Flávio Rodrigues Vieira en Profissionais Administrativos, Negócios e Empresas, Logística e Operações Analista de negócios / Business Analyst • Mainland 3 6/10/2016 · 2 min de lectura · 1,0K

Como sua empresa pode superar a crise em 10 passos

Como sua empresa pode superar a crise em 10 passos

Em um momento de crise como agora, os empresários buscam alternativas para manter seus negócios de pé. Tentam reduzir investimentos e adiam planos de expansão, mas é preciso que essa decisão seja seguida de planejamento, caso contrário o empreendimento pode acabar entrando para a estatística de negócios fechados durante a crise, segundo Danilo Timich, sócio co-fundador da Bizup Consulting.

“Para aqueles que conseguirem ultrapassar fases como a atual mantendo a saúde financeira, ainda que em um nível mais baixo de atividade, o prêmio pode ser compensador. Após o período de crise, as oportunidades costumam encontrar o mercado ainda desestruturado e, portanto, acabam nas mãos daqueles que se prepararam melhor e permaneceram ativos e alertas”, afirma o especialista.

Para isso, Timich elencou dez dicas essenciais para as empresas superarem a crise econômica:

1. Prospecção de novos clientes

Os concorrentes estão retirando o pé do acelerador. Assim, surge a oportunidade para prospectar novos clientes e analisar potenciais novos mercados. Não é necessário grande investimento de capital, mas é preciso se planejar para estar estruturado quando a conjuntura der os primeiros sinais de retomada.

2. Reavaliar produtos e serviços

Quando o dinheiro fica mais escasso, os consumidores alteram seus hábitos de consumo. É importante identificar as novas demandas geradas pela crise e reavaliar todos os produtos e serviços oferecidos pela sua empresa.

A oferta deve ser reformatada priorizando sempre aqueles produtos e serviços mais rentáveis e com melhor geração de caixa. Alguns exemplos são: repaginar o produto, criando por exemplo embalagens econômicas; oferecer serviços mais simples e mais baratos, descontos para compras maiores, premiação de vendedores e revendedores mais eficientes.

3. Evitar endividamento

É preciso evitar a qualquer custo a entrada em uma espiral de endividamento, o que costuma ser fatal, particularmente para os negócios em fase inicial somados à circunstância da crise.

4. Entender a crise

É necessário analisar a situação para entender quais impactos positivos e negativos a crise proporciona a seu negócio. Após essa análise, repense e reoriente as ações no sentido de favorecer a geração de caixa.

5. Diferenciar despesas de custos

Costuma ser frustrante a tentativa de redução das despesas sem a revisão profunda de estrutura, que pode ficar debilitada se as economias geradas pel