ᗩᒪᕮ᙭ ᒎᑌᔕƬƗᘉ〇 en Profissionais Administrativos, beBee em Português, Music / Música CEO - CoFundador • Fabrica De Ideias 17/3/2017 · 3 min de lectura · 1,6K

Os Pensamentos Destroem Mais Também São Capazes De Curar - Feridas da Alma

Os Pensamentos Destroem Mais Também São Capazes De Curar - Feridas da Alma

A saúde e a doença são vistas atualmente como um complexo equilíbrio que nasce da interação entre o corpo e a mente, entre o organismo e os pensamentos. Pouco a pouco vamos superando as visões simplistas que tiravam importância da influência do mundo subjetivo sobre nossos corpos e, portanto, sobre a doença e a cura.

A medicina convencional paulatinamente vai ganhando consciência das limitações da sua abordagem. O século XX foi marcado por um paradigma no qual predominou a ideia do corpo-máquina. Visto através dessa ótica, o organismo era como um aparelho feito de diferentes peças, e a doença era uma disfunção em alguma dessas partes, tanto funcional quanto estrutural.

“Se você não age como pensa, vai acabar pensando como age.”
–Blaise Pascal–

Contudo, graças aos próprios avanços da medicina, pode-se comprovar que a dimensão interior tem uma forte influência, seja direta ou indireta, no estado de saúde de qualquer pessoa. Além disso, esta influência é ainda mais marcada sobre o estado de saúde percebido. Por isso dizem que os pensamentos – com a sua influência – adoecem e matam, mas também curam.

A medicina farmacológica e a medicina dos pensamentos

Bruce Lipton é doutor em Biologia Celular e autor de vários livros. Ele se aprofundou no tema da saúde, da doença e da influência dos pensamentos nesses processos. Suas descobertas e raciocínios são incrivelmente interessantes.

Lipton aponta que a medicina farmacológica é, virtualmente, um fracasso. Isto se deve ao fato dos remédios químicos, todos eles, causarem efeitos tanto ou mais adversos que a própria doença. Ele garante que, inclusive, muitos desses remédios levam à morte com o tempo.

Ele também afirmou que o entorno natural da célula é o sangue e que, por sua vez, as mudanças no sangue são determinadas pelo sistema nervoso. Ao mesmo tempo, o sistema nervoso é o entorno natural dos pensamentos e sentimentos. Portanto, do ponto de vista de Lipton, são os pensamentos e os sentimentos que, em última instância, adoecem e, consequentemente, os que também têm a possibilidade de ajuda na cura.

O poder dos pensamentos so