MARCELO PARADINHA en Profissionais Administrativos, beBee em Português, Comerciantes e Vendedores Consultor Senior 19/10/2016 · 2 min de lectura · 2,5K

CONTINUANDO A FALAR SOBRE AUTOESTIMA

CONTINUANDO A FALAR SOBRE AUTOESTIMA

                              



                             AUTO ESTIMA

Se você ainda não se sente pronto para entrar em ambientes novos, com escolhas diferentes das que você tem vivenciado, isso pode significar que você ainda não compreendeu o significado total da experiência que está passando.

A repetição das mesmas experiências em diferentes cenários pode servir para você se saturar e quem sabe - num destes momentos - perceber que já assimilou este aspecto da sua existência.

Pense que as mudanças de cenário, podem funcionar como agentes impulsionadores para a consciência dar “o pulo do gato “ e definitivamente sair de seu estado vicioso que gera uma espécie de sonambulismo crônico.

Por outro lado, no instante mágico em que a consciência entende a experiência que está passando, ela elabora realizando uma síntese criativa de si mesmo, ou seja, percebe-se em novas nuances com possibilidades de expressão nunca antes imaginadas.

Só mediante a sensação de êxtase luminoso provocado por um “insight”, é que a pessoa se “ilumina” habilitando-se a abandonar a sua antiga identidade construída dentro de um esquema repetitivo e efetivamente parte para muitos outros tipos de experiências.

Penso que a grande sacada da nossa era será quando sairmos do cenário - que nós próprios criamos de modo inconsciente - para lucidamente nos tornamos criadores auto conscientes de novas experiências.

Isto, porém requer uma transformação da estrutura do “eu cultural” criado para esta nossa atualidade.

O novo pode trazer um questionamento sobre a nossa identidade anterior e uma possível angustia sobre se o que virá, poderá tirar os nossos pés de um território que, por pior que fosse, nos era conhecido.

A minha sugestão é que, antes que você acione um desejo para uma mudança de vida, você pesquise dentro de você mesmo o quanto está apto a mudar.

Mudanças podem gerar transformações importantes em toda uma vida. Não é ruim, mas você deve pesquisar se está pronto.

Se você está vivenciando algo e, por mais que queira, não vê possibilidades de uma mudança, é sinal que você de algum modo ainda não está pronto para abandonar a experiência, então deve permanecer nela até sentir que pode escolher algo de diferente para si mesmo.

Mas não sucumba nesta posição e lembre-se de que na maioria das vezes, você deve “gritar” para o seu corpo acordar de um vicio emocional que gera realidades repetitivas!

Para efetivamente gerar uma mudança em sua realidade existem alguns pressupostos básicos de acionamento interno:

Acionar um desejo intenso de mudança, lembrando que o nosso corpo físico já está acostumado a interpretar a realidade de acordo com um comando anterior, e que portanto com certeza irá se opor ao novo, enviando emissores para a sua mente parar com qualquer ideia inovadora.

Use sua força e em hipótese alguma desista.

Lembre-se que de inicio, o seu desejo deve se sobrepor ao vicio emocional que gera uma imensa rede de respostas neurais.

Você tem o poder de gerar novas sinapses em si mesmo por intermédio de foco e desejo intenso.

Vale a pena mudar um padrão repetitivo e enviar ao seu cérebro um padrão de constante mudança com cheiro de aventura auto consciente!

Para que este processo se dê com eficiência, a regra básica é a de não se distrair nem por um instante de seus objetivos.

Esteja no foco a todo momento!

Se você fizer isso constantemente, perceberá que dentro de você se abrirá um novo tipo de sensação confortante. Perceberá como você detém o poder de mudar a sua vida e a cada nova percepção, a sua auto estima reforçada, promoverá novas intenções deliberadas.

A quebra de padrões repetitivos nos coloca em cheque para nos perguntarmos a todo o momento, quem desejamos ser e como.

E perceber os ecos antigos que nos davam a sensação de uma identidade - com cuidado para não sucumbirmos no antigo - até que este eco se esvaeça totalmente e você se crie deliberadamente com total autonomia.

Conceba esta possibilidade de existir e faça, dos seus desejos e intenções, ações conscientes de transformação pessoal.

Você pode. Você merece.



Jonas Sousa 2/11/2016 · #4

Muito bom autoestima, como faz bem.

+1 +1
Tifany Rodio 20/10/2016 · #3

Ótimo artigo, obrigado por compartilhar @MARCELO PARADINHA

0
MARCELO PARADINHA 19/10/2016 · #2

Acompanhe diariamente na colmeia DESENVOlVIMENTO PESSOAL meu trabalho! Vai ser muito legal te ver aqui com a gente!

0
Marcelo Pereira Silva 19/10/2016 · #1

Muito fera Marcelo! Curti msm!

0