As minhas experiências, como vejo: Marketing, Coaching, Saúde-Segurança-Meio Ambiente, liderança e projetos. A capacidade de gerenciamento e as relações com pessoas-processo-tecnologia e aprendizado. Os modismos e banalização do marketing e coaching no Brasil

As minhas experiências, como vejo: Marketing,  Coaching, Saúde-Segurança-Meio Ambiente, liderança e projetos. A capacidade de gerenciamento e as relações com pessoas-processo-tecnologia e aprendizado. Os modismos e banalização do marketing e coaching  no Brasil

A EXPERIÊNCIA DE TRABALHO E ACADÊMICA, UNIDAS À CERTAS OBSERVAÇÕES  QUE ME LEVAM ENXERGAR ESTAS RELAÇÕES NO CENÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO, MERCADO E  VISÃO DE COMPORTAMENTO DOS NEGÓCIOS 

Trabalhei em quatro das cinco regiões do Brasil. Atuei em áreas de explosivos, combustíveis de mineração e ferrovias,  qualidade total, gerenciamento de apoio logístico, projetos e obras de gasoduto, eliminação de risco de fatalidades em plantas industriais de pelotização de minério de ferro, gestão de infraestrutura administrativa e industrial,  instrutor de treinamento de redução de acidentes e melhoria / otimização de processos, ou gerenciamento da rotina. 

Fui professor de TGA e atuei como instrutor de treinamento. Hoje chamam isto de coache e coaching. Um especialista em RH fez o meu currículo e me chamou de coaching em 2015. Faz um ano que revisei e voltei a ser instrutor de Treinamento. Gosto, lido com mudanças, mas tive de ser conservador Os meus comentários não vão agradar uma legião de pessoas. 

O BRASIL - MODISMOS E USO INDISCRIMINADO DAS PALAVRAS AMERICANIZADAS, ASIATIZADAS E EUROPERIZADAS POR INTERESSES OU VONTADE DE SE MOSTRAR DIFERENTE

Temos modismos, americanização das coisas. O uso de palavras indiscriminadamente e não adequadamente que não obedecem nada. Daí surge a banalização das profissões, teorias e também de trabalho e valores . Os profissionais de Marketing foram os primeiros a pagar caro. A palavra Marketing foi alvo da profissão e conotação de marqueteiro, associada popularizar políticos corruptos, a exemplo de Duda Mendonça. 

    marqueteiro - substantivo masculino 1. indivíduo que trabalha em marketing.

        2. POR EXTENSÃO•PEJORATIVO indivíduo que se autopromove de maneira organizada e sistemática.


        Marketing pelo que sei é uma ferramenta da Administração Moderna que teve os primeiros conceitos baseados em mecanicidade de mercado. Mercado em Movimento. Marketing nunca foi venda.  Marketing é a ciência e a arte de explorar, criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado-alvo com lucro. Marketing identifica necessidades e desejos não realizados.

        A venda vai da fábrica para o consumidor. O Marketing vai do consumidor para a fábrica comunicando e alertando : o que o cliente quer como ele quer, por que ele quer, onde ele quer, por quanto ele quer. O que fazer para cativá-lo, fidelizá-lo, customizá-lo? Levar a qualidade para atender com satisfação bilateral e ganhar mercado, market share pelo 7P´s. Pesquisa, pessoas, processos, produto, preço, praça e promoção que usam, e que o Marketing teve desenvolvimento, inovação com Philip Kotler com 4P´s. Todos esforços, teorias e brilhantismo dos cientistas de Marketing, profissionais de Marketing, Bacharéis em Marketing, Mercadólogos e tudo que se vincula a profissão sofre pesados preconceitos e banalização em função do mau uso da palavra Marketing, e comparativo com “Marqueteiro” no Brasil que traz logo a ideia de picareta ou vendedores que vendem oque não cumprem em termos da qualidade. A profissão ganhou um tom injusto de picaretagem e deprecia os profissionais desta área. 

        O MODISMOS MAIS FOCALIZADO PARA  OBTENÇÃO DE VANTAGENS E ENGANAR

        https://totalidade.com.br/como-identificar-um-bom-coach-e-evitar-os-picaretas/

        Há ao menos um coach para cada 1.793 pessoas no Brasil, cerca de um terço da proporção de médicos, que é de 470 por habitante. Segundo dados das cinco maiores escolas que formam esses gurus de carreira, foram diplomadas 116 mil pessoas desde 1999 —quando surgiu o o primeiro curso. Com oferta em alta e nenhuma regulamentação no setor —há pelo menos 12 associações da categoria—, escolher um bom nome é um desafio.
        O coaching virou sinônimo de aconselhamento profissional, mas sua função é desenvolver habilidades pontuais, como liderança e comunicação, diz Joel Dutra, professor da FIA (Fundação Instituto de Administração).

        Coaching é uma forma de desenvolvimento na qual alguém denominado coach ajuda um aprendiz ou cliente a adquirir um objetivo pessoal ou profissional e específico através de treinamento e orientação. 

        COACHING é uma parceria entre coach e coachee, que visa identificar seu potencial e desenvolver suas habilidades, ajudando a transformar sonhos e metas em AÇÃO. Coach é o profissional que aplica o conhecimento, oferece ferramentas poderosas, técnicas específicas e metodologias cientificamente comprovadas.

        A administração é cercada de neologismos. Muitas vezes por puro oportunismo semântico na tentativa de criar novos modismos, fonte de inúmeros livros, palestras, consultorias manobradas e gente querendo aparecer como diferentes. São os praticantes da “Lei de Gerson” (típico do brasileiro que quer levar vantagem em tudo)  e aproveitadores.  Na cultura midiática brasileira, a Lei de Gérson é um princípio em que determinada pessoa ou empresa obtém vantagens de forma indiscriminada, sem se importar com questões éticas ou morais.

        O COACHING E O MARKETING FORAM ALVOS DE MUITOS PROFISSIONAIS QUE NÃO TRABALHAM COM ÉTICA E FAZEM PARTE DO AMBIENTE  DO MAL PROFISSIONAL 

        Hoje o coaching vai pelo mesmo caminho do Marketing. O caso mais recente que posso exemplificar é em BH: “Polícia Civil investiga coach de BH por assédio a mulheres”. Toda profissão tem Banda Podre e Banda Boa. Mas coaching está entre as profissões que mais crescem no mundo, é extremamente importante, e tem contribuído com a evolução das empresas. Fazendo um importante elo organizacional da pedagogia empresarial , planos e planejamento de identificação de pontos fortes e os que precisam ser melhorados nos  profissionais com feedbacks altamente leais.

        Recomendam sistemas de treinamento e Gestão de Pessoas para crescimento social e profissional. O coaching  é de reconhecido valor, mundial como uma das melhores ferramentas, para aditivar, dar feedback e desenvolver o capital humano, capital operacional, desenvolvimento de talento e identificação de potencial de líderes e sucessores. É uma ferramenta aliada da Administração Estratégica de Recursos Humanos. 

        INFELIZMENTE A BANALIZAÇÃO E A POLUIÇÃO DA PROFISSÃO COACHING COM  MERCADO FORTE DA MECANICIDADE DE ENGANAR E ATÉ GERAR PROPINAS NESTE NEGÓCIO  JÁ FAZ .  A IRONIA  COM A PROFISSÃO QUE TORNOU-SE COMUM

        https://exame.abril.com.br/carreira/os-sinais-de-que-o-coach-pode-ser-picareta/

        Devemos salientar que os modismos, cito o uso indevido e indiscriminado da palavra coaching atualmente no Brasil, movimenta milhões em palestras, livros, seminários, softwares e venda de  projetos prontos, etc. Grande parte disso é pura enganação e muitas coisa de oportunistas, e até a típica propina e conluios com empregados internos das empresas comprando estas coisas pressionadas por alguém do circuito de vantagens pessoais e propinas. A ética no Brasil é sempre fragilizada em grande parte das empresas estatais e privadas. isto não é novidade para ninguém, os exemplos estão em milhares, não estou falando nada de novo para vocês.

        A indústria coaching está virando uma praga no Brasil. Lamentamos que uma profissão espetacular, útil tão banalizada! Hoje tudo é Coaching. Inventaram Coaching Mirim, Coaching para Beber Vinho etc. Coaching no bom uso da palavra, sério, produtivo, sem frescuragem, máscaras picaretagem em minha singela opinião; nasceu para ser usado na Administração, Indústria e Comércio como professores industriais de como buscar o melhoramento como  coisa nobre e uso na ciência de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas. Coaching é feedback para melhorar o lado humano, social, profissional e tem também as situações específicas de objetivos. O que sair deste viés para mim é picaretagem. Posso estar errado, mas a opinião é minha, e de muita gente que trabalha com mais prática e menos teoria, pensa assim. 

        A DIFERENÇA DO DESTINO DAS PALAVRAS  MARKETING E  COACHING  PARA 5S-CCQ-TQC

        Existem situações diferentes; relembrando: O 5s é outra ferramenta oriunda do Japão (palavras japonisadas)  assim como o CCQ e outras palavras todas japonesas dentro da implantação da qualidade total, a metodologia 5S, assim chamada devido à primeira letra de 5 palavras japonesas: Seiri (Utilização), Seiton (arrumação), Seiso (limpeza), Seiketsu (higiene), Shitsuke (Disciplina) contribuíram extraordinariamente com as empresa e tiveram curso diferente. 

        Em algumas poucas empresas foi mal explicado, difundido implantado e principalmente em escritórios, onde jogaram muitos documentos fora, arquivos etc. Que precisaram ser resgatados. Foram situações mínimas de falta de conhecimento de lidar com a cultura moderna de organização, nunca vista no Brasil. 

        Mas o certo é que o 5s veio do Japão e ficou no Brasil, além de consolidar sua cultura. 

        A grande e  maior diferença comparada ao marketing e coaching é que estes programas caminharam dentro de empresas sérias, responsáveis e  em outro ambiente puramente de trabalho com  gestores competentes e que geraram uma filosofia de gestão usando estas orientações de trabalho que deram certo no Japão.

         Diferente das palavras Marketing e Coaching, muito soltas e  aplicadas em um campo do mercado todo aberto, por qualquer um, e cheio de gente má. Picaretas e oportunistas que usaram estas palavras modernas indevidamente banalizando-as. "Marqueteiro" no Brasil é sinônimo de enganador. 

        SSMA - SAÚDE - SEGURANÇA - MEIO AMBIENTE - EVOLUÍRAM NOS ÚLTIMOS ANOS

        Referindo novamente a realidade  de siglas e uso empresarial, admiro a  gestão de SSMA  - Saúde, Segurança e Meio Ambiente, que também houve arranhões. Classifico o DDS - Diálogo Diário de Segurança e  APT - Autorização para Trabalho  como a maior evolução cultural na indústria brasileira sobre segurança e meio ambiente que já vi nos últimos anos, até porque lidei em áreas periculosas e usei estas ferramentas milhares de vezes durante a minha carreira profissional. Estas duas ferramentas são na realidade treinamento quotidiano, que disciplina enriquece as atitudes, melhoram e  transformam as pessoas nas atividades profissionais e  senso de prevenção. Fortalecem as normas de SSMA , produz conhecimento, ótimos resultados, atitudes, comprometimento e força de gestão. 

        TEORIAS:  PIRÂMIDE DE BIRD E MASLOW - EXCELENTES FERRAMENTAS DA ADMINISTRAÇÃO USADAS NO GERENCIAMENTO DE PESSOAS - RH E SSMA

        Todos nas empresas depois do aparecimento e uso destas duas ferramentas se preocupam com a segurança do colega, prevenção e eliminação do risco, um esforço coletivo excelente. Isto é fantástico. Empregados crescem como profissionais e seres humanos. 

        Para mim foi a maior conquista do século XXI em termos de operações industriais . SSMA tem forte referencia da Pirâmide de BIRD, outra ferramenta espetacular. É o "Maslow” da segurança, teoria altamente pertinente, mas muitas empresas com lideres, querendo mostrar serviço, Instituíram metas de quantificar o registro de Quase Acidente, artificializar números, pressionar o empregado ao ponto de criar metas e inventar Quase Acidente. Achei isto um erro e uma banalização em inventar ou mascarar produção de riscos de acidentes. 

        A BANALIZAÇÃO DE REGISTRO DE QUASE ACIDENTE X PIRÂMIDE - TEORIA DE BIRD EM MUITAS EMPRESAS DO BRASIL 

        Por que? Empregado fazia registro de falta de uso de capacete até dentro de auditório de treinamento. Esta foi a pura realidade e tem muitos profissionais e Gerentes que acharam isto bonito e produtivo, Só na cabeça deles, nas empresas nunca! Estes modismos e coisas parecidas, devem ser contidos por profissionais corajosos que criticam construtivamente, mesmo que mal interpretados. 

        A CORAGEM DE LÍDERES E LIDERADOS É FUNDAMENTAL

        Para que uma indústria atinja seus objetivos, deve preparar seus lideres e liderados de forma, que aceitem as coisas que não devem mudar e tenham coragem, habilidade e disposição coletiva, para mudar o que deve ser mudado, urgente, e sempre baseados em produtividade, consciência, ética , segurança das pessoas, respeito pelas pessoas, meio ambiente e no que for tocante à sustentabilidade lógica do negócio. 

        Cabe ao gerenciamento liderar, melhorar a empresa  como um todo, através  de  O padrão de conhecimento, educação, treinamento, preparo e cultura profissional alinhado aos valores, percepções e níveis estratégico-tático-operacional que formatam coragem, senso de dono e personalidade organizacional para aceitar o que é certo e reprimir coletivamente o que é errado, inclusive estes exemplos relativos às conveniências de pessoas na empresa. Gerente do século XXI é de pensamento holístico, sistêmico, tecnologista e que valoriza o capital humano, a produção de conhecimento, adotando uma administração humana e competitiva.


        A EDUCAÇÃO E TREINAMENTO DAS PESSOAS COMO UMA VISÃO ESTRATÉGICA 

        O mais produtivo da educação e treinamento de empregados, não é ganhar novas habilidades, mas sim criar, agir e reunir ideias para fazer diferente, melhorar e inovar continuamente em busca de produtividade, competitividade, eficiência e lucro. Portanto os líderes e gestores têm de ser possuir a habilidade de  coach e pedagogia empresarial. 


        GERENTE É PAGO PARA MELHORAR A EMPRESA COMO UM TODO 

        Ele é responsável para preparar as pessoas para o sistema, e o sistema para as pessoas 

        As politicas corporativas de RH e estratégicas de uma empresa e seu mix de sustentabilidade são atreladas em uma condição nas empresas sérias  em condição que todos enxerguem transparentemente que Gerente é pago para dar resultados, trabalhar muito, ser criativo, liderar grandes mudanças (inovar) educar, treinar e preparar a sua equipe, transmitindo experiência, valores e ainda fazer sucessores cada vez melhores. Deve ser corajoso para liderar, dinâmico para mudar,  planejar, agir e decidir rápido com segurança e confiança. 

        As estratégias seguras fazem parte do modelo mental. Ser exemplo humano-social-profissional, ter empatia e se destacar pela capacidade de reduzir custos e deter indicadores de competitividade e produtividade.  Priorizar a segurança e confiança das pessoas com ética e  honestidade, são dois pontos que vão focar o seu julgamento interno e externo. "Quem não mede não gerencia. Quem não gerencia não melhora"  (Joseph Juran)


        A FORMAÇÃO, O AMBIENTE DA TEORIA E O AMBIENTE DA PRÁTICA DE UMA ADMINISTRAÇÃO - A LÓGICA DE BONS RESULTADOS ATRAVÉS DAS PESSOAS

        Teoria acadêmica é a construção ou formato do raciocínio de um determinado assunto ou ciência, mas não é a solução. 

        Solução é a prática e eficiência de fato, é o que resolve. Os maiores administradores do mundo, são aqueles que detém habilidade e coragem para alocar as pessoas certas nas atividades certas, nos cargos certos, nos setores certos e comandados pelos gerentes certos. 

        A maximização do rendimento de lideres, pessoas, processo, tecnologia e projetos vem daí. Nem todos os gestores possuem esta habilidade e tato de uma gestão assertiva capaz de fazer a leitura de seus Recursos Humanos nestas condições. Parece simples e fácil, mas é a grande diferença de desempenho entre as empresas. Muitos dizem ser o segredo da produtividade, competitividade, eficiência de lucro. Poucos observam, mas os melhores gestores do mundo, são aqueles que são líderes e conseguem fazer o lógico, mas que não é tão simples. muitas vezes são habilidades natas e até carisma, e isto a maioria dos gestores não possuem. líder de carisma e com esta habilidade e coragem que nos referimos está em apenas 25% de gestores do mundo inteiro, aponta alguns estudos.

        Administrar é fazer o óbvio e com simplicidade, mas parece que os ambientes, os excessos de palpites, vaidades, status, teimosia, glamour, vontade de parecer e ego, levam a administração por outros caminhos tortuosos e sem grandes resultados. A humildade na administração é o topo da eficiência   holística. 

        Certamente com o bem estar e ambientes colaborativos e saúde de clima organizacional e bons gerentes holísticos, que sabem motivar, educar, treinar, orientar as pessoas e planejar o aproveitamento adequado de suas habilidades e potenciais. A empresa rende muito mais pela posição coletiva acima da individual e com este ambiente de trabalho  como base na qualidade, eficiência e talento gerencial. O lógico da humanidade é que as prioridades 1,2,3 de uma nação devem ser a saúde e educação, nas famílias e nas empresas idem, e esta última unindo  treinamento. das pessoas. Todo crescimento, progresso, grandes realizações, tem o seu inicio, meio e fim com educação. Esta é a observação mais evidente que temos no mundo.

        Os pais e a família educam as crianças, a escola forma a instrução aos adolescentes, ou seja, a   formação com o conhecimento acadêmico,quando adulto e  a empresa dá como complemento a profissão. Esta relação forma um sistema social, harmônico, humano, social e profissional, sendo em dimensão maior o Desenvolvimento Sustentável.  Desenvolvimento sustentável significa obter crescimento econômico necessário, garantindo a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento social para o presente e gerações futuras.


        Quando existe a integração destas componentes, existe cultura deste  ensinamento e aprendizado munidas de experiências e ganhos bilaterais. Isto  cresce, se multiplica,  se houver nestas relações toda uma condição lastreada de ética, moral, valores, dedicação, disciplina, empatia, cooperação, orgulho, honestidade e conscientização de agir como cidadão, ou seja o elemento social e profissional com base nos princípios que advém desta relação. 

        No Brasil isto hoje não ocorre: a mídia é o elemento de maior poder  não é parceira do moral, a família está perdendo espaço para os traficantes, vem sendo destruída, as escolas estão fracas e dentro de um modelo que não funciona mais. As religiões viraram puro comércio e falta de respeito, o estado é espelho da corrupção e dos piores exemplos com 3 poderes vergonhosos que  roubam da nação e prejudica todas as camadas da população.  Nunca seremos uma nação forte, sem grandes mudanças e educação.  Uma nação forte e de bem, se constrói com saúde, educação, liderança corajosa,  investimento em ciência, inovação, tecnologia, sustentabilidade e uma infra estrutura e logística sólida e confiável que eleva a produtividade, competitividade, eficiência, lucro, PIB alto  e grandes mercados. Mecanizando todo sistema industrial, agronegócio e divisas da economia, gerando emprego, renda e o desenvolvimento da nação de grandes horizontes  e promisora.