Flávio Rodrigues Vieira en Profissionais Administrativos, Negócios e Empresas, Logística e Operações Analista de negócios / Business Analyst • Mainland 3 29/9/2016 · 2 min de lectura · 2,4K

Setor de seguros cresce dois dígitos e ganha representatividade no PIB brasileiro

Setor de seguros cresce dois dígitos e ganha representatividade no PIB brasileiro

Mercado totaliza receitas de R$ 365 bilhões em 2015, e a projeção é de crescimento de até dois dígitos neste ano

Ano após ano, o mercado segurador apresenta crescimento e ganha mais relevância no PIB brasileiro. Nem mesmo a turbulência política e econômica vista recentemente interrompeu essa trajetória de alta, dando destaque ao setor na economia brasileira.

Esse mercado representa 6,2% do PIB do Brasil, de acordo com números apresentados no Relatório de Sustentabilidade do Setor de Seguros em 2015, elaborado pela Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg). Em 2011, a representatividade do setor na economia era de 4,98%.

Apenas no ano passado, a arrecadação do mercado segurador cresceu 11,6% em relação a 2014, alcançando a cifra de R$ 365 bilhões. Desconsiderando os planos de acumulação (Família VGBL e PGBL), a evolução foi de 9,2%, subindo de R$ 246,4 bilhões para R$ 269 bilhões.

Os números confirmam que os brasileiros estão cada vez mais preocupados em garantir a estabilidade financeira própria e de seus familiares, protegendo-se contra imprevistos de diferentes naturezas. Este ano a CNseg projeta um avanço de 8% a 10% no faturamento global do mercado de seguros. Isso se deve à avaliação de que os consumidores querem manter o acesso à saúde privada, aos planos de previdência e aos seguros de vida a despeito de um momento econômico mais desafiador.

O setor é importante em termos de movimentação na economia pelo seu retorno à sociedade. De acordo com a CNseg, os pagamentos, que envolvem sinistros, indenizações, sorteios e resgates, totalizaram R$ 234,5 bilhões apenas em 2015, crescimento de 13,1% sobre o ano anterior. Adicionalmente, foram devolvidos à sociedade R$ 15,1 bilhões via pagamento de impostos.

Seguro de vida

Os seguros de pessoas têm ganhado relevância porque se adaptaram às muda