Leandro Sauerbronn França en Sociedade Automotiva, Estudantes, Engenharia Mecânica Proprietário • Sociedade Automotiva 20/7/2016 · 3 min de lectura · +300

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Em fevereiro de 1916, no Sul da Alemanha, a empresa de engenharia MAN AG estava falida e foi comprada pela empresa construtora de aviões Otto-Flugzeugwerke, começando uma nova empresa chamada Bayerische Flugzeugwerke AG (B.F.W).

Com o início da 1ª Grande Guerra a empresa fabricou sob licença o Albatros Flugzeugwerke, para suprir as necessidades de guerra dos ministros da Prússia e Bavaria ( Na época equivaliam a nossos governadores atuais ).

Porém os primeiros modelos apresentaram sérios problemas de construção, já tinha acontecido isso antes com Gustav Otto (Filho do Nikolaus Otto, o criador do que chamamos de Ciclo Otto ) quando dirigia a empresa.

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Albatros F-2

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Gustav Otto

Depois disso a empresa passou por profundas mudanças organizacionais e intensa supervisão nas linhas de montagem, resolvendo todos os problemas de qualidade ainda em 1916.

A BFW montou mais de 200 aeronaves por mês, com mais de 3000 trabalhadores, foi a maior manufatura de aviões da Bavaria.

Com o final da guerra, a demanda por aeronaves militares entrou em colapso, a empresa teve que direcionar sua produção para outros produtos se reposicionando no mercado.

A empresa tinha em estoque material para construção de 200 aeronaves que valiam na época 4,7 milhões de Marcos, foi então que usaram as máquinas e materias para a construção de móveis de cozinha. Em 1921 a BFW fabricou motocicletas (Flink e Helios).

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

No outono de 1921, o investidor austríaco Camillo Castiglioni, anunciou que queria adquirir a BFW, foi apoiado pela outra empresa alemã BMW,  mas outra empresa a MAN AG acionista da BFW foi contra a aquisição, Camilo acabou por comprar a empresa e se tornou o único dono.

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Camillo Castiglioni

Em 1926 a BFW foi reformulada e em 1927 Willy Messerschmitt ingressou na empresa como designer-chefe e engenheiro e formou uma equipe de design.

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Willy Messerschmitt

Um dos seus primeiros projetos foi o Messerschmitt M20, mas muitos protótipos caíram, inclusive matando o chefe da Deutsche Luft Hansa, além de outras autoridades da aviação alemã.

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Messerschmitt M 20

Isso levou a  BFW ter todos os contratos cancelados e entrou em falência em 1931, com o programa de rearmamento alemão e a amizade com Hugo Junkers impediu que sua carreira terminasse, em 1933 a BFW voltou a ativa, mas Messerschmitt não podia adquirir totalmente a empresa até 1938, por isso a designação “Bf” nos primeiros projetos.

Foi então que o engenheiro introduziu um conceito chamado de “construção leve”,  onde várias peças que eram separadas foram fundidas em uma única parte reforçada, economizando peso e melhorando o desempenho, o primeiro modelo a ter este conceito foi o Bf 108 Taifun.

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Bf 108 Taifun

Com base neste desempenho a empresa foi convidada para o concurso de um novo caça alemão e venceu com o Bf 109.

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Bf 109

Então a empresa se tornou favorita do partido nazista e a fábrica do sul da Alemanha se tornou a Messerschmitt AG em 11 de julho de 1938, com o Willy Messerschmitt como presidente, daí os projetos mudaram a designação inicial de “Bf” para “Me”.

Durante a Segunda Grande Guerra a Messerschmitt foi a principal fornecedora alemã durante a primeira metade da guerra com os projetos Bf 109 e Bf 110, alguns projetos foram condenados como o planador de transporte Me 321 Gigant e o avião de transporte de 6 hélices Me 323.

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Aeroplano Me 321

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Avião de Transporte Me 323

Depois da primeira metade da guerra a Messerschmitt direcionou seus projetos para aviões a jato, Me 262  Schwalbe e o Me 163 Komet. Durante a guerra estes aviões foram feitos com mão de obra escrava em fábricas dentro de montanhas, na Áustria e Polônia, em túneis, muitas pessoas foram assassinadas de diversas nacionalidades.

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Me 262 Schwalbe, primeiro avião a jato operacional do mundo.


MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Me 163 Komet

Alguns outros modelos fracassaram como o Me 210, quase levou a dissolução da empresa, depois os problemas foram resolvidos no modelo Me 410,  mas poucas unidades foram construídas, todo o esforço foi para a construção do Me 262. Messerchmitt também trabalhou no projeto Me 264 V1  Amerikabomber, mas tarde de mais para ser posto em prática.

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Me 210

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Me 410

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Me 264 V1 Fernbomber,

Com a derrota alemã na Segunda Grande Guerra, a empresa foi proibida de construir aviões, foi então que novamente a empresa procurou outros produtos para poder continuar funcionando, desenvolvendo o projeto de carro Kabinenroller KR175 e KR200, projetado pelo engenheiro aeronáutico Fritz Fend. O carro foi fabricado de 1955 até 1964.

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Kabinenroller KR175

MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Kabinenroller KR200


MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS


MESSERSCHMITT, MOTORES, AVIÕES, MOTOS E CARROS

Kabinenroller KR200 Super

Além dos carros a empresa construiu casas pré-fabricadas em 6 de junho de 1968 a Messerschmitt AG se fundiu com a Bölkow, pequena empresa de aviação civil e adquiriu posteriormente a Hamburguer Flugzeugbau (HFB), se tornando a Messerschmitt – Bölkow – Blohm (MBB), foi assumida pela empresa DASA (EADS Germany) que agora faz parte do grupo da Airbus.