Vai começar a 4ª Edição do Festival O Mundo Inteiro é Um Palco!

Vai começar a 4ª Edição do Festival O Mundo Inteiro é Um Palco!

Em 2013, o Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare chegava aos seus 20 anos de vida e, para celebrar essa data tão especial, realizou um festival de teatro na cidade do Natal. Essa primeira edição foi realizada de forma totalmente independente através do convite a grupos parceiros, que trouxeram seus espetáculos de presente para os Clowns e para a população de Natal, e sobretudo, para a comunidade de Nova Descoberta, constituindo-se em um marco na trajetória do grupo ao movimentar a cultura local e nacional dentro da sede do Barracão Clowns diariamente pelo período de uma semana. O projeto deu tão certo que de lá para cá foram feitas mais duas edições anuais, dessa vez, patrocinadas, respectivamente, pela Oi e pela Caixa, e nas quais o grupo pôde convidar mais grupos de outras localidades do Brasil para incrementar ainda mais a programação.

Após três anos de sucesso, entre os dias 23 de setembro e 02 de outubro de 2016, aproxima-se a 4ª edição do festival O Mundo Inteiro é Um Palco, com o tema “Resistência e (Re)existência”, já que, diferente das últimas edições, o quarto ano do projeto não conta com nenhum grande patrocínio via edital ou lei de incentivo, sendo resultado de pequenos apoios privados, como o patrocínio direto da Potigás, do Sebrae RN, através do Edital de Economia Criativa 2016, e o apoio cultural do Sesc RN; além de uma campanha de financiamento coletivo, parcerias e, principalmente, da mão de obra de vários artistas independentes e de coletivos teatrais de Natal, que se uniram em prol da continuidade do Festival, mesmo em tempos tão sombrios que o país vem enfrentando nos dias atuais.

Resistir é preciso!


Vai começar a 4ª Edição do Festival O Mundo Inteiro é Um Palco!

O festival se mantém vivo com a força e esperança de continuar fomentando a arte para o povo de Natal, (re)existindo agora em diversos pontos da cidade. Ao contrário das últimas edições, nas quais as apresentações se concentravam no Barracão Clowns, a programação se espalha pelas sedes dos grupos realizadores e demais espaços de apresentação da cidade, levando ao natalense uma série de espetáculos nacionais vindos de Pernambuco, Ceará, Bahia, Rio Grande do Sul e São Paulo, além, é claro, de apresentar um panorama das produções dos grupos do próprio estado do Rio Grande do Norte. Os grupos locais ainda marcam presença nas mostras de processo, que anteciparão aos espectadores partes de espetáculos que ainda vêm por aí. Junto a tudo isso, o festival também realizará mesas redondas, com temas de relevância política e cultural, contando com a presença de importantes nomes do teatro nacional, além de ofertar workshops e oficinas (que já estão com as inscrições abertas pelo linkbit.ly/OficinasFestival) E tem mais! Todos os dias no Barracão Clowns, antes da Mostra Lapada de Espetáculos, vai rolar uma programação gratuita na Calçada do Barracão – o Lounge do Festival, com pocket shows de música com Joana Knobbe, Zé Smith e Dudu Galvão, ações de leitura em parceria com os Jovens Escribas, exibição de curtas-metragens da atual produção potiguar, apresentação de mamulengos e uma noite de shows com drag queens da cidade, tudo isso com food trucks estacionados para alimentar toda a galera que vem marcar presença em Nova Descoberta.

SOBRE A PROGRAMAÇÃO

Há pouco mais de dois meses a equipe do festival vem trabalhando na produção de todos os detalhes do evento, para que tudo ocorra com o padrão de qualidade das três edições anteriores, e montou uma programação teatral intensa que preencherá os 10 dias de duração do evento, resultando na maior edição dentre todas as realizadas até agora. Espetáculos como “Aquilo que o meu olhar guardou para você”, do Grupo Magiluth (PE), “Prólogo Primeiro”, da Cia Caixa do Elefante (RS), “Ruína de Anjos”, da A Outra Companhia de Teatro (BA), “Conversas com meu pai”, com Janaina Leite e Alexandre Dal Farra (SP), “Eu sou”, solo de Helder Vasconcelos (PE) e “Prometeu”, do Habitat de Atores (CE), são alguns dos convidados para a Mostra Lapada de Espetáculos desse ano, formada por espetáculos de outros estados do país. Além disso, teremos a Mostra Jerimum, só com espetáculos locais, na qual o público natalense terá tanto a oportunidade de rever produções como “Fogo de Monturo”, do grupo Arkhétypos de Teatro, “A Mulher Monstro”, da S.E.M. Cia de Teatro, “Sem Conservantes”, do Gira Dança, “Memórias de Quintal”, da Bololô Cia. Cênica, dentre outras, como terá a oportunidade de conferir as estreias dos espetáculos “Violetas”, solo da atriz Mayra Montenegro, “Sancho Pança - o fiel escudeiro” e “#alôcadocabelo”, da Tropa Trupe e a pré-estreia de “Debaixo da Pele”, do Grupo de Teatro Eureka.

Duas tardes da programação estão reservadas para a Mostra de Processos, onde o público poderá conferir gratuitamente ensaios abertos dos espetáculos que estão sendo construídos pelos grupos e coletivos de teatro e dança da cidade. A criançada também vai poder curtir a programação aos domingos no Parque das Dunas, no qual o Festival apresenta em parceria com o projeto Bosque Encena os espetáculos “Rascunho”, com La Paloma (RN) e “1,2,3...Conto outra vez”, do Grupo Estação de Teatro (RN). Por fim, no segundo dia de programação, mantendo a tradição, o Boi Galado, o boizinho do teatro potiguar, vai percorrer as ruas de Nova Descoberta, anunciando a chegada do Festival ao lado do seu padrinho, o Boi Marinho, de Pernambuco, convidando todos a brincarem e dançarem juntos com muita cara boa e brilho no olho.

O Festival também é palco de atividades formativas. Duas mesas redondas estão programadas para acontecer no Departamento de Artes da UFRN e na Casa da Ribeira, com os temas “A formação de grupos na contemporaneidade” e “Dramaturgia, processo e coletividade”, respectivamente. Durante as manhãs do Festival também serão ofertadas oficinas a preços populares (e algumas gratuitas) para artistas interessados em mímica, acrobacia, preparação corporal, dramaturgia e atuação.

Idealizado pelos Clowns de Shakespeare e realizado junto com A Boca Espaço de Teatros, Arkhétypos Grupo de Teatro, Atores à Deriva, Bobox Produções, Bololô Cia. Cênica, Cia. Bagana de Teatro, CDTAM, Cia. Violetas, Coletivo Provisório, CORES Teatro, EDTAM, Gaya Dança Contemporânea, Giradança, Grupo de Teatro Eureka, Habitat de Atores, La Paloma, Pele de Fulô, Praieira Filmes, S.E.M. Cia de Teatro, Sociedade Cênica Trans e Tropa Trupe, toda essa festa só vai ser possível graças a união desses artistas e grupos locais que formaram a LAPADA DE GRUPOS para levantar e produzir uma festividade de cultura viva e efervescente em terras potiguares.

É importante salientar que todos grupos convidados não estão recebendo cachês de apresentação. E como gente de teatro tem a subversão no seu DNA, com o menor financiamento destes quatro anos, essa será a maior edição d’O Mundo Inteiro é um Palco, com 30 apresentações e a participação de 24 grupos de 07 estados do país, que levarão o seu trabalho ao público natalense, em 11 espaços da cidade. A atitude é da ação. Propositiva, positiva, afirmativa. Os fazedores de teatro de Natal e do Brasil estão vivos, e sabendo que precisam se reinventar para se manterem ativos. Resistir e (re)existir. Resistência e (Re)existência!

PROGRAMAÇÃO POR DIA Vai começar a 4ª Edição do Festival O Mundo Inteiro é Um Palco!

23 de setembro

[espetáculos]

Debaixo da pele – Grupo de Teatro Eureka (RN) | EDTAM | 19h

Tombo da Rainha - Grupo Pele de Fulô (RN) | Pinacoteca | 19h

Atores e autores | Barracão Clowns | 20h

Prólogo primeiro - Caixa do Elefante (RS)| Barracão Clowns| 21h

24 de setembro

[oficina] Entre o ator, a manipulação e o objeto: A cena em conjunto em um teatro relacional - Carolina Garcia (RS) | EDTAM | 9h30 – 13h30

[cortejo de abertura] Boi Galado (RN) e Boi Marinho (PE) | Barracão Clowns | 16h

[lounge] Zé Smith| Barracão Clowns | 20h

[espetáculo] Prólogo primeiro - Caixa do Elefante (RS) | Barracão Clowns | 21h

25 de setembro

[espetáculos]

Rascunho - La Paloma (RN) |Parque das Dunas | 10h

#alôcadocabelo - Tropa Trupe (RN)| A Boca | 19h

Fogo de Monturo - Arkhétypos Grupo de Teatro (RN) | Pinacoteca | 19h

Prólogo primeiro - Caixa do Elefante (RS)| Barracão Clowns| 21h

[lounge] Sessão de Curtas – Praieira Filmes| Barracão Clowns| 20h

26 de setembro

[oficina] Este corpo vai para onde? - Lineu Gabriel e Eduardo Albergaria (PE) |EDTAM| 9:30h – 13:30h

[mesa-redonda] A Formação de Grupos na Contemporaneidade - Eduardo Pellejero, Anderson Leão, Marcelo Flecha |DEART| 14h

[espetáculos]

Prometeu - Habitat de Atores (CE) | A Boca | 19h

Conversas com meu pai - Janaina Leite e Alexandre Dal Farra (SP) | Barracão Clowns| 21h

[lounge] Dudu Galvão| Barracão Clowns| 20h

27 de setembro

[oficinas]

Cena Depoimento - Janaina Leite (SP) |Espaço A3| 9h – 13h

Este corpo vai para onde? - Lineu Gabriel e Eduardo Albergaria (PE) |EDTAM| 9:30h – 13:30h

[mostra de processos I] – Pele de Fulô e Gaya Dança Contemporânea | Espaço A3 | 15h

[espetáculos]

Ruína de Anjos - A Outra Companhia de Teatro (BA) | Largo Dom Bosco em frente ao TAM | 18h

A Mulher Monstro - S.E.M. Cia de Teatro (RN) | A Boca | 19h

Conversas com meu pai - Janaina Leite e Alexandre Dal Farra (SP) | Barracão Clowns| 21h

[lounge] Carol Piñero| Barracão Clowns| 20h

28 de setembro

[oficina] Este corpo vai para onde? - Lineu Gabriel e Eduardo Albergaria (PE) |EDTAM| 9:30h – 13:30h

[mesa-redonda] Dramaturgia, processo e coletividade: uma análise combinatória - Alexandre Dal Farra, César Ferrario e Marcelo Flecha |Casa da Ribeira| 14h

[espetáculos]

Ruína de Anjos - A Outra Companhia de Teatro (BA) | Largo Dom Bosco em frente ao TAM(ponto de encontro)| 18h

Sem Conservantes - Giradança (RN) | A Boca | 19h

Conversas com meu pai - Janaina Leite e Alexandre Dal Farra (SP) | Barracão Clowns| 21h

[lounge] Sessão de Curtas – Coletivo Caboré| Barracão Clowns | 20h

29 de setembro

[oficinas]

V@z(adouro) de contradições - Joana Knobbe (SP/RN) |Espaço A3| 9h – 13h

Mímica corporal dramática - Javier Cencig (Argentina/SP) | Gira Dança| 9h-13h

[mostra de processos II] – Cores Teatro e Grupo Arkhétypos de Teatro | Espaço A3 | 15h

[espetáculo] Palafita - Grupo Fuzuê (CE) | A Boca | 19h

[lounge] Shicó do Mamulengo| Barracão Clowns | 20h

[espetáculo] Eu Sou - Helder Vasconcelos (PE) | Barracão Clowns| 21h

30 de setembro

[oficinas]

V@z(adouro) de contradições - Joana Knobbe (SP/RN) |Espaço A3| 9h – 13h

Mímica corporal dramática - Javier Cencig (Argentina/SP) | Gira Dança| 9h-13h

[leitura dramatizada] A máscara e a sombra. L’arte della cortigiana! – Joice Aglae |DEART| 14h

[espetáculos]

Memórias de Quintal - Bololô Cia Cênica (RN) | A Boca | 19h

Tu sois de onde? - Lineu Gabriel Guaraldo (PE) | Barracão Clowns| 21h

[lounge] Drag Night| Barracão Clowns | 20h

01 de outubro

[oficinas]

Mímica corporal dramática - Javier Cencig (Argentina/SP) | Gira Dança| 9h-13h

Acrobacia Solo, Duo Acrobático e Equilíbrio - Edmar Cândido e Eric Vinícius (CE) |Galpão Tropa Trupe | 15h-18h

[espetáculos]

Sancho Pança - O fiel escudeiro - Tropa Trupe (RN)| Pinacoteca | 17h

Casa do Louvor - Cia. Bagana de Teatro (RN) | Pinacoteca | 18h

Quando a vela apaga - S.E.M. Cia de Teatro (RN) | Pinacoteca | 19:30h

Tu sois de onde? - Lineu Gabriel Guaraldo (PE) | Barracão Clowns| 21h

[lounge] Atores e Autores| Barracão Clowns | 20h

02 de outubro

[oficina] Acrobacia Solo, Duo Acrobático e Equilíbrio - Edmar Cândido e Eric Vinícius (CE) |Galpão Tropa Trupe | 9h-12h

[espetáculos]

1,2,3... conto outra vez – Grupo Estação de Teatro (RN) | Parque das Dunas| 10h

Gonzagando - Cia. de Dança do Teatro Alberto Maranhão (RN) | Pinacoteca | 17h

Quando a vela apaga - S.E.M. Cia de Teatro (RN) | Pinacoteca | 19h

Violetas - Cia Violetas de Teatro (RN) | A Boca | 19h

Aquilo que o meu olhar guardou para você - Grupo Magiluth (PE) | Barracão Clowns| 21h

[lounge] Joana Knobbe| Barracão Clowns | 20h

SERVIÇO

Festival O Mundo Inteiro é um Palco - ANO IV | Resistência e (Re)existência

De 23 de setembro a 02 de outubro em Natal/RN

Informações e ingressos: Barracão Clowns (84) 3221-1816
www.clowns.com.br