DILMA BALBI -📃 Engenharia&gestão in beBee em Português, Planejamento Econômico Financeiro, Negócios e Empresas Gestora Contratos - Coordenação Jan 19, 2017 · 1 min read · 2.7K

Tá perdendo dinheiro não?

Tá perdendo dinheiro não?

Investimentos... aquisições de itens mais "valiosos"...aposentadoria....

Decisões relevantes que, para além da correria nossa de cada dia, se apresentam e envolvem dinheiro. E, para o bem ou para o mal, dependem do critério que adotamos para escolher.

Escolher, quando se reflete de maneira um pouco mais detalhada, é decretar a "morte" de um dos lados da escolha.

Se a opção preferida for "A" significa que "B" estará fadado à morrer, acometido pela venenosa pena que atinge tudo aquilo que fica no terreno das opções preteridas, ou seja, o mais profundo e letal esquecimento.

Se um dos lados, seguindo esta lógica, vai morrer, então o critério de desempate, o critério de "vida X morte" é dos mais importantes!

Mas... qual é mesmo o critério que se adota para escolher?

Iniciamos a analise confrontando as opções pelo viés do que nos parece mais simples, mais vantajoso, mais "alegre" ... É assim que se dá a captura da nossa atenção, num primeiro plano.

E, como seres "inteligentes", partiremos para traçar toda uma serie de processos mentais de causa e efeito que acabem por justificar para nós mesmos a escolha já feita

No entanto, quem sabe a escolha não se deu por "preservação", por "deturpação, por "comodismo", por uma aversão imatura ao risco, ou até mesmo por preguiça?

Nosso critério é realmente "racional" e "espertinho?"

Estudiosos do tema têm se manifestado a respeito da nossa "bios" para a escolha e o quanto podemos "afinar" nossa adaga de escolha entre a vida da opção A e a morte da opção B.

Investimos, por exemplo, no que tradicionalmente dá certo? Ou seja, projetamos uma expectativa de rentabilidade futura com base no passado?

E este fator, de per si, justifica a acomodação em investimentos realizados sob os auspícios do cafezinho ofertado pelo nosso amabilíssimo gerente de banco?

Pensando um pouco mais : tá perdendo dinheiro não?

Pensologoinvisto



#2 então está na hora de pensar em diversificar um pouco , não é? quem sabe não "entra mais dindin"? rsrsrs []'s e obrigada pelo comentário

+1 +1

#1 A "compra"do risco deve sempre ser bem avaliada, não é? Com ou sem crise (rsrsrs)m[]'s e obrigada pelo comentário

+2 +2
Jakson Dias Jan 19, 2017 · #2

Difícil responder essa pergunta! Eu costumo ser muito conservador quando se trata de guardar meu dinheiro

+2 +2
Thiago Smicelato Jan 19, 2017 · #1

Ótimas dicas Dilma!!!
Lembrando que nessa época de crise devemos ter muito cuidado, claro!

+2 +2