Cristiane Bittencourt Spinelli en Diretores e Executivos, beBee em Português, Negócios e Empresas Coach de vida e relacionamento • Coach Cristiane Spinelli 30/8/2016 · 4 min de lectura · 2,0K

A Estratégia do Olho de Tigre

A Estratégia do Olho de Tigre


A Estratégia do Olho de Tigre, foi um livro lançado no ano de 2011, pelo autor brasileiro Renato Grinberg. Embora tenha se passado 5 anos de seu lançamento, todo o seu conteúdo se faz necessário no mundo dos negócios e estratégicas para uma análise pessoal e profissional. 

O nome "Estratégia do Olho de Tigre" foi inspirado no filme Rock Balboa, especificamente na cena de uma luta que ele já se encontrava no seu limite, aparentemente cansado e muito machucado, pois o seu adversário estava levando vantagens por ser muito forte. Porém, antes mesmo de se preparar para a luta, Rock Balboa sentia medo e, essa emoção fez com que ele não enxergasse todo o seu potencial e fortalezas necessárias para encarar o seu adversário. No momento da luta, no qual Rock Balboa estava na desvantagem, estrategicamente o seu técnico o motivou gritando "Eyes of the Tiger" (Olhos de Tigre). Ao ouvir esta frase, Rock Balboa, o incrível boxeador vivido pelo ator Sylvester Stallone, criou forças e mirou no seu alvo dando o melhor de si e confiante do seu potencial, conseguiu vencer a luta. 

O que faz buscar o seu melhor e identificar a hora de mudar é exatamente essa ideia de possuir "Olho de Tigre", que em certas ocasiões significa olhar um obstáculo aparentemente intransponível e mesmo assim não sentir medo e "ir para cima". Em outras, é ter coragem para reconhecer suas limitações e humildade para aprender com os próprios erros. No filme,  o lutador caía, levantava, batia e treinava como um louco para alcançar o melhor desempenho.

Diz o autor sobre sua motivação em estudar e associar a ideia do Olho de Tigre às "lutas" da vida profissional. 
Para sobreviver em seu ambiente desafiador, o tigre percorre todo o seu território sempre em alerta, trava grandes batalhas para se manter vivo e encara inimigos desconhecidos e, até mesmo, maiores que ele. Quando ele está a frente de seu alvo, ele observa, avalia os riscos e o momento certo para agir. Nem sempre, a sua primeira investida é bem sucedida, porque seu adversário reluta com bastante força. Porém, sem perder o seu alvo de vista, ele analisa um melhor ângulo e  recomeça a sua luta com bravura e modifica seu movimento de modo que suas fortalezas predominam a fraqueza de seu adversário e, logo, é bem sucedido em sua missão. 

Ações como essas, o autor Renato Grinberg, compara com as diferentes batalhas travadas no mundo dos negócios por inúmeros profissionais, executivos e empreendedores que precisam enfrentar obstáculos para vencer e alcançar seus objetivos. 

Utilizar as Estratégias do Olho de Tigre na vida pessoal e profissional, é uma forma de não perder seus objetivos de vista, avaliar suas fortalezas e fraquezas, criar métodos necessários para agir no momento certo e ter decisões que possam permitir os resultados esperados e com êxito. 
Cristiane Bittencourt Spinelli.

VEJA ABAIXO ALGUMAS DICAS QUE O LIVRO ORIENTA SOBRE DESENVOLVER "A ESTRATÉGIA DO OLHO DE TIGRE"

1) AJA COMO UM CAÇADOR

Os grandes predadores encaram suas presas com a mesma confiança e eficiência quando chega o momento do ataque. 

Na realidade do profissional, a busca por melhores oportunidades, o objetivo de chegar ao topo em seu negócio, alcançar realizações pessoais e corporativas, é uma caça diária. A cada nascer do sol, é um desafio diferente. 

Como se preparar para a "caça perfeita", ou seja, como saber buscar oportunidades?

Ter consciência de seus pontos fortes e pontos fracos é uma forma honesta de se autoavaliar, para ser realista ao definir objetivos que estejam alinhados com as suas habilidades e limitações. 

Um tigre, por exemplo, não tem a visão como sentido mais aguçado, embora possua um olhar assustador. Entretanto, por possuir este ponto fraco, ele desenvolveu como ponto forte à audição entre outras habilidades que, é capaz de perceber presas a grandes distâncias e isso não o impede de manter a garra, respeito e êxito na maioria de suas batalhas.

Trazendo para a rotina do ser humano, para iniciar uma "caça" perfeita se faz necessário o auto conhecimento para saber identificar quais as oportunidades que você tem no momento e quais você pode explorar, quais são as ameaças que você enfrenta no mundo corporativo e/ou negócios que podem prejudicar a sua performance e/ou resultados, quais são as suas fraquezas que precisam ser trabalhadas para se aproximar do seu alvo. 

Com raríssimas exceções, ninguém está no lugar certo e na hora certa. As pessoas se colocam diante das oportunidades. A qualidade de quem aproveita as oportunidades não está nas oportunidades em si, mas sim na visão de quem as aproveita e também em estar preparado para elas.

Diz o autor sobre  desculpas de como "estava no lugar certo, na hora certa". 

2) SEJA MELHOR QUE SEUS CONCORRENTES

Esteja a frente e não permita que os altos e baixos, bem como os "nãos" que surgem no caminho, afetem a esperança e vontade de ir além.
Segundo o autor,  os tigres dedicam boa parte do seu tempo e energia para defender o seu território. As tentativas de invasão por disputa de espaço são frequentes, consequentemente aumenta a competição e vence sempre o melhor. 

Não é diferente na realidade corporativa e negócios. Para que o profissional possa se destacar, é importante que entenda o seu território e o defenda com energia e resiliência para inovar superando as ameaças e construindo soluções inovadoras para novos problemas e, sabedoria na construção de alternativas para problemas conhecidos. Jamais perca a humildade e, lembre-se que a simplicidade pode ser a solução. 

O mundo dos negócios é como o mundo natural: quem não evolui desaparece.


3) MIRE OS GIGANTES

A Estratégia do Olho de Tigre
Somos movidos e motivados a buscar cases de sucesso de pessoas que são ícones no mundo dos negócios, ou, profissionais que realizam e/ou realizaram grandes impactos nas corporações, ficaram famosos e muito ricos. 

Qual é o diferencial dessas pessoas? Por que elas e não eu, você ou qualquer outra pessoa do nosso convívio? Não há receita para o sucesso, mas há inspirações que podem conduzir as grandes ideias e estratégias poderosas para despertar a vontade crescente de decolar. Uma dica essencial que, inclusive, o livro propõe a refletir e, particularmente eu busco aplicar também na minha vida, é estudar a biografia dessas pessoas de sucesso, investigar suas atitudes e buscar entender como elas se tornaram tão bem-sucedidas e tão excepcionais. 

Não há mistério e você tem duas opções: venerar essas pessoas como "deuses inatingíveis " e achar um máximo suas histórias de sucesso e superação, ou, através de suas histórias, escrever a sua própria biografia e aprender com elas como se posicionar para ser um vencedor. Veja essas pessoas como seres humanos comuns que possuem habilidades especiais e, através de muita dedicação, estudos e busca por se relacionar com as pessoas certas e com um "Olhar de Tigre" que busca enxergar nas dificuldades às grandes oportunidades de se reinventar. 

Quando alguém repete mentalmente que não tem determinado talento, é óbvio que nunca o terá. Se a própria pessoa se menospreza, por que o mundo faria diferente?

Diz o autor sobre autoconfiança e talento.


Isto posto, ao redigir este resumo sobre o livro, me fez refletir que as nossas desculpas não podem ser maiores que as nossas ações para sair da zona de conforto. Sem perceber, em alguns momentos, criamos desculpas confortáveis para "maquiar" uma estagnação profissional ou lamentarmos por um resultado não ter saído como o esperado,  transferindo motivos para a vida pessoal ou alguém. 

O mundo dos negócios é uma selva. Somos caçadores de oportunidades e lutamos diariamente por nosso espaço e sobrevivência nesse mundo tão cheio de surpresas, desafios e condições que nos colocam a prova o nível de nossa determinação para continuar lutando por nossos ideais. Não se abater com um momento "difícil" e enxergar com Olhos de Tigre é um diferencial para analisar o que dá certo e o que não dá. 

Um gênio é formado por 1% de inspiração e 99% de transpiração

Thomas Edison.

O que você está esperando para defender o seu território e ir em busca de suas realizações? Nada é impossível enquanto há vida. 

Termino este artigo com o pensamento do próprio autor, Renato Grinberg:

O amor é a têmpera que humaniza os fortes. E, sem dúvida, esse é mais um dos segredos de quem conseguiu desenvolver o Olho de Tigre e se tornou, humano, íntegro e vencedor.

Mire o alvo e jamais desista de sua batalha. 


Cristiane Bittencourt Spinelli.

Muito bom!!!

0

Muito interesante. Eu goste e quero melhorar.

+1 +1
Luizia🐝 Patrício 7/10/2016 · #7

Otimo conteúdo @Cristiane Bittencourt Spinelli! Bem sugestivo a trilha sonora hehehe @Marcos Vinicius Fernandes Ferreira.

+2 +2

Este texto acorda para a realidade e nos faz enxergar que: ou a gente evolui ou a gente é tragado pela acomodação, enxergar que é preciso haver flexibilidade para vermos além do óbvio e também mostra que é preciso enxergar, encarar e melhorar nossas fraquezas. @Cristiane Bittencourt Spinelli, obrigada por trazer este texto que é super atual e que, principalmente agora, diante da crise econômica, se faz necessário ter olhos de tigre. Abraço!!

+3 +3
Thiago Smicelato 30/8/2016 · #3

não só de sonhos vive o homem!

+4 +4