Rowan de Araujo in PROFISSIONAIS EM ADMINISTRAÇÃO, Profissionais Administrativos, Recursos Humanos Conselho de Mineração e Siderurgia da Associação Comercial e Empresarial de Minas Gerais Sep 20, 2019 · 5 min read · 5.2K

Oportunidades serão dos profissionais que entendem de Gestão de Projetos, Comunicação, RH,Tecnologia, Controle de Custo, Finanças, Qualidade de Processo e que executam tarefas com perfeição em tempo hábil no ambiente de grandes desafios. Eles sabem liderar e tratar prioridades

  • Oportunidades serão dos profissionais que entendem de Gestão de Projetos, Comunicação, RH,Tecnologia, Controle de Custo, Finanças, Qualidade de Processo e  que executam tarefas com perfeição em tempo hábil no ambiente de grandes desafios. Eles sabem liderar e tratar prioridades

    • MANUTENÇÃO DA COMPETÊNCIA E AUTO DESENVOLVIMENTO. AS VAGAS SÃO DISPUTADAS POR M2. A ERA É DO CAPITAL HUMANO E PESSOAS QUALIFICADAS, QUE ENTENDEM E SABEM FAZER (KNOW HOW)  
    • PROFISSIONAL ACOMODADO.  EMPRESA NÃO QUER.
    •  O SENSO DUE - SENSO DE DONO, SENSO DE URGÊNCIA E SENSO DE ECONOMIA SÃO ATRIBUTOS QUE O EXECUTIVO, O DIRETOR E O GERENTE MODERNO PRIORIZA NA PRÁTICA. 
    • UM  EXECUTIVO MODERNO QUER MONTAR EQUIPES COM PROFISSIONAIS LÍDERES -  PROATIVOS E DINÂMICOS NESSA ÊNFASE. PARA INOVAREM SOB UMA CONDIÇÃO SISTÊMICA E HOLÍSTICA DO NEGÓCIO. ESTA É A DIREÇÃO DOS NEGÓCIOS PARA ATINGIR METAS - OBJETIVOS - BENCHMARKING  E AVANÇO DE MARKET SHARE. O PLANEJAMENTO DE NEGÓCIOS CONTA COM ESSA VISÃO ESTRATÉGICA. 
    • COMUNICAÇÃO É FATOR CHAVE DE GESTÃO, é IMPRESCINDÍVEL.
    • Todos aprendemos imitando, como crianças, como estudantes, como novatos no mundo dos negócios. E então crescemos e aprendemos a misturar nossas habilidades inatas com as regras ou princípios que aprendemos. "(Akio Morita) Quando se tem líderes competentes e exponenciais. Existem empresas competentes e exponenciais, porque os liderados imitam os líderes pela exemplaridade e há dessa forma, uma ação humana, social, profissional e coletiva de fazer algo em prol do trabalho coeso, produtivo, criativo, inovado. Melhorado continuamente pelo comprometimento e ação. Essa é aforça das pessoas nas empresas. O entendimento de líderes e liderados.

    NÃO EXISTEM MAIS AS METAS FROUXAS. ISSO ESTÁ MESMO ACABANDO. A GOVERNANÇA EXIGE DO CEO, QUE EXIGE DOS DIRETORES. OS DIRETORES APERTAM OS GERENTES, OS GERENTES SEUS  COORDENADORES, QUE EXIGEM DOS SUPERVISORES, E ESTES;  OS TÉCNICOS E OPERADORES EM GERAL.  ESSA É UMA ATMOSFERA NORMAL DE TRABALHO NO MUNDO INTEIRO. PADRÃO ECONOMIA DOS NEGÓCIOS GLOBALIZADOS.

    O DESDOBRAMENTO  DE METAS É ARROJADO, DINÂMICO E ATIVO. NÃO CUMPRIR METAS É UM SINAL MUITO CLARO DE MUDANÇA. ISSO NA ECONOMIA GLOBAL É COMUM. PRESSÃO PARA PRODUZIR IDEM. EXISTE PRESSÃO PARA PRODUZIR   DESDE A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL DO SÉCULO XVIII. EXCETO EM EMPRESAS PÚBLICAS, ALGUMAS ESTATAIS E EMPRESAS DE FILANTROPIA, QUE NÃO LIDAM E NÃO ATUAM COM FOCO EM PRODUTIVIDADE MÁXIMA. 


    Já há um entendimento bem prático de gestão de que uma Projetização pode ser total ou parcial : quando falamos em Estrutura Projetizada estamos nos referindo a um sistema organizacional que tem como foco a realização dos projetos da empresa. Neste sistema, o gerente de projetos coordena todas as atividades referentes à realização dos mesmos, sendo o líder da equipe, o responsável por colocar em prática todos os planejamentos por meio da projetização dos mesmos.

    Liderar e gerir prioridades com uma ampla habilidade comunicação é a energia e o maior recurso. Sem esses atributos, será muito difícil sucesso para um Diretor, Gerente e até mesmo qualquer profissional de projeto. As coisas não andam sem essas condições de trabalho de gestão.

    Diferente dos modelos tradicionais, quando a estrutura é projetizada a empresa não tem departamentos e setores em separados. Neste cenário, as equipes são divididas por projetos e, cada uma tem a responsabilidade de entregar a demanda que lhe foi atribuída. O gestor de um projeto trabalha de forma independente dos demais gerentes, o que, como ponto positivo, traz mais autonomia aos líderes, porém também gera maior distanciamento entre eles.

    Maior independência do gerente de projetos; Equipes focadas em projetos específicos; Eliminação da divisão departamental tradicional; Comunicação mais eficiente entre a equipe; Visão sistêmica do projeto desenvolvido;

    Resolução mais rápida das lacunas e gaps; Maior identificação e comprometimento da equipe; Profissionais dedicados exclusivamente a um projeto.

    Mas há muitas empresas usando a essência e o espírito de gestão de projetos. A forma organizativa, para melhorar o gerenciamento de rotina dos departamentos. Decisões, controle de contabilidade orçamento e custo. Solução de determinados problemas, controle de custo, gestão de pessoas e conhecimento. Os resultados em maioria agradam. No início há uma certa lentidão para organizar o projeto. Passado essa fase existe todo um processo crescente de gestão e avanço de resultados. É uma coisa relativamente nova e enxertada que combina com o pensamento de Tom Peters:  “Nos próximos 20 anos, todo o trabalho dos executivos do planeta será desenvolvido por meio de projetos.” Tom Peters autor do livro In search of excelence. Este livro foi lido pelos principais executivos do planeta e inspirou muita confiança e visão estratégica em grande parte deles, que  já orientam o corpo gerencial implantar esta visão em suas empresas. 

    Somente agora em 2019 no governo Bolosonaro o Ministério da Infraestrutura  ocupado por um engenheiro militar formado no IME, Tarciso Freitas vem moralizando grandes obras do governo federal e inclusive tocando obras com o Batalhão de Engenharia do Exército. o que os governos civis anteriores não fizeram em décadas um engenheiro militar e ministro fez em menos de um ano. Sinal de que o Brasil estava nas mãos de uma grande corrupção e incompetência.

    NO GOVERNO MILITAR O BRASIL CONSTRUIU SUAS MAIORES  OBRAS E PROJETOS. AS SIDERÚRGICAS DA  AÇOMINAS, A ANTIGA  CST - Cia Siderúrgica de Tubarão, Estradas de Ferro - Projeto Carajás, Rodovias, Embratel, BNH Banco Nacional de Habitação, Mobral - Movimento Brasileiro de Alfabetização. O BNDES teve gestão séria e honesta. Investiu 100% no Brasil. O Banco do Brasil, ampliou o número de agencias. Incentivou a industria de transformação e agricultura. Criaram a Embrapa.

    Equiparam os laboratórios das universidades e ficaram sendo os melhores da América Latina. Construíram hospitais e escolas. Triplicaram a produção da Petrobrás sem roubalheiras e o Projeto Carajás - Cia Vale do Rio Doce foi implantado com uma economia de US$ 1,4 bilhões e entregue antes do prazo. Por que tudo isso? Tinha honestidade no governo, gestão de projeto, controle, planejamento, conhecimento, know how.  Experiência, coragem e ética e disciplina. O capital humano, grandes engenheiros, administradores, economistas, geólogos, etc. Político corrupto era punido com rigor e até expulso do Brasil.  

    OUTROS  MODELOS  

    Vi  a apresentação de alunos de 4ª Período de Psicologia montando um projeto de iniciativa própria de visitação em cheches, para dar assistência para crianças abandonadas. Depois, os alunos do curso de Nutrição, trabalharam nesta mesma linha acadêmica sobre um projeto de visitação a um clube de futebol para balancear a alimentação de atletas. 

    Os projetos são bem inspirados no PMBOK, que eles seguiram pela Internet e por auto-orientação. Esta é uma evolução muito clara do que comentamos agora e a certeza de que o Gerenciamento de Projeto está presente em um universo de áreas profissionais e dando bons resultados.

    1.Gestão da INTEGRAÇÃO, 2.Gestão do ESCOPO, 3.Gestão do TEMPO, 4.Gestão de CUSTOS, 5.Gestão da QUALIDADE, 6.Gestão dos RECURSOS HUMANOS, 7.Gestão da COMUNICAÇÃO, 8.Gestão dos RISCOS, 9.Gestão das AQUISIÇÕES, 10.Gestão dos STAKHOLDERS, 11.Gestão da SAÚDE, SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE EM DETERMINADOS PROJETOS COMPLEXOS (considerados e incluídos por alguns)

    Atualmente, temos grandes avanços nas técnicas e ferramentas de gerenciar projetos, pelas orientações do PMI-PMBOK, assim como outras fontes e softwares que surgem no mercado e nos possibilitam um universo de escolhas. Indiferente desta ou aquela opção, o importante é balizarmos tecnicamente nessa realidade e adotarmos um parâmetro ou escolha assertiva para tratar projetos e podermos estar em sintonia com o futuro, vocação, intenção e vanguarda. 

    Se as ferramentas de gerir projetos  estão ativas,  também vão estar ativas as posições de aderência necessária de comportarmos dentro de uma filosofia moderna de gerir projetos. Esta é a visão que temos absorvido no ambiente de aprendizado, pesquisa e lida com o que ocorre nas empresas, procurando mostrar estas mudanças, como parte integrante de nossas observações práticas da Administração Geral.