Rowan de Araujo in PROFISSIONAIS EM ADMINISTRAÇÃO, Profissionais Administrativos, Recursos Humanos Conselho de Mineração e Siderurgia da Associação Comercial e Empresarial de Minas Gerais 11/06/2019 · 1 min read · 1.9K

"A MAIORIA DAS EMPRESAS SACRIFICA AS PESSOAS EM FUNÇÃO DOS NÚMEROS. E É JUSTAMENTE O CONTRÁRIO”, DEFENDE O EXECUTIVO.

 "A MAIORIA DAS EMPRESAS SACRIFICA AS PESSOAS EM FUNÇÃO DOS NÚMEROS. E É JUSTAMENTE O CONTRÁRIO”, DEFENDE O EXECUTIVO.

rowanpedro@gmail.com -  Rowan Pedro de Araújo - é membro do Conselho Empresarial de Mineração e Siderurgia de Minas - ACminas -  Membro do Conselho de Administração da Costa & Faber - 



Ruben Fernandes - CEO da mineração que tomou esta decisão


Este é um exemplo positivo vivo e diferenciado. Porque muitas empresas não o praticam de verdade.

Muitas tem discursos maravilhosos, teorias e um marketing e endomarketing poderosíssimos, das teorias maiúsculas e práticas minúsculas, que impressionam pelo poder da Engenharia de Marketing, que ás vezes não refletem a realidade.

É comum entramos nas empresas e ver estampado em quadros em sua recepção: nossa missão, visão, crenças e valores, sempre dizendo e enaltecendo que as pessoas, os seus RH´s são os maiores patrimônios da empresa, que a empresa é uma família, etc. Mas tudo é mentira e artifícios para impressionar.

Chega na primeira crise demite 25% do quadro. Aí a pergunta; como desfaz então, 25% de patrimônio maior? Precisamos ser mais éticos, verdadeiros e transparentes. As empresas devem ter mais cuidado e ter um sendo nem mais de "empresas responsáveis" ao assumirem o que falam , escrevem, se comprometem e  formalizam tudo isto. Este conjunto de identidades, confiança e segurança é o que inspira, ou forma o DNA de uma empresa. 

O mais certo para mim, seria que  muitas   empresas  copiassem  este exemplo da Anglo com esta iniciativa ética, honesta, transparente e moderna do século XXI, fase global. em que tanto se fala em capital humano, capital operacional, capital comunitário, que se misturam no valor da  ética empresarial , compliance e a responsabilidade social, ambiental, fiscal, sustentabilidade, etc. Vimos este exemplo prático da Anglo, que merece os nossos aplausos. Um grande exemplo da mineração, para os demais segmentos empresariais. 

 Esta mentalidade e filosofia de gestão empresarial diferenciada, está precisando de divulgação para deste  tipo de exemplo, comprometimento e estratégias corporativas, e dirigidas por  executivos competentes, e  de pensamento holístico e sistêmico,  É justamente isso, que fará a diferença no século XXI. Executivos com esta qualidade, valor, coragem e ciência organizacional.

 Em março de 2018, ocorreram dois vazamentos no mineroduto da Anglo American , em Minas Gerais. Ruben Fernandes , à época CEO da mineradora inglesa no Brasil, suspendeu as atividades da unidade de minério de ferro por nove meses — até que se tivesse segurança absoluta para voltar a operar. Nenhum funcionário foi demitido. Hoje, aos 53 anos, CEO de metais básicos da companhia em Londres, o executivo tem certeza de que fez o que deveria ter sido feito. 

https://epocanegocios.globo.com/Revista/noticia/2019/06/ele-fez-coisa-certa.html?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=compartilharDesktop&fbclid=IwAR2O4hupzasH6SpPoVa5mQiND8G6c63St9BnuC6rq9nKY3cXgHs3mMM1FUw