Marcializ da S.M.Martins en educação especial, Pedagogia Professores e auxiliares, Professores e Educadores Auxiliar de classe estagiária • EMEI Olga Calil Menah 8/3/2018 · 1 min de lectura · 1,2K

Canal da pedagogia

Canal voltado para a Educação, com atividades incríveis dedicadas à aprendizagem de forma lúdica.

Os jogos e as brincadeiras elaboradas nesse canal, são sugestões para que professores, monitores e demais interessados na educação infantil, possam de forma lúdica e criativa, proporcionar vivências interessantes para seus alunos. Experimentar é uma prática essencial para a construção do conhecimento e o alcance do aprendizado significativo.

Todos os materiais sugeridos nas atividades descritas no canal são itens seguros, de baixo ou nenhum custo que podem ser encontrados tanto nas escolas, quanto em nosso entorno imediato. Os jogos e as brincadeira são destinados a todos e podem ser melhorados ou adaptados pelos professores, monitores, pais entre outros, conforme suas necessidades educacionais.

As atividades sugeridas são indicadas para educação infantil, mais nada impede que seu nível de dificuldade seja aumentado, para que as mesmas possam ser usadas na educação fundamental.

O importante é que as atividades aqui sugeridas sejam usadas com o objetivo de provocar a curiosidade infantil e o impulso à experimentação e à descoberta.

A inserção de atividades experimentais na prática docente apresenta-se como uma importante ferramenta de ensino e aprendizagem, quando mediada pelo professor de forma a desenvolver o interesse nos estudantes e criar situações de investigação para a formação de conceitos (PARANÁ, 2008, p.76).

As brincadeiras proporcionam a oportunidade de vivenciar situações reais ou imaginárias, permitem a auto descoberta e a construção da criatividade.

A brincadeira permite à criança vivenciar o lúdico e descobrir-se a si mesma, apreender a realidade, tornando-se capaz de desenvolver seu potencial criativo (Siaulys, 2005 apud QUEIROZ ET AL, 2006).

As brincadeiras e os jogos proporcionam a socialização, a interação, a troca de conhecimentos e experiências com o outro, fato essencial para a construção do conhecimento e da aprendizagem significativa.

Kishimoto (2001) destaca que: “Ser criança é ter identidade e autonomia, é poder expressar suas emoções, suas necessidades, é formar sua personalidade, é socializar- se em contato com a multiplicidade de atores sociais, é expressar a compreensão do mundo pelas linguagens gestuais, artísticas além de oral e escrita. Ser criança é ter direito à educação, ao brincar, aos amigos ao conhecimento, mas é principalmente, à liberdade de escolha”. (2001, p. 3)



Inscreva-se! Canal da pedagogia
Autor em Título da fonte

https://youtu.be/rhapF_vNyaA