O itinerário para a visita deve Ter vária opções sendo escolhido apenas momentos antes da saída do Principal pelo Líder da Equipe. Um esforço de averiguação de ameaças deveria começar como logo o recebimento do itinerário. Responsabilidades Indivíduos nomeados para a Equipe de Escolta devem estar constantemente atentos das próprias responsabilidades. A segurança de um principal em uma situação de ameaça só pode ser garantida pelos membros da Equipe ajustados fisicamente e mentalmente alertas, que possuem perícias suficientes para executar seu dever em uma resposta planejada global para uma situação de emergência. Devem ser definidas responsabilidades e deveriam ser nomeados os indivíduos com responsabilidade específicas para cada fase da missão. Coordenação entre todas estas pessoas deve ser estabelecida para assegurar proteção completa do Principal. Principais têm uma responsabilidade para contribuir para o sucesso da missão. A conscientização do Principal para esta responsabilidade é crítico para o sucesso. Muitos designaram intermediários para fazer a ponte entre a segurança e o Principal. Pessoas na cadeia de comando responsáveis por estabelecer essa ponte devem assegurar que o Principal, sua família e seus funcionários tenham uma orientação das normas e procedimentos utilizados pela Equipe de Segurança. Principais deveria ser encorajados a reconhecer e respeitar o profissional de segurança. Os membros da Equipe de Segurança não desenvolvem relações íntimas com pessoas do convívio do Principal, nem aceitam favores. Evita chamar a atenção para si mesmos, ou tentar impressionar as pessoas. Respeita a privacidade do Principal. Sempre que fazendo todo esforço para evitar interferência com o pessoal do Principal. Se prive de qualquer atividade que pôde reduzir mental ou fisicamente suas capacidades de reação. Evite consumir bebidas alcóolicas em um período mínimo de oito horas antes da fase de execução da missão. O Líder O Líder da Escolta estabelece um funcionamento íntimo em relação ao pessoal do Principal. Obtém itinerários detalhados, esboços biográficos, informação de protocolo e qualquer outra informação que julgue necessária. e civil e polícia militar. Ele avalia, estuda e confere as informações. Ele coordena a Equipe de Escolta, os equipamento e recursos e revisa o plano de segurança Durante a fase de execução da missão, supervisiona e orienta o resto da equipe. Reconhecimento Antecipado (Advance) A missão do reconhecimento antecipado é identificar possíveis riscos no local a ser visitado pelo Principal. Quando apropriado, a equipe proporciona para o Líder detalhes da visita, inclusive mapas, esboços, nomes das pessoas envolvidas, números de telefone, etc. Estes esboços incluem a personalidade do Principal e consideração para sua família. Eles também incluem informações pessoais, tais como aptidão física, preferências, problemas médicos, passatempos, capacidades de idioma ou falta deles e qualquer outra característica incomum que possa afetar a missão. Muito dessas informações podem ser obtidas com o Principal, seu secretário ou funcionários próximos. Equipe de Escolta A Equipe de Escolta deve permanecer próximo do Principal a toda hora, mudando a posição relativa freqüentemente. Segurança pessoal tem que assegurar que um assaltante é incapaz de agir contra o Principal. Antes de qualquer pessoa possa se aproximar do Principal, deveria estabelecer a identidade desta pessoa e sua autorização para aproximação. Sempre que possível, a Equipe de Reconhecimento deve obter listas convidados, visitas, representantes de imprensa e pessoas que executam serviços para o Principal. Embora a segurança de outros pessoas seja secundária, algum grau de segurança deveria ser dado a estas pessoas. Se um sócio do Principal está ferida, a missão inteira, pode ser afetada adversamente. Em algumas situações, é uma responsabilidade adicional prover limitada proteção para outras pessoas e funcionários do Principal. O pessoal da segurança deveria se conter na conversação desnecessária com o público e a acima de tudo, com a imprensa. Proteção a Pé Existem variadas formações de Escolta a Pé, cada qual para uma situação especifica. É recomendado que um carro acompanhe o trajeto do Principal. O automóvel pode bloquear qualquer veículo que possa ameaçar a segurança do Principal. Também pode ser usado para transportar o Principal em caso de uma emergência ou buscar um local mais seguro. Escoltar o Principal requer o ser estar altamente alerta a áreas circunvizinhas. Particular ênfase é colocada em pessoas em multidões que estão participando do evento ou são atraídos por curiosidade. A Segurança deve estar estabelecida imediatamente ao redor do principal. Adicionalmente são acrescentados círculos de defesa na maior extensão possível. Em assembléias em recinto fechado, a defesa típica deveria ser formada por círculos imediatamente ao redor do Principal. Uma procura cuidadosa e uma inspeção da área deveria ser feita. Nenhum local é precisamente semelhante. Por isto é virtualmente impossível estabelecer um jogo de regras que serão completamente aplicáveis a todos os locais. Porém, há diretrizes específicas que devem ser aplicadas para assegurar isso, padrões aceitáveis mínimos são aplicados em cada situação. Eles devem considere a necessidade de pessoal, de material e recursos, também têm que considerar o uso de alarmes protetores e dispositivos. Os planos têm que designar prioridades de proteção baseado em análise de vulnerabilidade ante ameaças. Planos têm que incluir consideração de ajuda disponível de unidades policiais na área. Todos os planos devem ser coordenados com autoridades civis porque autoridades civis tem responsabilidade primária para a proteção do privado e público. Francisco Ferrari
    Relevant

    Comments

    Dinah Sibelle Damico Godoy
    16/09/2015 #1 Dinah Sibelle Damico Godoy
    Concordo, infelizmente é uma grande realidade.
  18. Francisco Ferrari
    Excelente material .
    Jaquetas blindadas para segurança pessoal
    Jaquetas blindadas para segurança pessoal O crescimento da violência nas grandes cidades, como São Paulo, vem movimentando o mercado de blindagens no país. Depois dos automóveis, chegou a vez das...
    Relevant

    Comments

    Francisco Ferrari
    16/09/2015 #2 Francisco Ferrari
    #1 Com certeza e no momento em que o Brasil esta neste momento a o crescimento da violência esta longe de amenizar , obrigado Dinah .
    Dinah Sibelle Damico Godoy
    16/09/2015 #1 Dinah Sibelle Damico Godoy
    Aque ponto chegamos! Sem falar que a uma burocracia ou seja não é para qualquer cidadão, e como não podia deixar de ser não é para qualquer bolso, estamos em uma situação de se correr o bicho pega se ficar o bicho come!
  19. Francisco Ferrari
    CONSELHOS PARA EVITAR ASSALTOS À RESIDÊNCIAS 1) Acostume-se a trancar sempre portas e portões de acesso de sua casa. Não os deixe abertos inutilmente, ainda que por poucos momentos. Os delinquentes valem-se de nossos descuidos. 2) Procure porteger as janelas e basculantes com grandes sólidas, preferentemente instaladas no lado interno. Faça o mesmo em relação a todas aquelas que possam ser alcançadas através das próprias obras de arte do imóvel, ou com uso de instrumento de escalada. 3) Proteja a porta da cozinha. Isole aquela dependência durante o repouso noturno trancando as portas intermediárias. Aja da mesma maneira quando se ausentar. Os arrombamentos são mais freqüentes através dos acessos dos fundos da casa. 4) Pela manhã, ao acordar, seus serviçais devem ficar atentos à presença de estranhos no quintal e que possam subjugá-los para ganhar o interior da casa. Assim sendo, procure isolar seu dormitório e de seus familiares do restante do imóvel. Não confie à empregada todas as chaves da casa mas somente aquelas necessárias para seu ingresso nas dependências da cozinha e anexos. 5) Procure manter isolado o acesso do sótão da casa, localizando-o de preferência no banheiro ou em outra dependência que possa ficar trancada por fora no período noturno ou durante sua ausência. 6) Esteja alerta à presença de suspeitos nas imediações de sua casa, nos momentos de sua chegada ou na hora de sua saída. Os roubos a residências têm grande incidência nos horários das 07 às 09 horas ou das 18 às 20 horas. 7) Não admita o ingresso de estranhos em sua casa. As credenciais de carteiro, leitores de hidrômetro, entregadores de gás, funcionários das companhias de telefone e de energia elétrica, etc., devem ser devidamente examinadas e, em caso de dúvida, devem ser confirmadas por telefone. Sempre que possível alerte os outros familiares, ou o vizinho mais próximo , quando franquear a entrada de um deles em seu lar. 8) Não guarde valores de monta em sua casa. Faça seguro deles e confie sua custódia a cofres particulares de agências bancárias. Se preferir usar cofres de segurança em sua casa, guarde sigilo quanto a sua existência e localização. Sempre que possível instale mais de um, instalando um deles fora de seus aposentos particulares. 9) Use cães adestrados no lado externo da casa. Cachorros de estimação e/ou de pequeno porte devem ficar dentro de casa, principalmente na área dos fundos, onde poderão dar alarme no caso de tentativa de arrombamento. 10) Ao contratar empregados, dê preferência àqueles que apresentam referências idôneas e que possam ser confirmadas mais facilmente. Se residirem fora do emprego, faça uma verificação de endereço antes de empregá-los. Em caso de dúvida, consulte a Polícia Civil. 11) Não confie armas de fogo a vigias inexperientes e que não tenham comprovado estarem aptos a seu manejo correto e eficiente. Os guardas desavisados e simplórios são presa fácil dos delinquentes que, no primeiro ato, se apossam de suas armas. 12) Mantenha sempre à mão os telefones de emergência da Polícia. Conheça a localização da Delegacia de Polícia de seu bairro. Instrua seus familiares e serviçais de como proceder em caso de perigo iminente ou de simples observação de suspeitos nas imediações. 13) Quando estiver só em sua casa e surgir um estranho que pretenda fazer entrega de encomendas não esperadas (presentes, flores, malas diretas, etc.), não abra sua porta e peça para que volte em outro horário. Se decidir atender, avise pelo telefone um vizinho e peça que ele fique observando o que irá suceder. Havendo outras pessoas na casa, uma delas devidamente resguardada, deve permanecer alerta vigiando o atendimento. 14) Procure manter a entrada de sua casa livre de obstáculos que impeçam sua ampla visão do interior do imóvel. Evite obras de arte, decorações de jardim , etc., que dificultem sua própria observação e também a de seus vizinhos, das áreas de acesso. 15) Se por ventura instalar alarmes sonoros e/ou luminosos, deverá testá-los periodicamente para sua melhor segurança e tembém para que seus vizinhos, devidamente avisados, reconheçam-nos com facilidade e possam ajudar em caso de perigo. 16) Os exaustores e aparelhos de ar condicionado devem ser solidamente presos à base de sustentação que, de sua vez, deve ser cravada em armação de concreto armado que circunde o orifício feito para sua instalação. 17) Use todos os expedientes para dificultar a ação de delinquentes, desde a simples colocação de trincos e travas de segurança nas portas e janelas, até trancas, correntes e cadeados nos pontos mais vulneráveis. Improvise suas defesas conforme a necessidade, a saber: Colocação de obstáculos internos que impeçam a abertura de portas, quando se ausentar. Distribua aparatos que façam barulho quando as portas e janelas forem forçadas. Em janelas e portas que deslizam sobre trilhos, coloque peças de madeira que impeçam seu deslizamento. Para manter vidraças fechadas faça um furo no ponto em que as partes se superpõem e introduza um prego ou parafuso resistente. Trave os basculantes, ("vitraux") mantendo a manopla presa à haste de acionamento por um cadeado ou mesmo com um arame grosso, apertado com alicate. 18) Procure conhecer seus vizinhos e combinar com eles medidas de auxílio mútuo. A solidariedade é importante nos momentos de perigo. 19) Se, nada obstante, você vier a se defrontar com delinquentes, antes de tudo procure manter-se calmo. Não tente dialogar ou discutir com eles. Não os encare diretamente mas procure memorizar suas características pessoais, maneirismos, trajes, etc...Sobretudo não reaja, sua vida não tem preço. 20) Se você for interpelado por alguém que se diz policial, exija a exibição de sua cédula de identidade funcional. É um direito seu e sua garantia. Francisco Ferrari
    Relevant
  20. Francisco Ferrari
    50 GOLPES COMUNS DO DIA A DIA As facilidades e possibilidades encontradas pelos golpistas e a desatenção das pessoas levam a aumentar os números de golpes, principalmente do sexo masculino que é o mais vulnerável, a propensão é muito grande neste público, nas áreas on-line, as perdas anuais chegam a cifras de milhões, isto observando apenas às queixas das pessoas que se sentiram enganadas. Não computando aquelas que por vergonha não denunciam. Além de outros fatores que contribuem, até mesmo de entes estatais que para uma simples consulta em pronto-socorro exigem cópias de identidade, CPF e comprovante de residência, que uma vez extraviado caem nas mãos de golpistas. Fazendo montagem de novo documento com a foto deles e aplicando golpes. É indiscutíveis que o perfil das vítimas e dos vilões são os maiores entre os homens e Aposentados, isto porque os usuários masculinos são mais auto confiantes e não tomam cuidado com detalhes, como checar informações do comprador/vendedor num leilão ou enviar seus dados para terceiros mais facilmente, assim, são as maiores vítimas de golpes. Bem como são maioria entre os spammers, scammers, crackers e outros golpistas on-line identificados por investigações policiais no mundo. Nos sites de leilões são as maiores ocorrências, como mercadorias não entregues, pagamentos não efetuados e furtos de créditos são queixas recorrentes. Fizemos um estudo pormenorizado e empírico sobre o tema e segue abaixo uma pequena lista dos mais comuns. 1.GOLPE DO USO DE DOCUMENTO FALSO Com a posse das cópias de documentos de uma pessoa honesta, os golpistas abrem empresas fantasmas, fazem compras, como roupas, móveis, empréstimos, financiamentos de carros (famoso Pokémon) entre outros e fazem a festa com o nome da pessoa. Depois só fica a dificuldade com BO`S E nome no SPC/SERASA. Dica: Procure os juizados especiais cíveis da sua cidade e peça indenização de Até 20 salários mínimos a quem vendeu para o golpista, não precisa de advogado, mas se o prejuízo foi maior, precisa, então procure um advogado de causas consumeristas. 2.GOLPE DO BOA NOITE CINDERELA O criminoso mistura remédio para dormir na bebida da vítima, geralmente em bares e boates. Quando a pessoa está desacordada, o bandido saqueia a casa ou a carteira dela, que só vai perceber o que aconteceu no dia seguinte, isto se não ocorrer estupro também. Dica:Não aceite bebida de estranhos e, em festas ou locais públicos, mantenha seu copo sempre protegido, espere esvaziar o vasilhame, se for ao banheiro leve o copo. 3.GOLPE DA FALSA BATIDINHA NO TRÂNSITO O Meliante dirigindo atrás de seu veículo, via de regra em carro roubado, encosta atrás de seu veículo dando uma pequena “batidinha”, isto em local oportuno para a ação do roubo, quando você desce do carro ele assalta você e leva seu carro, deixando o dele, se por ventura o seu for melhor, senão o assalto já está de bom tamanho para ele. Dica: dependendo da situação e lugar é melhor não descer e ficar no prejuízo. Pois, os danos serão menores e você não expõe sua vida em risco. 4.GOLPE DO FALSO PRESTADOR DE SERVIÇOS Bandidos se disfarçam de carteiros, leitores de relógio de energia e funcionários de companhias telefônicas para entrar em casas, condomínios e prédios. Dica:Normalmente, os funcionários dessas companhias não são autorizados a fazer reparos no interior das casas dos clientes. Entre em contato com a empresa antes de autorizar a entrada. 5.GOLPE DA ENTRADA NOS PRÉDIOS. O ladrão rouba um carro de boa marca, de preferência importado, veste-se bem, com terno e gravata, e buzina na portaria de um prédio de um bairro nobre. Passando-se por morador, entra tranquilamente na garagem. Aperta a campainha dos moradores e assalta seus apartamentos. Dica:Apenas quem se identificar como morador ou for autorizado pode entrar em um prédio. Essa deve ser a orientação para porteiros e vigilantes. E ainda tem moradores “bacanas” que não querem ser parados na entrada pelos porteiros, facilitando a entrada dos meliantes. A “estorinha” do cartão pendurado ou adesivo no carro não funciona. O negócio é cara-crachá. 6.GOLPE DO “TIRO” SEU NOME DO SPC/SERASA Os golpistas anunciam em sites, jornais e outros, informando que retiram seu nome do SPC/SERASA, orientando você a comprar o CD/KIT de procedimento. Não existe milagre nesse caso, não caia nessa, ou você retira porque pagou a dívida, parcelou, saiu por ordem judicial, ou prescreveu a dívida. 7.GOLPE DO FALSO BILHETE PREMIADO Fingindo ser uma pessoa humilde, com um falso bilhete premiado nas mãos, estelionatários se aproveitam da ambição das vítimas para vender gato por lebre, ou serem auxiliados. Pedem à vítima que faça um depósito na conta do bandido, pois afinal a vítima irá receber uma boa bolada, convencem a pessoa a irem aos bancos dizerem para os caixas que o saque foi agendado e retiram tudo que tem, também pedem para a vítima buscar joias, depois fingem entrar no banco e desaparecem. Dica: Não acredite nisso. Ninguém vai vender um bilhete premiado por um valor abaixo do que ele realmente vale, ou dar você alguma coisa só porque é humilde e não sabe mexer com transações bancárias. 8.GOLPE DO FALSO EMPREGO Folhetos distribuídos na rua e até mesmo anúncios em classificados informam sobre oportunidade de trabalho que pode ser feito em casa por salários de até R$ 5 mil. A pessoa é orientada a mandar um cheque para custear despesas postais, matéria-prima e apostilas. Depois que o cheque é compensado, a vítima não consegue mais entrar em contato com os falsários. Há também casos de estelionatários que descobrem o endereço da vítima e com ela entram em contato, dizendo que foi indicada para uma vaga de emprego com um bom salário. Para aceitar, a pessoa tem de depositar uma quantia referente à compra de uniformes. Dica:Procure saber mais sobre a pessoa e a empresa que está oferecendo a oportunidade. Uma simples consulta à internet pode evitar o problema. 9.GOLPE DA TROCA DE CARTÃO O espertalhão fica próximo ao caixa eletrônico para escolher as vítimas que se atrapalham ao usar a máquina. Ele se oferece para ajudar, pede que a pessoa digite a senha e memoriza os números. Quando devolve o cartão, troca-o por outro, ficando com a faca e o queijo nas mãos para roubar todo o dinheiro da conta da vítima. Dica:Não aceite a ajuda de estranhos para operar caixas eletrônicos. 10.GOLPE DA RETENÇÃO DOS DADOS DO CARTÃO. Os golpistas em associação com comerciantes ditos honestos recebem os seus dados para fazerem clonagem do seu cartão de crédito, neste caso infelizmente você não conseguirá evitar o golpe. Dica: quando a operadora debitar ou enviar a fatura para você, prove que não comprou no estabelecimento descrito pela fatura, por dados do ponto digital do seu trabalho ou assinatura, imagens, testemunhas etc. e ingresse na justiça pedindo danos morais. 11.GOLPE DO CARTÃO ENGOLIDO O golpista introduz uma armadilha na máquina de atendimento para impedir a saída do cartão do Caixa. Depois de observar a senha da vítima e de esperar a saída dela da agência, recupera o cartão, saca o dinheiro e foge. Dica: Sempre que a máquina não devolver O cartão cancele-o na hora por telefone. 12.GOLPE DO EXTRAVIO DE CARTÃO DE CRÉDITO O bandido rouba do carteiro ou da caixa de correspondência da vítima as cartas de banco com o cartão de crédito, que é clonado e depois enviado ao dono, que nem desconfia até receber o primeiro extrato. O golpista ainda telefona para a vítima, passando-se por funcionário do banco, pedindo que ela confirme o número da senha. Dica:Entre em contato com a operadora de cartão de crédito ou com o banco. 13.GOLPE DO CHUPA-CABRA PARA CLONAGEM DE CARTÃO Trata-se de um aparelho, muitas vezes fabricado artesanalmente, colocado em caixas eletrônicos por estelionatários. O chupacabra guarda todas as informações dos cartões Que passam por ele. De posse dos dados do cartão da vítima, os bandidos podem retirar a quantia que quiserem da conta da pessoa. Dica:Fique atento ao dispositivo onde o cartão é inserido. Se ele estiver frouxo ou houver fios à mostra, o terminal pode estar fraudado. 14.GOLPE DA FALSA MENSAGEM DE CELULAR Estelionatários mandam mensagens para o celular de várias pessoas em nome de empresas e emissoras de TV, afirmando que o dono daquele aparelho ganhou um carro. A condição para levar o prêmio é comprar créditos de celular, ou mensagens do tipo “preciso falar com você urgente”, mas tudo é uma farsa. Se você retorna pode cair no golpe do falso sequestro ou outro. Dica:Ligue para a empresa ou emissora checando a existência da promoção e a veracidade do prêmio. Não compre nenhum produto nem passe códigos de créditos de celular para ninguém. 15.GOLPE DA CLONAGEM DE CELULAR Os golpistas copiam o número de série eletrônico de um telefone em uso e transferem os dados Para outro aparelho. Dessa forma, passam a existir dois telefones com a mesma identificação. A empresa operadora do serviço consegue perceber o problema quando começam a aparecer duas ligações simultâneas do mesmo assinante. E quem paga a conta é o cliente. Dica: Entre imediatamente em contato com sua operadora caso alguém ligue para o seu telefone e outra pessoa o atenda. É um indício de que sua linha foi clonada. 16.GOLPE DA SENHA PELO TELEFONE Alguém liga para a casa da pessoa dizendo ser funcionário do banco em que ela tem conta. Não se sabe como o golpista descobre a data do aniversário e a agência da vítima, mas imaginamos como e você também, Com uma boa conversa, convence o correntista a digitar, no aparelho de telefone, a senha do cartão magnético. Dica: Nunca revele sua senha a ninguém. 17.GOLPE DO E-MAIL Os golpistas maliciosamente enviam ataques conhecidos como “spear phishing” e são enviados especificamente para você e não para milhões de usuários. Contém seu nome e dados, ao receber e abrir o e-mail seu computador é hackeado. Consequentemente seus dados serão expostos. (senhas, fotos íntimas, etc.) 18.GOLPE DO FALSO SITE Estelionatários criam um site parecido e muitas vezes idêntico aos dos bancos. Sem perceber a farsa, a pessoa digita seus dados e senha, revelando-os para os bandidos. Também há programas espiões na internet que, ao serem baixados, copiam o que é digitado no teclado da vítima. Dica:Só acesse sua conta bancária digitando o endereço do site na barra de navegação e jamais Confie em links. Nunca use computadores públicos, como os de lan houses e faculdades, para acessar dados sigilosos. 19.GOLPE DO CAIXA ELETRÔNICO COM TECLADO BLOQUEADO É aplicado nos caixas eletrônicos em que não é necessário Introduzir o cartão. Os bandidos bloqueiam o teclado com uma fita Adesiva para que o correntista não possa fazer nenhuma operação após passar o cartão no leitor. Aparece, então, o golpista oferecendo ajuda e pedindo que a senha seja digitada. Como não acontece nada, a vítima vai embora. Então, o bandido desbloqueia o teclado e saca o dinheiro. Estes caixas já não são utilizados como antes. Dica: Não aceite a ajuda de estranhos em caixas eletrônicos 29.GOLPE DO CHEQUE NO CHÃO O Golpista percebe que você sacou uma quantia em dinheiro no banco, e segue andando a sua frente, deixa cair um cheque num valor tal, um pouco atrás de você tem outro bandido, via de regra do sexo feminino, esta pega o cheque “perdido” e diz que você também achou. O golpista que perdeu o cheque convidam vocês para recompensa. No “escritório” a golpista que achou o cheque com você deixa a bolsa dela cheia de papel e coisas de mulher e vai receber. Depois ela informa a você para ir pegar sua recompensa mostrando quanto ela recebeu, porém deve deixar a sua bolsa, é ai que tá o golpe, quando você sobe para pegar seu dinheiro ela some com sua bolsa e o dinheiro dentro dela. 21.GOLPE DO CHEQUE RESGATADO O golpista fica de olho em mulheres que entram em cabeleireiros e lojas. Ele espera a pessoa sair para entrar no estabelecimento, se apresenta como motorista da vítima e diz que a patroa se enganou ao fazer o cheque, dando um outro (roubado) em troca. O dono do salão ou da loja entrega o cheque verdadeiro e fica com o falso. Outra versão do golpe é o estelionatário trocar o cheque por dinheiro e alterar o valor de R$ 50,00 para R$ 500,00, por exemplo. Esse golpe é comum em São Paulo e no Rio de Janeiro. Dica: Só troque um cheque com o consentimento da pessoa que o passou. 22.GOLPE DA CANETA PILANTRA O estelionatário oferece uma caneta emprestada à vítima para que ela preencha e assine o cheque. Depois, ele apaga o valor do cheque e o preenche com outro, muito acima do real. pois estas canetas são hidrográficas, vendidas em papelarias e apaga-se a tinta usada como se fosse lápis. Dica: Não aceite canetas emprestadas por pessoas que não sejam de confiança. 23.GOLPE DA CIRURGIA NO CHEQUE Os golpistas utilizam bisturis e conseguem retirar (recortar), os números de série de cheques que foram extraviados ou roubados, depois colam outra folha do mesmo banco a este cheque, modificando os números de série. Com a numeração trocada, criam uma folha de cheque que não estará bloqueada. 24.GOLPE DA CLONAGEM DE CHEQUE Com um cheque em mãos de sua propriedade ou seus dados pessoais e da conta do banco e uma impressora de boa qualidade, golpistas podem clonar talonários inteiros, alterando ou não a sequência de numeração do talão verdadeiro. 25.GOLPE DA RASPADINHA, LAVAGEM, ESPAÇOS EM BRANCO E COLAGEM NO CHEQUE. Na raspadinha, Os golpistas raspam alguns números de série do cheque (até mesmo com lâmina de barbear) e aplicam no lugar outros números, de adesivos que funcionam como a raspadinha. Na lavagem, usando um cotonete e um pouco de água sanitária, os golpistas “lavam” os valores dos cheques. E depois, é só escrever o novo valor por cima. Alguns usam produto químico usado para “lavar” papel moeda. Nos espaços em branco, a adulteração é feita no próprio cheque, aproveitando os espaços em branco. Assim. R$ 80,00 podem, com a ajuda do número 1 na frente, virar R$ 180,00, o número 6 vira 600. Na colagem o golpista corta a folha do cheque, aproveita a parte inferior (onde há assinatura), e faz uma montagem, colando a parte que falta de outro cheque. 26.GOLPE DO BÔNUS O estelionatário entra em contato com quem já foi cliente de uma companhia seguradora dizendo que a pessoa tem direito a receber um bônus. Em troca, pede 5% do valor total. O depósito bancário é efetuado e o beneficiário fica feliz da vida, entregando o dinheiro. O problema é que o depósito foi Realizado por meio de um cheque roubado, que é invalidado. Dica:Entre em contato com a companhia seguradora antes de fechar qualquer negócio e jamais deposite dinheiro na conta de terceiros. 27.GOLPE DO FALSO SEQÜESTRO Normalmente, de dentro de presídios, bandidos ligam para as vítimas dizendo que sequestraram alguém de sua família. Eles exigem que a pessoa compre créditos de celular ou deposite dinheiro em uma determinada conta bancária, ameaçando matar o parente que sequer está em poder deles. Os bandidos mantêm a vítima ocupada para que ela não descubra que o sequestro É uma farsa e fazem de tudo para que a ligação não seja interrompida. Dica:Quando o sequestro é verdadeiro, o bandido marca um novo telefonema e procura prolongar o drama. Desligue o telefone o mais rápido possível e entre em contato com a pessoa que afirmaram ter sido sequestrada. 28.GOLPES CONTRA APOSENTADOS Estelionatários se passam por funcionários de associações de servidores aposentados e abordam idosos na saída de bancos, agremiações e grupos de terceira idade, alegando que o aposentado tem direito a receber reajustes atrasados. Eles dizem que, para agilizar o processo, é preciso pagar 10% do valor adiantado. O falso funcionário nunca mais é visto, assim como o dinheiro. Dica: Não se afobe em resolver a questão e confirme com a associação se aquele funcionário realmente trabalha para ela. 29.GOLPE DO DINHEIRO FALSO Notas de R$ 100,00 e de R$ 50,00 são as mais falsificadas. O alvo principal para a troca das cédulas por dinheiro verdadeiro são locais de muito movimento, como festas e eventos. Dica:Preste atenção no tipo de papel se há borrões na impressão e se a cédula contém a marca d água, observe também a textura e relevos. 30.GOLPE DO FALSO EMPRESTIMO O golpista anuncia em classificados empréstimos de R$ 10 mil a R$ 200 mil, a juros baixos e com parcelamento em longo prazo, sem fiador. O interessado liga para o telefone anunciado, geralmente um celular pré-pago, sem registro, ou mesmo roubado. Para que o dinheiro seja liberado, o cliente precisa apenas depositar uma quantia em uma conta corrente, sob o pretexto de pagar as despesas bancárias. Feito o depósito, o vigarista some e dificilmente a polícia consegue localizá-lo porque a conta bancária também é aberta com documentos falsos ou roubados. Dica:Só faça empréstimos em instituições financeiras de confiança. 31.GOLPE DO SEGURO DE VIDA Os farsantes procuram famílias de aposentados que morreram recentemente e dizem que o parente tinha direito a receber um determinado valor do INSS, como se fosse um seguro de vida, pedindo uma comissão para liberar o dinheiro. Depois, eles depositam um cheque roubado na conta da vítima e o depósito aparece como “valor bloqueado”. Então exigem o pagamento da comissão para desbloquear o valor. Recebem o dinheiro e somem. Dica:Consulte uma agência do INSS antes de tomar qualquer decisão. 32.GOLPE DO CARRO NOVO Um anúncio promete um carro novo com preço abaixo da tabela, com condições de pagamento irresistíveis. como, valor abaixo do praticado pelo mercado, entradas acessíveis, prestações baixas, financiamento sem comprovação de renda, emplacamento gratuito. O golpe é feito por meio de um celular. O estelionatário se passa por empregado de uma montadora e dá um telefone falso da empresa, no qual atende uma secretária eletrônica. O interessado recebe um documento falso por fax, com o logotipo da empresa e as especificações. Do veículo, e cobra um depósito urgente para garantir o negócio. Depois que o dinheiro é depositado o golpista desaparece e não liga mais. 33.GOLPE DA DESALIENAÇÃO DE VEÍCULOS Os golpistas, que tem um carro alienado, usam documentos de pessoas com nome limpo na praça, esses documentos são conseguidos e compõe-se de identidade, CPF, comprovante de residência e contracheque, e com uma carta falsa de quitação do banco onde foi feita a alienação, vão ao DETRAN para apresentá-la. Com aparentemente tudo correto, o golpista recebe o certificado de registro e licenciamento de veículo (CRLV) e vende o carro, geralmente a preços mais baixos que do mercado para outras pessoas. Somente meses depois é que é descoberto e a pessoa que comprou o carro, achando que fez um ótimo negócio, recebe a visita de um oficial de justiça com um mandado de busca e apreensão do veículo. e , o que é pior, essa pessoa acaba perdendo o carro e o dinheiro. Dica: os DETRAN`S só podem desalienar o carro após consultar o Banco. 34.GOLPE DO TELEFONE SEM CONTA O golpista, nesse caso, conta com a ajuda de um cúmplice, que é funcionário de uma companhia telefônica. São habilitados vários aparelhos sem que a conta apareça no sistema de faturamento. O usuário utiliza a linha, mas não paga a conta e nem chega a recebê-la. Com documentos falsos ou de pessoas mortas, os golpistas adquirem os telefones e os revendem a pessoas que jamais pagam a conta. Os lesados, nesse caso, são as operadoras. Dica: As operadoras devem estar atentas aos seus funcionários. 35.GOLPE DO FALSO VENDEDOR DE PASSAGENS Em rodoviárias, falsos funcionários de companhias de transporte vendem passagens por preços bem mais baixos do que os da tabela. Dica:Só compre passagens diretamente do guichê da transportadora. 36.GOLPE DO FALSO ENTREGADOR DE PIZZA Assaltantes ligam para pizzarias, fazem o pedido e solicitam troco para uma nota de valor elevado. Ao chegar ao destino da entrega, o motoboy tem a moto, o dinheiro, os pertences pessoais e a pizza roubados. Dica: As pizzarias não devem aceitar pedidos feitos por meio de telefones públicos ou móveis. E os bens devem ser segurados. 37.GOLPE DA EMPRESA FANTASMA O golpista abre uma firma fantasma em endereço alugado e começa a comprar produtos de uma empresa qualquer. Os primeiros pagamentos são feitos corretamente e os pedidos aumentam. O último pedido é vultuoso. Animado com o novo comprador, o empresário manda entregar a grande compra na “empresa” do oportunista e facilita o pagamento. Só que o depósito, desta vez, é feito com cheques sem fundos ou roubados. O “cliente” some sem fazer o pagamento. Dica:Verifique com o órgão responsável a idoneidade da empresa. 38.GOLPE DO CNPJ BOM DE PRAÇA. O golpista chega em determinada região, compra apenas o CNPJ de uma empresa qualquer, que já possui bastante tempo no mercado por exemplo 10 anos e que possui bom crédito, de posse dessa nova empresa começa a comprar dos vendedores que estão ávidos para vender, como a empresa é “boa” vendem bastante. Assim o golpista prepara os caminhões e desaparece com as mercadorias e não paga nada. 39.GOLPE DO LUCRO FALSO DE COTAS E AÇÕES O estelionatário liga para a casa da vítima dizendo que ela ganhou um dinheiro graças à venda de ações ou de cotas de um clube de lazer. Para receber o dinheiro, você só precisa efetuar um depósito para pagar os custos do processo. Depois disso, ao ligar para obter informações, todo o esquema foi desmontado. Dica:Ligue para a direção do clube antes de tomar qualquer decisão. 40.GOLPE DA APLICAÇÃO FINANCEIRA Uma jovem simpática telefona avisando que a pessoa foi premiada em um sorteio de uma Aplicação bancária. Ela diz que pode transferir o dinheiro do prêmio para a sua conta. Basta confirmar alguns dados. Sem perceber, no meio de um longo questionário, você passa. Também sua senha bancária, que os bandidos usam para sacar dinheiro da sua conta. Dica:Fique atento e jamais revele sua senha e outros dados pessoais. 41.GOLPE DAS FALSAS AÇÕES Os trambiqueiros se passam por empresários, andam em carros importados e se hospedam em hotéis de luxo para impressionar as vítimas e fazer contatos profissionais. Levantam o nome de pessoas que possuem ações de empresas de diversos ramos, ativas ou não. Depois, entram em contato com elas dizendo que um representante da firma deles irá procurá-las para conversar, já que uma empresa internacional quer comprar as ações. Depois do primeiro encontro, o golpista diz que o negócio só pode ser fechado se a vítima comprar mais um lote de ações para vender um pacote fechado aos “gringos”. Os novos papéis são falsos e a vítima leva prejuízo. Dica:Verifique a documentação antes de fechar negócio. 42.GOLPE DA FALSA PROTEÇÃO POLICIAL E FISCAL Um farsante liga para a vítima dizendo ser delegado de polícia ou Fiscal e oferece segurança extra para o cliente ou omissão na fiscalização, em geral proprietário de um comércio, se ele fizer um anúncio na revista da corporação ou da associação. Interessada no serviço, a pessoa paga para o falso delegado ou Fiscal. Já aqueles que dizem “não, obrigado”, passam a receber ameaças por telefone. Dica:Não aceite a extorsão e denuncie o caso à polícia. 43.GOLPE NA RODOVIÁRIA As vítimas são pessoas ingênuas que voltam para a cidade natal com dinheiro vivo. O golpista senta do lado da pessoa no ônibus e puxa conversa. Em pouco tempo, descobre de onde é a pessoa e diz que também é de lá. O farsante conta que está carregando cheques, que precisa pagar uma encomenda no caminho e pede para o “conterrâneo” fazer um empréstimo, garantindo que ao chegarem devolverá a quantia. Na parada seguinte, ele desce do ônibus e some. Dica: Nunca empreste dinheiro a estranhos, principalmente em uma situação como essa. 44.GOLPE DO FALSO VENDEDOR DE LIVROS E REVISTAS Estelionatários se dizem vendedores de livros e revistas acadêmicas e ficam em frente As escolas e faculdades divulgando seus produtos. Fazem com que suas vítimas assinem um contrato, no qual são informados dados bancários, ou pedem pagamento mediante cheque, fornecendo um recibo falso em seguida. A pessoa fica sem o dinheiro e sem os livros. Dica: Verifique a idoneidade da empresa antes de fechar o negócio. 45.GOLPE DO FALSO CORRETOR DE IMÓVEIS Vigaristas vendem a mesma casa ou terreno para várias pessoas diferentes. Depois, as vítimas descobrem que o imóvel pertence a alguém que, geralmente, sequer sabe da negociação. Dica: Não se apresse em fazer negócios nem se deixe levar apenas pelo preço baixo. Procure saber mais sobre o imóvel que está à venda e sobre a pessoa que o está vendendo. Pergunte quem é o proprietário. 46.GOLPE DO FALSO IMPORTADO A PREÇO DE BANANA A vítima é abordada na rua por uma pessoa que diz que precisa vender um aparelho de som importado para pagar a maternidade da mulher, que está prestes a dar à luz. A oferta é tentadora e o apelo emocional irrecusável. Dizendo-se apressado, o criminoso força que o negócio seja feito na. Hora. Quando a vítima abre a caixa do aparelho, novinha e bem fechada, encontra um saco de areia. Ocorre também com notebook. Dica:Teste qualquer produto antes de fechar uma compra. 47.GOLPE DO FALSO CONSÓRCIO PREMIADO O estelionatário anuncia a venda de consórcios de carro, casa, equipamentos eletrônicos, etc. O vigarista divulga dois telefones: um fixo que funciona como fax e um celular pré-pago ou roubado. Pelo fax, o bandido passa seus dados pessoais, como número da conta para depósito, nome e documentos (todos falsos), e pede para a vítima depositar uma taxa para garantir o negócio. Feito isso, os telefones não mais atendem e o veículo jamais é entregue. Dica: Não deposite dinheiro na conta de terceiros nem confie em empresas que não tem sede e endereço fixo. 48.GOLPE DO FALSO MECÂNICO Um homem inventa um defeito no carro da vítima que está trafegando nas ruas ou pede para o motorista parar por causa de uma “estranha fumaça”. Há casos, por exemplo, de pessoas que colocaram sacos de estopa no escapamento do carro da vítima. Na sequência, surge um falso mecânico, que se oferece para resolver o problema que não existia, a troco de um pagamento acima da média. Dica: Em caso de defeito em seu carro, solicite o serviço de uma oficina mecânica de confiança. 49.GOLPE DO EMPRÉSTIMO FÁCIL Normalmente são empréstimos populares anunciados em jornais, sem consulta ao SPC/SERASA, ou contra cheque. Deve se observar quais facilidades estão oferecendo. Os telefones dos golpistas são sempre celulares e irão exigir uma quantia para liberar o empréstimo, mesmo que você vá ao local, terá que deixar seus documentos, e ai você já sabe, então procure uma empresa idônea no mercado. 50. GOLPE DA GAROTA FACEBOOK, BADOO, ORKUT, LINKEDIN, MSN, SKYPE. Você se envolve via internet com uma determinada garota, que por óbvio é muito linda e se apaixona por ela, aos poucos ela começa a pedir-lhes dinheiro para visitá-lo, e depois diz que a mamãe adoeceu e precisa acompanhar o tratamento dela. Pedindo a você mais dinheiro. E você apaixonado por aquela maravilhosa garota com qual se conversa quase todos os dias e ai deposita mais, e ela nunca chega e seu dinheiro vai. Como amenizar as ocorrências de Golpes: – Não seja ganancioso, você sabe” muita vantagem, você desconfia”. – Nunca deposite dinheiro, sob promessa de receber vantagens em conta. – Não deixe seu cartão de crédito longe dos seus olhos. – nunca revele sua senha a ninguém. – perdendo os documentos registre o fato na polícia. – ligue para o banco ou operadora e cancele o cartão ou cheque perdido. – se foi o CPF Roubado cancele-o junto à receita federal. – nos cheques não deixe espaços vazios. – controle seus depósitos e gastos com cartão. – carregue apenas uma folha de cheque, ou o necessário. – nunca deixe seus cheques já assinados. – talões inativos devem ser destruídos. – cuidado com caneta que terceiros lhe oferece para assinar. – não forneça dados pessoais por telefone. Francisco Ferrari
    Relevant
  21. Francisco Ferrari
    A violência nas grandes cidades só aumenta e, com isso, há também uma onda de assaltos a condomínios, que não para de crescer. Por isso, todos sabemos que proteger o condomínio não é tarefa fácil: depende de aplicação do síndico, colaboração dos condôminos, uma boa orientação aos funcionários, além dos equipamentos de segurança.E se um dos diferenciais da vida em condomínio é a segurança, como voltar a ter tranqüilidade e manter os bandidos do lado de fora do portão? ( Francisco A Ferrari )
    Drone Movie - Teste Condominio
    Drone Movie - Teste Condominio
    Relevant

    Comments

    Francisco Ferrari
    30/07/2015 #2 Francisco Ferrari
    #1 Caro edilson , seu comentário esta correto , grato .
    Edilson Martins
    30/07/2015 #1 Edilson Martins
    Desde que se tenha um pronto atendimento por terra, se torna uma ferramenta muito importante na vigilância e prevenção ao atendimento a sinistros.
  22. Francisco Ferrari
    Os grandes gestores de segurança ; Amigos, peguem um café, puxem o banquinho e sentem pq a história é longa... E, se puderem, peço que compartilhem essa mensagem para que mais eventos como esse tenham visibilidade e os shoppings venham a se posicionar. Na terça-feira, 30/06, fui almoçar no Bourbon Shopping (SP). Estava na praça de alimentação, aguardando a senha de chamado para pegar a refeição quando senti um puxão nas costas e percebi que minha bolsa não estava mais comigo. LEVARAM A MINHA BOLSA dentro do shopping! Imediatamente pedi ajuda ao Segurança, que não demonstrou o mínimo interesse em me ajudar. Ouvi uma sequência de respostas absurdas: primeiro disse que não podia fazer nada! Pedi para olhar as câmeras e localizar o ladrão: ele disse que eu não podia... Pedi então para que ele ou alguém da segurança fizesse isso: ele disse que não tinha acesso às câmeras... Pedi então que chamasse a polícia: ele disse que não podia pegar o telefone para chamar a polícia! Tive ajuda das pessoas que estavam ali na praça de alimentação e foram solidárias. Uma menina me emprestou o celular para que eu avisasse o meu marido. Eu não poderia nem voltar para casa, pois minhas chaves estavam na bolsa junto com todas as minhas coisas: documentos, carteira, cartões de credito, talão de cheque, óculos, chaves de casa e do consultório, remédio, cheques de pacientes, enfim TUDO. Você acha que está em um local seguro com vários Seguranças e câmeras espalhadas por todos os lados, mas na verdade não é nada disso: você não tem proteção nenhuma! Fui orientada a fazer uma “ocorrência” no balcão de informações do Shopping e ligar 48h depois para saber o posicionamento. Aí começou o jogo de empurra-empurra. Fiz diversas ligações. Inclusive para o setor jurídico em Porto Alegre - para onde fui orientada a ligar e assim o fiz - e a resposta foi que não era com eles, que era no jurídico de SP mesmo. Logo, novas ligações. Pediram o número do meu telefone e disseram que retornariam no mesmo dia. Obviamente não retornaram... Fui até o shopping tentar falar pessoalmente com alguém da administração, a única orientação que recebi foi outro número de telefone para ligar. Finalmente, consegui falar na manhã de hoje (10/07/15) com o Sr. Daniel do SAC que me deu o posicionamento do Shopping: “Cabe ao cliente guardar e vigiar os seus pertences. O Shopping não se responsabiliza. (...) Os Seguranças não têm poder de polícia. Fazem a vigilância do patrimônio do Shopping. Resguardam o Empreendimento de danos causados por terceiros ou por clientes.” É isso! Simplesmente INDIGNADA!!!!! Frente ao posicionamento do Shopping, irei ao JEC procurar os meus direitos, pois shoppings centers devem ao consumidor a obrigação de garantir a segurança dos clientes. E quando não garantirem, devem ressarcir na forma da legislação. Francisco Ferrari
    Relevant
  23. Francisco Ferrari
    É MUITO TRISTE VER QUE MESMO HUMILHADOS,EXPLORADOS E DESRESPEITADOS, OS VIGILANTES CONTINUAM CALADOS! Apesar do gigantesco contingente capaz de paralisar todo o País, caso com coragem e determinação entrassem em greve. prosseguem "cabisbaixos e humilhados" assistindo os empresários mercenários da segurança privada, decuplicando sem esforços suas imensas fortunas e patrimônios. Recebendo salários aviltantes, sem direito a PLR, planos dignos de saúde extensivo aos familiares, vales refeições. Mesmo trabalhando em escalas abusivas, escravas superior a 15 horas diários, não recebem horas extras. Para não pagar os direitos trabalhistas as empresas "delinquentes" de segurança estão demitindo no atacado, os funcionários "por justa causa". Sem contestações das autoridades "ditas" competentes que evidentemente estão nas folhas de pagamento, dos empresários "pivetes" da segurança privada. Vamos conseguir mudar esta lamentável situação apenas, com uma inesquecível e nacional. GREVE GERAL!!! Francisco Ferrari
    Relevant
  24. Francisco Ferrari
    VI Congresso Fecomercio de Crimes Eletrônicos O VI Congresso Fecomercio de Crimes Eletrônicos e Formas de Proteção abordou soluções para micro e pequenas empresas, educação para a tecnologia, direito ao esquecimento, o fenômeno da “extimidade” e arbitragem no Direito Eletrônico. Além disso, pela importância dos temas, o tradicional evento realizado pela FecomercioSP voltou a analisar os aspectos legislativos da questão, como a aprovação do Marco Civil, a proteção de dados pessoais e estudos com relação à forense investigativa. Francisco Ferrari
    Relevant

    Comments

    Francisco Ferrari
    26/06/2015 #2 Francisco Ferrari
    #1 Ola Fagner tudo bem , sim , desta forma quanto mais posts sua classificação vai subindo .
    Fagner fagui
    26/06/2015 #1 Fagner fagui
    oi Francisco tudo bom? entao olha eu sou novo neste site... como que funciona aqui? tipo aqui na minha conta mostra uma barra e tem um limite de dinheiro de 10.000 R$ para eu começar a receber dinheiro da Amazom é só eu criar aplicativos?
  25. Francisco Ferrari
    Deputado Federal Major Olimpio participou da CAMPANHA NACIONAL de PREVENÇÃO E COMBATE À SEGURANCA CLANDESTINA, na Academia Nacional de Polícia em Brasília - ANP/DPF. Promovida pela FENAVIST em conjunto com a Federação Brasileira de Ciências Policiais, e com a Polícia Federal. Olímpio destacou a importância do trabalho da Comissão Especial que está tratando de toda regulamentação da segurança privada e do piso salarial nacional dos vigilantes. Se colocou também a disposição dos trabalhadores, empresários e tomadores de serviços, para ser a voz da segurança privada na comissão e na Câmara. Francisco Ferrari
    Relevant
See all