Franciane Nunes Paciência Torres en Motivação e Inspiração, beBee em Português, Desenvolvimento Humano Bebee • Brand Embassador 23/9/2016 · 1 min de lectura · +200

O que temos a aprender com a carreira de Michael Jordan!


O que temos a aprender com a carreira de Michael Jordan!

Michael Jordan elevou a maior liga profissional de basquete, a NBA, a outro nível, além de ter sido um dos responsáveis pela popularização do basquete fora dos E.U.A. Ele também influenciou crianças e adultos espalhados pelo mundo inteiro. 

Jordan coleciona números: foi seis vezes campeão da NBA, eleito cinco vezes o melhor jogador da temporada regular, seis vezes o melhor jogador das finais, cestinha da liga em dez temporadas, duas vezes campeão olímpico e nas olimpíadas de Barcelona, e integrou a melhor seleção mundial de basquete da história. 

Definitivamente, o Pelé das quadras de basquete. São poucas pessoas no mundo que são referência em sua área profissional como ele é. Com certeza, temos muitas coisas a aprender com o Michael Jordan.

Veja algumas lições que este ícone do esporte mundial tem a nos ensinar:

Decisivo até o último segundo: 

No basquete existe uma situação que é chamada de Clutch Time – quando o cronômetro está perto de zerar -, com certeza, um dos momentos de maior pressão, pois uma cesta pode trazer a vitória ou levar à derrota. Por diversas vezes o time confiava ao Jordan o último “chute”, sabiam que ele era decisivo, pois era um jogador com um alto poder de precisão. Para alcançarmos o sucesso e termos a confiança de nossa equipe, devemos estar sempre preparados.

Sua história não começa nos melhores momentos: 

Até chegar a ser o maior jogador de basquete da história, Michael Jordan treinou bastante. E depois de ter se tornado o maior, continuou treinando. Ele sempre foi o primeiro a chegar aos treinos e o último a sair. Para trilhar os caminhos do sucesso, não há dúvidas que precisamos nos dedicar ao máximo.

Superação: 

Jordan errou mais de 9 mil arremessos, perdeu mais de 300 jogos, falhou 26 vezes em que seu time confiou a ele o “chute” da vitória. Mas ele superou todos esses erros. Em vez de desistir, ele continuou, treinou e se superou. 

Não somos perfeitos e podemos cometer erros. O que diferencia aqueles que alcançam seus objetivos e aqueles que desistem, está em como reagem ao erro. Uns apenas desanimam e desistem, já outros usam o erro para encontrar o caminho correto e alcançar a vitória. Eu falhei uma vez e outra e outra, e novamente em minha vida. E é por isso que tenho sucesso.
Michael Jordan.


História tirada do artigo: O que a brilhante carreira de Michael Jordan pode nos dizer sobre como alcançar o sucesso.