Luizia🐝 Patrício in Comunicação e Jornalismo, beBee em Português, Desenvolvimento Humano Terapeuta Alternativa • Alfa Coaching Feb 3, 2018 · 4 min read · 2.6K

A Maior Vingança é o Perdão!

A Maior Vingança é o Perdão!

A Maior Vingança é o Perdão!
Faz sentido pra você.  Que este perdão começa com você? 
A distância que você tem do próximo, é a distância que você tem de você. 

Você alguma vez já se permitiu experimentar a milagrosa sensação de liberdade produzida pelo ato de perdoar-se e perdoar? Ou você é do tipo que prefere ser refém de dilacerantes sentimentos de culpa e orgulho ferido para o resto da vida?

Você sabia que nossos corpos e o universo que nos cerca são movidos por energia, e que nossa vida é literalmente produto do nível da frequência com que essa energia vibra?

O sentimento, é o fator que determina o nível de sua vibração

Talvez você nunca tenha ouvido falar nada sobre isso, ou até duvide, mas estou aqui pra te dizer que está cientificamente comprovado e não há o que refutar. Isso é BIOQUIMIOFÍSICA DO PERDÃO.

Ao esvaziar-se das mágoas, ressentimentos, ódio, desejos de vingança... seu cérebro e seu coração automaticamente passarão a emitir comandos que farão com que seu organismo produza substâncias chamadas de neurotransmissores, elevando, cada vez mais o nível de frequência que você vibra.

Isso, significa que o sentimento  produz reações químicas em seu corpo. Afetam diretamente sua energia e consequentemente, sua vida.

O sentimento de perdão resulta em paz, leveza, tranquilidade, satisfação, gratidão, alegria... e muita saúde.

Descobertas da medicina e estudos na área da psique, atestam a importância do perdão na melhoria da saúde. Conforme relato de Fred Luskin, diretor do Projeto do Perdão da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. “Perdoar ajuda a barrar o desenvolvimento de problemas cardíacos e reduz os índices de câncer e outras doenças ligadas aos sentimentos negativos.”

Como o perdão cura?

Deepak Chopra, médico indiano no livro - A Cura Quântica, esclarece como o perdão cura:

“Quando temos um ressentimento ou uma mágoa, ou sentimos hostilidade contra alguém, ou alguma emoção tóxica: culpa, depressão, medo... lançamos no sistema cardiovascular e também no sistema imunológico, hormônios como adrenalina e cortisona e ficamos comprometidos imunologicamente. Até mesmo nossas plaquetas ficam tensas, com altos níveis de adrenalina e começam a criar coagulação sanguínea que podem levar a doenças cardiovasculares, ataques do coração e derrames.”

Quando Perdoamos o que acontece?

“Quando perdoamos, tudo se acalma. Os hormônios que estão associados com as respostas estressadas se acalmam. Hoje é evidencia que lançamos outros tipos de neurotrasmissores, que são moderadores imunológicos e nosso corpo começa a voltar a homeostase (propriedade de manter as condições internas estáveis e ideais para o metabolismo) que é auto-regulação e auto cura. Nossos hormônios, nossa bioquímica, açúcar no sangue, temperatura do corpo e centenas de parâmetros também voltam à origem. É dessa maneira que o perdão cura.”

Graças à física quântica, hoje o conhecimento sobre o porquê do caos em que se encontra a vida da maioria das pessoas, está ao alcance de todos. Não há mais nenhum mistério.

“Aquele dito que diz: “É dando que se recebe... E Perdoando que se é Perdoado...”, resume essa questão. Pois o perdão liberta! Não somente a quem é perdoado, mas principalmente a quem perdoa. Pois está perdoando a si mesmo. Permitindo-se libertar das amarras que o ódio, o rancor, a mágoa... obrigaram a carregar ao longo dos anos.

É também o que explica a LEI DE CAUSA E EFEITO. O universo jamais te dará qualquer coisa, sem que você ofereça primeiramente. E isso só se dá por meio de intercâmbios energéticos. A energia que você oferece é o termômetro que irá fazer com que o universo (ou Deus, como queira chamar) possa estabelecer a medida do que você merece receber.

A história de minha própria vida é prova incontestável de que toda essa teoria, quando posta em prática é literalmente transformadora! Por isso hoje minha inspiração foi de falar pra você sobre a freqüência vibracional do perdão. O Poder de uma carga energética absurdamente negativa, que só serve pra te levar a óbito, no mais amplo sentido da palavra. Óbito mental, emocional, espiritual e físico.

Sim, perdoar é verdadeiramente um poder, porque demanda resolutas tomadas de decisão, pelo exercício do seu livre arbítrio. Requer muito aprendizado, além de travar uma ferrenha e muitas vezes sangrenta batalha contra seu ego, que obstinadamente se recusa a render-se ao altruísmo, ao AMOR incondicional.

“Estudos mostram que o perdão é eficaz e benéfico, mesmo em casos mais graves de abuso, trauma, opressão e negligência. Tanto a fé quanto a ciência moderna enfatizam a importância do perdão por quaisquer transgressões, não importando o quanto nós fomos feridos. Porém, é importante definir bem o que é perdão. Perdão é aceitar o que aconteceu e seguir em frente, sem desejar mal a quem te machucar. Perdão não é colocar-se em situações nas quais você continuará a ser ferido. Você pode perdoar alguém e, ainda assim, poderá manter limites necessários para um relacionamento. Em casos de agressões graves, o limite pode envolver nenhum contato.”

O Dr. Fred Luskin, autor de "O Poder do Perdão”, explica que o processo de formação de uma mágoa demonstra como tal fato possui um efeito paralisante na vida das pessoas, baseando suas afirmações em investigações e pesquisas, principalmente em seu Projeto da Universidade de Stanford para o Perdão. 

OS NOVE PASSOS DO PERDÃO – Segundo o Dr. Fred Luskin

1. Saiba exatamente como você se sente sobre o que ocorreu e seja capaz de expressar o que há de errado na situação. Então, relate a sua experiência a umas duas pessoas de confiança.

2. Comprometa-se consigo mesmo a fazer o que for preciso para se sentir melhor. O ato de perdoar é para você e ninguém mais. Ninguém mais precisa saber sua decisão.

3. Entenda seu objetivo. Perdoar não significa necessariamente reconciliar-se com a pessoa que o perturbou, nem se tornar cúmplice dela. O que você procura é paz.

4. Tenha uma perspectiva correta dos acontecimentos. Reconheça que o seu aborrecimento vem dos sentimentos negativos e desconforto físico de que você sofre agora, e não daquilo que o ofendeu ou agrediu dois minutos – ou dez anos – atrás.

5. No momento em que você se sentir aflito, pratique técnicas de controle de estresse para atenuar os mecanismo de seu corpo.

6. Desista de espera, de outras pessoas ou de sua vida, coisa que elas não escolheram dar a você. Reconheça as “regras não cobráveis” que você tem para sua saúde ou para o comportamento seu e dos outros. Lembre a si mesmo que você pode esperar saúde, amizade e prosperidade e se esforçar para consegui-los. Porém você sofrerá se exigir que essas coisas aconteçam quando você não tem o pode de fazê-las acontecer.

7. Coloque sua energia em tenta alcançar seus objetivos positivos por um meio que não seja através de experiência que o feriu. Em vez de reprisar mentalmente sua mágoa, procure outros caminhos para seus fins.

8. Lembre-se de que uma vida bem vivida é a sua melhor vingança. Em vez de se concentrar nas suas mágoas – o que daria poder sobre você à pessoa que o magoou – aprenda a buscar o amor, a beleza e a bondade ao seu redor.

9. Modifique a sua história de ressentimento de forma que ela o lembre da escolha heróica que é perdoar. Passe de vítima a herói na história que você contar.

Bom, desejo que faça sentido a você.  Assim como fez a mim. 

Extraído de pesquisas e estudos referente ao Poder do Perdão.

Luizia Patrício Life Coach Pessoal 


#13 obrigada Luizia... abraço fraterno

0
Luizia🐝 Patrício Feb 13, 2018 · #14

#11 @Regiane Andrade de Souza, como vai? Deseho que bem! Bom, existe um meio sim. Para que não venhamos expor aqui, por gentileza me chama pelo chat. Ou acesse um dos meus links. Te aguardo. Uma dica seu perfil aqui na rede é de super importância, por gentileza edite com sua foto, invista bo seu marketing pessoal. Bjos aguardo você 😘 gratidão por compartilhar seu sentimento

0
Luizia🐝 Patrício Feb 13, 2018 · #13

#12 Claro Dilma! Te envio pelo chat

0

#10 que bacana Luizia, pode me passar o link? já agradeço e fique a vontade com os conteúdos que puder ser útil

+1 +1
Regiane Andrade de Souza Feb 6, 2018 · #11

E quando temos dificuldade de pedir perdão? Como buscar ajuda para "criar coragem de pedir perdão"?

+2 +2
Luizia🐝 Patrício Feb 6, 2018 · #10

#9 exelente seu artigo Dilma. Compartilhei em meu grupo de terapia do Perdão.

0

#8 obrigada @luizia... feliz em contribuir

+1 +1
Luizia🐝 Patrício Feb 5, 2018 · #8

#6 Obrogada Dilma. Vou ler deus conteúdos são extraordinários. Eu que agradeço

+1 +1