Joao Reganassi en Recursos Humanos, Profesores y educadores, beBee em Português Executivo de Recursos Humanos e Coaching Internacional • JRH consultores associados Hace 3 d · 2 min de lectura · 1,0K

A Motivação e a Desmotivação: Duas faces de uma mesma moeda (2)

Após merecido descanso, volto a compartilhar com vocês mais informações a respeito da Motivação e Desmotivação. Neste testo em especial, usarei uma experiencia pessoal para falar de motivação.

Há algum tempo atrás um amigo me convidou para fazer uma visita de negócios no Chile. Eu fiquei bastante motivado, até porque, mesmo sendo uma viagem de negócios, eu teria a oportunidade de voltar a ver neve, que fazia muito tempo que eu não via e também praticar snowboard, uma das coisas mais fantástica que eu já pratiquei em minha vida e que no auge dos meus cinquenta anos me fez voltar a ser criança.

A motivação de voltar a praticar snowboard me fez querer tornar essa viagem ainda mais emocionante, pois inicialmente iriamos de carro de São Paulo até Santiago do Chile. Porém, por motivos alheios a nossa vontade, a viagem de carro foi suspensa. Em decorrência disso e, para não perder a emoção, concordamos em ir de ônibus.

A ideia de conhecer novos lugares, novas pessoas, passar por novas experiencias me motivava a tal ponto que consegui quebrar a resistência do meu amigo e fecharmos a viagem de ônibus. São aproximadamente cinquenta e quatro horas de percurso, quatro estados brasileiros e mais dois países (Argentina e Chile). Não há como negar que, com a motivação a mil, só poderia imaginar que a viagem seria surpreendente.

Surpreendente sem dúvida alguma. E como não há motivação sem desmotivação, três dias antes da data estabelecida recebi uma chamada da companhia de ônibus informando que devido ao mal tempo e a impossibilidade de cruzar a fronteira Argentina/Chile, minha viagem agendada para o domingo, seria postergada para segunda ou terça-feira e dependeria das condições meteorológicas. Neste momento descobri que minha motivação não era capaz de manter duas motivações em alta. E mais uma vez tive que usar todo o meu poder de convencimento para fazer meu amigo pensar que a viagem de ônibus ainda valeria a pena.

Para mim o primeiro grande tema que realmente afetou minha motivação foi a preparação da mochila. Roupas de inverno são volumosas demais e depois não sobrava espaço para mais nada. Mesmo diante desse fato, consultei ajuda dos universitários e a mochila tornou-se um obstáculo fácil de ser superado. Em um outro artigo tratarei em mais detalhes o tema desse amigo que brilhantemente auxiliou-me no preparo da mochila, mas que sua desmotivação é a maior que já conheci em toda minha vida.