Você venderia o seu Instagram?

Você venderia o seu Instagram?

Garanto que você achou estranho o título da postagem não é mesmo? Mas daqui a pouco vai entender onde eu quero chegar com essa pergunta.


Em tempos de quarentena, as pessoas que podem ficar em casa (não quero criar polêmica sobre essa questão de ficar ou não em casa) tem mais tempo para ficar nas redes sociais conversando com amigos, compartilhando memes (eu também faço isso de vez em quando, rsrs), acompanhando lives de artistas (assunto do momento já que os shows ao vivo estão "suspensos" devido à pandemia do coronavírus) e por aí vai...


Mas tem um tipo de atividade do mundo "virtual" que está crescendo e que promete ser o "negócio do futuro": a venda de produtos pela Internet.


Praticamente todas as empresas de comércio que possuem lojas "físicas", independente do ramo, disponibilizam também um site ou serviço virtual onde também vendem os seus produtos com a intenção de facilitar a vida do consumidor.



E além de possuírem a loja virtual, as empresas também trabalham com redes sociais como Twitter, Facebook, Instagram, YouTube, dentre outras, com a intenção de ficarem cada vez mais próximos dos seus clientes, já que as pessoas ficam "conectadas" ao mundo digital praticamente o tempo todo.


Porém, nessa postagem, como vocês já devem ter visto no título, quero falar especificamente do Instagram.



Essa rede social tem atualmente cerca de 1 BILHÃO de usuários ativos em todo o mundo! É MUITA GENTE!


O Instagram é utilizado para as pessoas postarem fotos e vídeos do seu dia a dia com vários filtros digitais, além de permitir que essas pessoas possam seguir outras e acompanhar as suas postagens.


Se você possui uma conta no Instagram e tivesse que vendê-la, por quanto venderia? R$ 100,00? R$ 500,00? R$ 1.000,00? R$ 5.000,00?


Acredite: tem gente que vende seus perfis por esses valores ou até por mais!


Mas e se você criasse uma conta no Instagram e começasse a ganhar dinheiro com ela sem ter que vendê-la? Seria um sonho, né?



Um sonho que pode se tornar realidade pois atualmente já existem muitos profissionais que vendem produtos dessa forma. Além de ser uma opção de "entretenimento", essa rede social pode se tornar um excelente "mercado" para vender os seus produtos. Já pensou nisso?


E se você acha que não tem a mínima chance de ingressar nesse "mercado", eu tenho uma ótima notícia: é possível começar totalmente do zero e ganhar muito dinheiro vendendo produtos digitais (e-books, cursos online, softwares, aplicativos, etc) e ganhando comissões através do Instagram.


Contudo, quero deixar bem claro que um negócio no Instagram ou em qualquer outra rede social depende muito do esforço de quem ingressa nesse "mercado do futuro" mas tem a vantagem de poder trabalhar em casa ao lado da família e em horários flexíveis, podendo aproveitar os momentos de folga caso já tenha um trabalho com carteira assinada.



Tenho certeza de que a ideia lhe agradou mas talvez você não saiba por onde começar, né?


Vou deixar nesse link AQUI uma excelente opção de como dar os primeiros passos para utilizar o Instagram para indicar produtos e ganhar comissões de forma totalmente orgânica, ou seja, sem precisar gastar em anúncios.


O futuro é digital e devemos utilizar a tecnologia em nosso favor. Caso contrário, ficaremos "parados no tempo".


Obrigado pela leitura e pela atenção!