José Renato Alverca in Cobrança Associado • IBPDICC - Instituto Brasileiro de Pesquisa Desenvolvimento e Inovação em Crédito e Cobrança Sep 20, 2019 · 1 min read · ~10

QUAL O VALOR DO DINHEIRO?

Antes de pensarmos numa resposta, o mais importante, é sabermos responder a seguinte pergunta: o dinheiro motiva? As pesquisas mostram que o dinheiro pode ser para alguns um meio de satisfazer as necessidades de estima e reconhecimento, além das necessidades fisiológicas básicas. Para que o dinheiro aja como motivador, é necessário que exista uma relação entre desempenho e recompensa. Aqueles que procuram dinheiro, somente serão motivados para desempenho superior se puderem ligá-lo claramente com a recompensa de mais dinheiro.

Para o dinheiro motivar, a diferença marginal em aumentos de pagamentos entre um indivíduo de alto desempenho e outro de médio desempenho deve ser significativa. O dinheiro não é importante para todos os colaboradores. Indivíduos realizadores, pôr exemplo, são motivados intrinsecamente. O dinheiro deve ter pouco impacto para essas pessoas. De forma semelhante, o dinheiro é relevante para os indivíduos de fortes necessidades de ordem mais baixa, no entanto, para a maioria da força de trabalho, as necessidades de ordem mais baixa são substancialmente satisfeitas.

Se considerarmos o dinheiro como um veículo de troca, pelo o qual os colaboradores podem satisfazer suas necessidades de consumo, ele é um incentivo crucial. Isso demonstra que o dinheiro pode não ser o único motivador, mas é difícil argumentar que ele não motiva. Não existe um dispositivo motivacional universalmente consistente e aplicável a todos. Então a satisfação no trabalho é de ordem individual. Procurando os indivíduos os trabalhos que tenham aspectos relacionados com seus próprios sistemas de valor, é certo que há alguma uniformidade nos valores de grupos específicos.

Mas em relação aos fatores de manutenção, as pessoas esperam basicamente as mesmas coisas. Pelas teorias e pesquisas do comportamento humano vemos que para um grupo de pessoas ser motivado variam muitas coisas, pois a motivação é individual, ou seja, varia de pessoa para pessoa. A primeira atitude em relação à motivação é não haver coisas que desmotivam. Para isso, precisam existir os fatores de manutenção, que não motivam, mas também não deixam as pessoas insatisfeitas. Os fatores básicos como segurança, higiene, transporte, refeição e assistência médica tem que existir, senão nem adianta começar programas de motivação. Pois um bom pacote de benefícios motiva a maioria das pessoas.

Para uma pessoa se motivar, primeiro ela tem que gostar de onde trabalha, isso já é um passo muito grande para a motivação dessa pessoa. A relação com o chefe é muito importante, pois o chefe é a primeira referência dele sobre a empresa. Ter um ótimo ambiente de trabalho que valorize as pessoas e aceite as diferenças, também é um fator importante, para que o colaborador esteja satisfeito. Diante de tudo isso vemos que motivar é muito difícil, mas é possível fazer programas de motivação. Mexendo em todas as áreas: nos salários, promoções, cargos, responsabilidades, interdependência, criando uma cultura organizacional voltada para a inclusão, capacitação e valorização das pessoas e suas diferenças.

Pensem nisso e até a próxima!

QUAL O VALOR DO DINHEIRO?