Luis Garcia en Engenheiros e Técnicos, Profissionais Administrativos, Comerciantes e Vendedores Diretor Comercial - Corretor de Seguros • Royalty Insurance Corretora de Seguros 15/10/2016 · 2 min de lectura · 2,1K

O poder na ponta do giz

"Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina" - Cora Coralina

Com essa frase que começo esse texto.


Particularmente, por ser o dia dos professores me senti na obrigação de escrever algo em sintonia com essa data , que como todas as outras deveria ser salientada todos os dias.

Cito que além do professor de profissão, existe o "professor amigo", aquele que se propõe a ensinar indiretamente. Aquele que muitas vezes não tem uma graduação, mas tem a boa vontade e a dedicação de partilhar um pouco de conhecimento.

Um  boa parte da população (infelizmente não todos), tiveram ou até o hoje ainda detém o privilégio serem ensinados por profissionais, que passaram anos de suas vidas empenhados com um único objetivo: criar um mundo melhor. 

Não vejo alguém que se torne professor sem a primícia de ser capaz de mudar o mundo. Talvez alguns não tenham essa visão diretamente, mas, esse é o super poder que eles tem, o de mudar o rumo das coisas.

Professores passam em nossas vidas em varias fases: na infância, no colegial, na faculdade, em nossa casa, em nossos empregos.

Quem passaria vários anos da vida estudando para ganhar o mesmo que alguém sem formação, e ainda assim, com tanta responsabilidade em suas mãos?

O poder na ponta do giz

Deixar de gratificar pessoas tão importantes para o desenvolvimento de toda uma nação é algo muito triste, mas ao mesmo tempo isso torna a situação mais difícil de acreditar!

Simplesmente pelo fato de que, poderiam não existir professores se o dinheiro os impedisse de seguir seus princípios, o que seria algo arrasador.

Os profissionais estão nas salas de aula recebendo um salario que não chega nem perto do que realmente merecem.

A maioria poderia ser CEO em multinacionais, empresários, palestrantes, mas mudar vidas está a passos largos do simples intuito de ter um salario fenomenal.

Em maioria, o salario não impede que esses profissionais deem o seu melhor para a sociedade, para formar cidadãos, profissionais, pessoas que ensinarão outras pessoas sobre a vida!

Espero sinceramente que em um futuro próximo os professores sejam valorizados em nosso país como merecem, assim como são em países desenvolvidos.

Você não acredita em Super-heróis?

Que pena, eu tenho total convicção de que existe um em cada sala de aula, em cada lugar do planeta, em cada momento que há alguém disposto a ensinar o próximo.

O poder na ponta do giz

Professores deveriam ser tratados como os heróis que realmente são.

Professores são pessoas que ensinam, mas acima disso, aprendem para ensinar. Passam dias