Joao Reganassi in Recursos Humanos, Profesores y educadores, Recursos Humanos Executivo de Recursos Humanos e Coaching Internacional • JRH consultores associados Feb 18, 2020 · 2 min read · 5.0K

InteRH–Atividade!!! – 2. O Valor do Conhecimento

A marca InteRH–Atividade!!! continuará fazendo parte das atividades da JRH consultores associados no ano de 2020.

Mensalmente. Contando com a participação de meus amigos, colegas e conexões das minhas redes de relacionamentos como Facebook, LinkedIn, Google+, Bebee e Instagram, continuarei escrevendo um artigo sobre um determinado tema que interfere nos assuntos de Administração de Recursos Humanos e os leitores poderão contribuir para enriquecer o tema, com experiências pessoais e/ou corporativas. Caso não queira comentar questões pessoais, poderá indicar temas para os próximos artigos. Claro que sempre tomarei o cuidado necessário para não expor nenhum colaborador ou empresa. A menos é claro que a pessoa autorize a menção do nome ou empresa. Até porque, bons exemplos devem ser compartilhados e reconhecidos.

No final desta jornada, espero ter elaborado doze artigos com diferentes temas, com o auxílio de profissionais especializados. Lembrando sempre que os textos devem ser curtos e voltados mais para eventos reais que teóricos. Mas isso não significa que contribuições teóricas serão desconsideradas. O intuito é trazer o tema para discussão e contar com a participação, colaboração e pontos de vistas de profissionais de diferentes áreas.

Nosso segundo artigo, será sobre O VALOR DO CONHECIMENTO, a educação como uma arma poderosa. Através dela, um cidadão se torna mais crítico, tem mais oportunidades de emprego e melhoria na sua própria qualidade de vida. A importância de aprender para si mesmo é compartilhar os conhecimentos com os outros. É através desse compartilhamento que a educação atua diretamente no desenvolvimento econômico, social e cultural.

Sem acesso ao conhecimento, ficamos sem saber de temas como direitos, meio ambiente, condições adequadas de trabalho e respeito.

Desde 2000, houve enorme progresso na promoção do acesso universal à educação primária para as crianças ao redor do mundo. Para além do foco na educação básica, todos os níveis de educação estão contemplados no objetivo de desenvolvimento sustentável 4 da ONU, que enxerga como fundamental a promoção de uma educação inclusiva, igualitária e baseada nos princípios de direitos humanos e desenvolvimento sustentável. A promoção da capacitação e empoderamento dos indivíduos é o centro deste objetivo, que visa ampliar as oportunidades das pessoas mais vulneráveis no caminho do desenvolvimento.

Trago esse tema para discussão, pois apesar de todo progresso alcançado, o conhecimento adquirido no ensino fundamental, médio e universitário não tem acompanhado a evolução do conhecimento necessário para atender a demanda das organizações. Muito mais que adquirir conhecimento é manter-se atualizado em um mundo onde a velocidade com que se produz novos conhecimento ocorre de forma inimaginável.

Quero dizer com isso que o mundo corporativo terá que desenvolver e compartilhar conhecimentos específicos para cobrir o gap Conhecimento Formal (adquirido na escola) versus Conhecimento necessário para atender as rotinas e minimizar o período de adaptação do profissional dentro da empresa. Além é claro, da gestão deste conhecimento para que não se perca facilmente – Knowledge Management.

Trago essa responsabilidade para as organizações porque, as escolas públicas principalmente, pouco tem feito para a evolução da educação no nosso país. Ou o que tem sido feito, não consegue acompanhar a velocidade que o mundo exige.

Mas apesar de tudo, eu consigo ver o lado positivo de tudo isso. Para muitas empresas, as Universidades Corporativas têm trazido resultados significativos e alinhados a Missão, Visão, Valores e Estratégia da empresa. Tudo isso, alinhado as ferramentas tecnológicas atuais, acelera os resultados e auxilia na motivação e retenção dos seus recursos.

Outra questão importante é o fato do acesso generalizado a todo tipo de informação oferecido pela internet e redes sociais, fazendo que muitos indivíduos percam o foco. A qualidade das informações acessadas faz toda a diferença, principalmente quando se estabelece um objetivo específico. Sempre menciono em minhas sessões de coaching que: estar ocupado, não significa gerar resultado.

Outro ponto importante que impacta diretamente na forma de obter conhecimento é o analfabetismo funcional. Trata-se de incapacidade que uma pessoa demonstra ao não compreender textos simples. Tais pessoas, mesmo capacitadas a decodificar minimamente as letras, geralmente frases, textos curtos e os números, não desenvolvem habilidade de interpretação de textos e de fazer operações matemáticas. Também é definido como analfabetismo funcional o individuo maior de quinze anos possuidor de escolaridade inferior a quatro anos letivos.

Mantenha-se conectado a bons conteúdos, conheça as tendências e pratique sempre. A informação nunca esteve tão disponível. A informação está disponível, cabe a você identificar onde quer chegar, e buscar o caminho para chegar lá.

Caso necessitar de companhia na sua jornada, pode contar com a ajuda de um profissional da JRH consultores associados. Você e sua empresa estará nas mãos de profissionais capacitados e experientes, que poderá auxiliá-lo no caminho a seguir.

Conto com a sua colaboração para transformar o projeto InteRH–Atividade!!! em um grande sucesso. Envie-me sua estória.

Joao Reganassi

Coach Executivo e Sócio da JRH consultores associados

joao.reganassi@jrhconsultoresassociados.com

InteRH–Atividade!!! – 2. O Valor do Conhecimento