Rowan de Araujo in PROFISSIONAIS EM ADMINISTRAÇÃO, Profissionais Administrativos, Recursos Humanos Conselho de Mineração e Siderurgia da Associação Comercial e Empresarial de Minas Gerais Mar 23, 2019 · 2 min read · 3.8K

A Diferença vai estar nas pessoas. Estamos na Administração do século XXI. A diferença do Capital Humano X Capital Físico. Preparando as Pessoas Para o Sistema e o Sistema para as Pessoas. O foco é o Capital Humano

rowanpedro@gmail.com - Rowan Pedro de Araújo - é membro do Conselho Empresarial de Mineração e Siderurgia de Minas - ACminas - Membro do Conselho de Administração da Costa & Faber - Agronegócio

A Diferença vai estar nas pessoas.  Estamos na Administração do século XXI. A diferença do Capital Humano X  Capital Físico. Preparando as Pessoas Para o Sistema e o Sistema para as Pessoas. O foco é o Capital Humano

.

Todo gestor tende a ser coach no século XXI para educar e treinar as suas equipes. Usando a habilidade humana e talento da pedagogia empresarial. Motivar as pessoas, aumentar o capital humano, comunitário da empresa e o operacional. Comunicar com assertividade e eficiência e formar grandes equipes. Preparando o sistema  para as pessoas e as pessoas para o sistema.   Tem um papel fundamental de ensinar administrarmos as diferenças, os ambientes e as diversidades, hoje presentes em todas as atividades. “Para ter um negócio de sucesso, alguém, algum dia, teve que tomar uma atitude de coragem.” (Peter Drucker)

CONCLUSÃO:

O capital físico e humano requer investimentos substanciais para adquirir e desenvolver. Além disso, as empresas precisam gastar muito dinheiro para consertar esses dois tipos de capital. Portanto, é crucial que os empreendedores e gerentes identifiquem e explorem fontes de ambos os tipos de capital disponíveis para aumentar o valor do negócio.Uma distinção clara entre os dois tipos de capital permitirá uma combinação adequada, resultando em um máximo de capital. produtividade e retorno das unidades de negócios.

A tendência global para assegurar a produtividade, competitividade, eficiência no que concerne a maximização de rendimento de pessoas, processo, tecnologia, comunicação, estratégias e projetos está centrada em capital humano, nas pessoas.  As empresas para serem eficientes e competitivas terão de ter pessoas qualificadas. As empresas serão digitais, cheias de inteligência artificial e sistemas inteligentes, automação e vão ser operadas com menos pessoas. As que não adotarem e  não investirem nesta direção de vanguarda global, vão ser destruídas pelo concorrente. Liderança, capital humano forte, benchmarking, market share agressivo, inovação e melhoria contínua. Novas estratégias, empresas cada vez mais coletivas competitivas, produtivas e eficientes guidas por uma comunicação de ponta. São temas indissociáveis da Administração  Moderna. 

Capital Humano,  gestão do conhecimento, retenção de talento, capital intelectual, DHO -Desenvolvimento Humano Organizacional e Coaching é a atual ambiência de Administração dos RH´s - Pessoas e Talento. Líderes e Projeto de Sucessão, são temas ligados a vanguarda de capital humano, sempre associada a know how competitivo e sustentabilidade do negócio. Conhecimento é a energia de tudo isso e deve ter gestão, organização, controle, comunicação, manutenção e foco naquilo que deve armazenar, pesquisar e compartilhar. Assim como depurar.  Para isso dependendo do porte de  uma empresa de administração inteligente, agindo estrategicamente e inteligentemente, sempre cria uma universidade corporativa com um mix de objetivos, desde o fortalecimento de sua cultura organizacional, ao crescimento das pessoas, futuro, melhoria de know how, competitividade, capital humano e a sua própria cultura no que tange potencial de intelecto de gestão. Um dos exemplos de organização da Universidade Corporativa: