Kamila S. Designer in Tecnologia da Informação - TI, Sistemas de Informação, Ing. Informáticos y de Sistemas Design Coordinator • SUP Brandão Jul 17, 2019 · 4 min read · +200

A inteligência artificial é perigosa para a humanidade?

A inteligência artificial é perigosa para a humanidade?

A única resposta possível e honesta é “não sabemos”. Podemos começar a nos perguntar como seria ser 10x mais inteligente? E 1000x? E 1 milhão de vezes? Podemos partir para o problema da consciência, se não sabemos como ela funciona para nós, como saber se ela vai emergir em uma IA (Inteligência Artificial)?

Você vai encontrar desde os que pensam que a IA vai ser a nossa obra prima, mas também os que pensam que a IA vai nos levar adiante como nunca pensamos ser possível. O fato inegável é que a caixa de pandora foi aberta e não pode mais ser fechada. A IA é a força imparável que a humanidade nunca enfrentou, para o bem, ou para o mal.

Veículos automotores são perigosos para a humanidade? Computadores são perigosos para a humanidade? Da mesma forma é a inteligência artificial, armas, crenças, atitudes e palavras, quando na mão de pessoas erradas…todas elas são perigosas para a humanidade.


A falta de Inteligência Natural é muito mais perigosa. 


A Inteligência Artificial não é exatamente inteligente, pois vamos lembrar que todo dispositivo que a contenha já foi definido por algum outro ser, ou seja, ele vai sempre seguir o mesmo Script, seja qual for a situação, ele vai sempre ter o seu padrão autônomo. Por esse mesmo motivo, acredito que especulações como “robôs dominarem o mundo” seja apenas uma utopia, porque como disse, tudo foi assertivamente programado antes, amenos que a intenção seja fazer o mau.

De qualquer forma, toda a inteligência artificial já vem carregada de aspectos humanos, já leva parte da civilização humana dentro de sua estrutura.


A IA me assusta no sentido de saber que 99% da população não tem ideia da revolução que está por vir. O fim da era da informação e o começo da era da inteligência artificial geral. E não porque eu sou otimista, vejo que existem milhares de pessoas com preocupações válidas sobre IAs e estão trabalhando para que esta revolução aconteça a nosso favor, não contra.

O problema sempre será o homem por trás da criação da Inteligência Artificial.

Se ele resolver dar a essa inteligência capacidade de tomar decisões, de se auto programar, estamos perdidos.

A IA já faz parte do nosso mundo, permeia cada aspecto da nossa vida de forma sutil na maioria das vezes, quando chamamos um Uber, quando dizemos ´´ok google``, quando fazemos uma pesquisa no google e os resultados são exatamente aqueles que queremos.

A AI contribui e continuará contribuindo muito para facilitar as rotinas em todas as áreas de atuação. Aumentará as nossas possibilidades de criação e de desenvolvimento de tecnologia e resolução de problemas complexos, creio então que nos deve deixar mais livres pra desenvolvimento, mas mais dependentes dela .

Diariamente usufruímos dos recursos de inteligência artificial, mesmo sem perceber. Pode parecer uma tecnologia distante da nossa realidade, no entanto, está mais perto do que imaginamos. O Google, o Facebook, a Netflix, entre outros, contam com a inteligência artificial como aliada para atender cada vez mais as expectativas dos usuários.

A inteligência artificial é poderosa. E com o tremendo poder que só tende a crescer, cresce também o potencial para o bem e para o mal.

Na atualidade ela não é perigosa. No futuro esperamos que também não o seja. Mas não podemos afirmar. E a menos que os humanos com suas inteligências naturais resolvam os problemas difíceis da humanidade (doenças; morte; pobreza; tragédias…) o desenvolvimento e progresso da inteligência artificial é inevitável.

A IA é uma ferramenta assim como a ciência que tanto pode curar uma doença quanto fabricar armas químicas, assim como ponteiros que podem deixar as coisas mais simples ou provocar uma violação de acesso.

Maquinas não fazem nada sem um ser humano dando ordens.


Inteligência artificial, na verdade, nem existe da forma como as pessoas pensam que é, isso é coisa de filmes.

Inteligência artificial é:

a capacidade do sistema de interpretar corretamente os dados externos, aprender com esses dados e usar esses aprendizados para atingir metas e tarefas específicas por meio de adaptação flexível . 
([1] Artificial intelligence — Wikipedia)


Inteligência artificial não é vontade artificial ou motivação artificial.


Não é uma máquina que pensa por si, apenas faz uso de cálculos e informações externas para realizar determinadas tarefas, máquinas ainda são muito dependentes de um humano.

Portanto, para que uma máquina represente um perigo para os humanos, ela precisaria receber uma ordem mal formulada, interpretar uma ordem recebida de forma errônea ou alguém com intenções segundas tomar posse de uma máquina e usá-la para seus próprios fins.

Ainda que a IA supere a inteligência humana em alguns aspectos, e isso deve realmente acontecer em muitas áreas de fato (em pouco tempo), a evolução da tecnologia é altamente dependente da ação humana, e pensar num futuro onde as máquinas vão ter vontades e vida própria para acabar com a humanidade, são boas ideias apenas nos roteiros de filmes de ficção.

O que nós sabemos é que ela vai mudar o nosso futuro, e que quando chegar ao ponto dela se aprimorar sem interferência humana (sem clichês de maquinas do mal) provavelmente vamos ver uma revolução como nunca vista na história da humanidade, talvez comparável ao controle do fogo pelos nossos ancestrais e só. É certo que vamos passar um momento difícil na transição porque os melhores estudos mostram que 85% dos empregos hoje não vão existir em 2030 e que muita gente que tá iniciando cursos hoje vão terminar sabendo que estão obsoletos. Por exemplo, transporte, este vai ser o primeiro a ser dominado por inteligência artificial por muitas razões, que não vem ao caso aqui agora, o setor de transporte representa 20% da mão de obra do mundo. Dá para imaginar 20% da mão de obra sendo eliminada em um prazo de 10 anos? Não dá. Então existem os pessimistas e otimistas, eu sou otimista e acredito que a vida humana vai melhorar muito.

Imagino que de alguma forma ela irá ajudar em tarefas realizadas por humanos e retirar a influência dos nossos erros e eliminar e alertar comportamentos duvidosos. Portanto, a sociedade como um todo será mais precisa em todas suas atividades e o tempo que se era gasto com tarefas corriqueiras e completamente automatizáveis pode ser aproveitado para focar em questões mais críticas onde a inteligência artificial ainda não terá capacidade de atuação. Por exemplo, a falta de sentimentos nas decisões. Essa é a maior desvantagem da IA. A inteligência artificial só lida com fatos e situações objetivas, não há lugar para a subjetividade natural do ser humano, que permite, por exemplo, entender que sob determinada circunstância o mesmo ato pode ter agravantes e atenuantes. A ausência da capacidade de sentir. De empatia.

Uma definição de IA de forma simples e Objetiva é ´´Estatistica``. Nada mais, nada menos do que estatística.

E por que têm o potencial de desqualificar mais do que 60% dos empregos atuais? É porque estatística tem tudo a ver com eficácia, precisão e acerto. A mente humana sabe muito bem lidar com escolhas difíceis, mas um computador terá as melhores escolhas.

Se você parar para pensar a ciência, principalmente ciências humanas utilizam largamente estatísticas para comprovar ou desprovar certo tipo de fato ou comportamento humano.

Nesse sentido, Inteligência Artificial une o que há de melhor no ser humano, com o que há de melhor na ciência, produzindo uma verdadeira revolução na história da nossa civilização.