José Renato Alverca en Diretores e Executivos, Recursos Humanos, Negócios e Empresas General Manager 12/3/2018 · 1 min de lectura · 2,0K

A REVOLUÇÃO DO EMPREENDEDORISMO

O mundo tem passado por várias transformações em curtos períodos de tempo. Foi no Século XX, que foi criada a maioria das invenções que revolucionaram o estilo de vida das pessoas. Essas invenções foram frutos da inovação, de algo inédito ou de uma nova visão de como utilizar coisas já existentes, mas que ninguém ousou olhar de outra maneira. Por trás dessas invenções, existiam pessoas ou equipes com características especiais, que foram visionárias, que questionaram, que arriscaram, que queriam algo diferente, que fizeram acontecer, que empreenderam (os empreendedores) são pessoas diferenciadas, que possuem motivação singular, apaixonadas pelo fazem, não se contentam em ser mais um na multidão, que querem ser reconhecidas e admiradas, imitadas e referenciadas, querem deixar um legado.

O avanço tecnológico tem sido de tal ordem que requer um número muito maior de empreendedores. A economia, os meios de produção e os serviços se sofisticaram. Hoje existe a necessidade de se formalizar conhecimentos, que eram apenas obtidos empiricamente no passado. A ênfase em empreendedorismo surge muito mais como consequência das mudanças tecnológicas e sua rapidez, e não apenas por modismo. A competição na economia também força novos empresários a adotar paradigmas diferentes e o momento atual pode ser chamado de “A Era do Empreendedorismo”. Pois são os empreendedores que estão eliminando barreiras comerciais e culturais, encurtando distâncias, globalizando e renovando os conceitos econômicos, criando novas relações de trabalho e novos empregos, quebrando paradigmas e gerando riqueza para a sociedade.

A REVOLUÇÃO DO EMPREENDEDORISMO