Bruno Pinto en Poeme-se, Artistas, Músicos e Atores, Estudantes Assistente de Serviços de Comunicação • Câmara Municipal de Jaboticabal 21/10/2016 · 2 min de lectura · 2,5K

A música que há em mim saúda a música que há em você.

A música que há em mim saúda a música que há em você.

Visto que hoje é dia de muita festa, muito axé e muita vibração, bem oportunos seria falarmos de músicas que como trilhas sonoras para esse fim de semana,fazem da nossa vida um eterno filme. O ser humano tem esse anseio de compartilhar o que sente ser ouvido e tornar certos momentos eternos, para que mesmo na nossa frágil mortalidade sintamos a sensação de viver para sempre nem que seja em um breve momento.


A música que há em mim saúda a música que há em você.

Cantar nos faz botar pra fora aquela emoção engasgada na garganta, nos permite ouvir a gente mesmo em um momento de tristeza ou euforia, a gente com a gente mesmo. Ouvir uma música com a qual nos identificamos nos dá animação para prosseguir na rotina diária. Dançar então ao som daquela música que gostamos, espanta todas as vibrações ruins e trazem energias positivas além de ser bom pra nossa saúde física e mental.


A música que há em mim saúda a música que há em você.

O interessante é que até meus amigos surdos têm uma ligação bem interessante com a música, alguns que têm surdez profunda mesmo não ouvindo nada apenas sentindo a vibração da música, conseguem dançar muito bem por sinal, e às vezes até simular que estão cantando, tenho um que ama mexer com aparelhos de som e colocar no carro para fazer barulho, tem uma amiga que ouve bem pouco e consegue cantar músicas de forma bem clara e sabe até uma ou outra em inglês. Realmente a música e os sons mexem com a gente de alguma forma muito bela.


A música que há em mim saúda a música que há em você.

Quem nunca teve aquela sensação ao viajar de ônibus ouvindo a música predileta, de estar performando um videoclipe, pois essa é uma das melhores sensações ao viajar de ônibus haha. Sem contar a vontade de cantar em voz alta e encher a paciência de todo mundo. Mas só de poder passar esse tempo com o foninho de ouvido e esquecer do mundo por algumas horas, ser apenas você com você mesmo já é de uma beleza enorme.


A música que há em mim saúda a música que há em você.

Músicas que despertam o melhor ou o pior em você, alegram ou entristecem, te levam a ação ou te fazem cair em depressão, enchem todo o seu ser, ou esvaziam qualquer temor. Não é a tôa que muitas igrejas dão prioridades a louvores em seus cultos pois sabem que irão atrair ainda mais as pessoas. Comerciais e jingles se aproveitam da nossa tendência ao musical para chamar nossa atenção, e trilhas sonoras estão cada vez mais sofisticadas nos filmes que são lançados no cinema.


A música que há em mim saúda a música que há em você.

Tente encontrar a musicalidade dentro de você. Assim como uma linda melodia que consegue exercer harmonia do início ao fim de uma canção, tente fazer com que sua vida tenha essa harmonia entre você e o mundo ao seu redor. Tente escutar cada dia o som de seu coração, a batida forte que nos move e nos faz viver a cada dia. E quando no mais triste e silencioso dia se encontrar desanimado demais para  prosseguir, encontre nem que seja uma única nota musical dentro de você e ouça atentamente sua respiração de forma bela ressoar, acredite você não estará perdendo nada por tentar, pelo contrário estará se dando uma chance para se amar.


A música que há em mim saúda a música que há em você.

Matéria original em: http://www.labirintodeideias.com.br/single-post/2016/10/21/A-m%C3%BAsica-que-h%C3%A1-em-mim-sa%C3%BAda-a-m%C3%BAsica-que-h%C3%A1-em-voc%C3%AA


Eu concordo con vc.

0
Bruno Pinto 28/10/2016 · #7

@Henri Galvão Obrigado! É muito bom ouvir isso de outro apreciador de música ^^

+2 +2
Henrí Galvão 28/10/2016 · #6

É ótimo ler um texto de alguém que entende a música como muito mais que ondas sonoras, mas também como o próprio pulsar da vida. E dar "uma chance para se amar" é uma ótima maneira de colocar isso em palavras.

+3 +3
Bruno Pinto 21/10/2016 · #5

Muito verdade @Franciane Nunes Paciência Torres! É incrível isso não é! Como ela tem o poder de nos sensibilizar, fazer pensar e nos acalmar. Obrigado pelo comentário!

+2 +2

Tenho que levar música para qualquer lugar que eu vá, mesmo que eu não esteja ouvindo, de fato, levo na minha mente, no meu subconsciente. Quando vou para casa da minha avó, no interior, então...meu fone de ouvido sofre rsrs. A música, mais precisamente o bom e velho Rock n' Roll, me ajuda muito a pensar criticamente, a ter sensatez e a colocar para fora tudo o que sinto, inclusive a raiva e a tristeza. Em relação aos surdos..eles possuem mais sensibilidade e sentem mais a música que aqueles que ouvem muito bem. Parabéns pelo artigo, @Bruno Pinto.

+4 +4
Luizia🐝 Patrício 21/10/2016 · #3

Falou tudo musica é vida!!! #2 ah como não compartilhar! Preciso tranmitir vida a outras abelhas .

+1 +1
Bruno Pinto 21/10/2016 · #2

@Luizia Patrício Você é um amor, obrigado por acompanhar :)
Música é vida haha

+1 +1
Luizia🐝 Patrício 21/10/2016 · #1

Super mel . Amo música, não ouso nada qie me desanime a musica tem um poder de levar você a lugares,trazer pessoas e momentos . Animar quando você precisa . Tem musicas que são palavras que você jamais as expressariam por diversos motivos. Parabéns pelo mel.

+2 +2