Josiane Leal in beBee em Português, Economistas e Financeiros, Negócios e Empresas Consultor Financeiro • Josiane Leal 05/07/2019 · 2 min read · 1.7K

Gestão financeira eficiente para PMEs

Gestão financeira eficiente para PMEs

Todos os dias o pequeno empresário acorda com um desafio enorme que é manter seu negócio aberto e pagar as contas, está sempre apagando incêndio e como está sempre preocupado, não consegue pensar formas de fazer seu negócio crescer.

A maioria das empresas começam sem nenhum planejamento e com um caixa furado, ou seja, devendo algum tipo de empréstimo, seja para o pai, o tio ou o banco, mas por mais que não tenha planejamento, duas coisas são indispensáveis para o sucesso do negócio e uma delas não é sorte. Ter um produto ou serviço que venda, e uma gestão financeira eficiente. 

A gestão financeira é basicamente um conjunto de estratégias para garantir a saúde econômica e financeira do seu negócio. O objetivo da gestão financeira é gerir os negócios da empresa para evitar despesas desnecessárias e aumentar o lucro, garantindo assim um crescimento sustentável. 

O planejamento orçamentário é uma poderosa ferramenta da gestão financeira, pois sua função é prever e planejar despesas e receitas até o próximo exercício, assim como planos para contornar problemas de caixa, além disso, um planejamento orçamentário mais sólido, serve de base para as metas que a empresa pretende estabelecer.

A gestão financeira é composta por diversos processos que são fundamentais para a saúde econômica do negócio. A forma de utilizar a gestão financeira pode variar de acordo com o porte ou tipo de negócio para cada empresa, porém algumas atividades são fundamentais para qualquer tipo de negócio. 

Entre eles, destacam-se:

  • Gerir um fluxo de caixa: controlar a movimentação do seu caixa, suas entradas e saídas de dinheiro. Outra coisa importante quando falamos em fluxo de caixa é dividir a sua movimentação financeira em operacional, financiamentos e investimentos, assim fica mais claro qual movimentação está comprometendo mais recursos financeiros.
  • Controlar contas a pagar e a receber: muitas vezes o seu financeiro está tão descontrolado que está pagando suas contas em duplicidade ou com juros, e com relação às suas contas a receber, não está cobrando um cliente no período correto, ou seja, dando mais prazo que o acordado, desestabilizando seu fluxo de caixa.
  • Giro de estoque: será que tem mais estoque que deveria. Já foi o tempo que valia a pena manter um valor de recurso expressivo em estoques.

E a sua gestão tributária, com um estudo mais aprofundado, é possível entender se o enquadramento fiscal está adequado ao seu negócio. Outra alternativa é fazer um estudo para saber se é mais viável fazer os recolhimentos em regime de caixa ou competência.

Entre diversas outras análises, uma indispensável é saber se o seu cálculo de precificação está correto. Será que você tem todos os números sobre sua margem de contribuição e o seu ponto de equilíbrio?

Parece muita coisa, mas quando estas informações estão divididas em uma rotina bem definida fica muito mais fácil. Para facilitar, vou te dar três dicas para uma gestão financeira eficiente:

  • Registre todas informações: tenha um sistema para isto, seja um sistema gratuito ou pago, hoje em dia têm sistemas com preços bem acessíveis ou se não puder ter um sistema, registre em planilhas de Excel. Registre TUDO. Esse é o primeiro passo, que vai te gerar informações para relatórios confiáveis para tomada de decisão.
  • Tenha o lucro como objetivo: o objetivo principal de toda ação dentro da empresa é maximizar os lucros, portanto toda entrada ou saída de recursos tem que fluir em direção a este objetivo.
  • Acompanhe seus números: Tome decisões baseadas em informações e acostume-se a calcular indicadores para saber se suas decisões estão convergindo em direção ao que foi programado. Existe diversos cálculos que te ajudam a tomar decisões através das análises financeiras.
  • Gere benefício para a sociedade: esta é uma dica bônus, que apesar de não estar diretamente ligada ao caixa da empresa, tenho certeza que vai te garantir a sua prosperidade verdadeira. Tenha em mente qual o valor, ou seja, ou benefício sua empresa está entregando para a sociedade. Faça o mapa estratégico da sua empresa, com a missão, a visão e os valores de empresa e trabalhe de acordo com este propósito. Imagine o quanto o mundo é melhor com o seu produto ou serviço.

Uma boa estratégia para entender se está gerando valor com seu negócio é sempre se perguntar se você seria feliz se estivesse no lugar das pessoas mais importantes do seu negócio: seu cliente, fornecedor ou colaborador.

Com estas dicas tenho certeza que o caminho mais certo para sua empresa será o $UCE$$O!!


Josiane Leal de Souza – https://www.josilealdesouza.com