Marcelo Magoga en Profissionais Administrativos, Médicos e profissionais da área da saúde, Formação Profissional Hipnotista, Psicanalista e Filosofo • Espaço Kin No Ame Holístico 20/9/2018 · 2 min de lectura · +400

Comportamentos Prejudiciais no Trabalho

Comportamentos Prejudiciais no Trabalho
Sempre almejamos na empresa em que atuamos uma promoção mas podemos crer que num momento de crise como estamos passando isto se torne algo muito difícil ou mesmo impossível.

Mas nada disso, sem formulas magicas ou divinações espetaculares, sempre há oportunidade para todos se desenvolverem no campo corporativo.

Na realidade as promoções nunca deixam de acontecer mesmo em momentos de recessão, as oportunidades ocorrem por vários motivos como a demissão de um funcionário que alcançou alto salário para assim promover outro da equipe com salário menor ou ainda quando acontecer o aquecimento econômico seja necessário as empresas necessitam promover seus profissionais pleno ou mesmo júnior para assumirem as posições deixadas por outros que saíram para empresas concorrentes.

Existem critérios que as empresas adotam para escolher quem pode ser promovido e dentre esses critérios são avaliados desde posturas e até atitudes cotidianas no ambiente corporativo, isso implica que nesse ambiente o indivíduo que almeja uma promoção não se empenhar em suas funções e não “vestir a camisa” da empresa isto significa que mesmo se tiver bom um desempenho as chances de progredir serão muito pequenas.

Existe comportamentos que prejudicam o alcance da promoção, eis alguns deles:

Relacionamentos: ter problemas de relacionamento no ambiente de trabalho é um dos mais importantes tópicos para entender a questão da não promoção, imagine um gerente comercial que tenha problemas para se relacionar com os funcionários? E isto é muito mais visível do que se imagina, quem acha que isto se reduz apenas àquele ambiente ou apenas a dois ou três funcionários diretos, ledo engano, tenha certeza que até os chefes de seu gerente sabem o que está ocorrendo. Então, caso ocorra isto com Você a dica é dialogar, aparar as arestas e refletir muito antes de criar inimizades.

Chacotas: pequenas brincadeiras, piadas tidas como inocentes, são tentativas de se criar um ambiente divertido e alegre. São competências que se esperam de um bom gestor mas se deve ter muito cuidado com os limites e as coisas fugirem de controle. Uma brincadeira por menor que seja pode ser interpretada com de muito mal gosto por um funcionário mal humorado ou pelo chefe, então piadas e brincadeiras mais intimas guarde para os amigos mesmo e longe da empresa mesmo em festas corporativos.

Disponibilidade: não estar disponível para a empresa, aquela atitude que mostra que Você realmente veste a camisa da empresa, fazer horas extras quando necessário e que foram pedidos, principalmente naquelas épocas de fechamentos mensais e seu chefe pede para Você ficar até mais tarde e as vezes por alguns dias consecutivos. É visto com muito bons olhos também quando se dedica um final de semana para um projeto importante. Atender um cliente no sábado ou feriado, realizar uma tarefa que algum colega teve dificuldade ou não realizou, estar sempre disponível é importante.

Mesquinhez: esse tipo de atitude é muito prejudicial a carreira do profissional que almeja crescer na empresa, são atitudes como mensurar os minutos que chegou mais cedo como “créditos” na carga horária de trabalho ou medir o esforço do colega dizendo que trabalha muito mais que ele ou ainda dizer que nunca tira férias no final do ano pois perderia os feriados. Mas se você realmente deseja crescer na sua carreira na empresa deve saber que quanto mais alto o cargo hierárquico menor o descanso e maior a responsabilidade além de que cargos de confiança não tem hora extra. Pois quando você se tornar um gerente ou gestor, será a sua vez de pedir horas extras e esforços a sua equipe.

Ser bonzinho: muitas vezes quem ocupa um cargo de gestão, gerente, tem necessidade de tomar decisões impopulares, escolhas difíceis, cortes de funcionários, não pode bancar o bonzinho querido da turma, agir com ética e justiça é a melhor opção.

Falta de conhecimento: conhecer bem a empresa, sua história, a sua equipe caso seja um gestor, seu departamento, seu trabalho. Porque como poderá orientar, cobrar e oferecer suporte a equipe se não souber exatamente como o trabalho deve ser efetuado. Se você busca promoção deve ter a humildade de um aprendiz, entenda que por mais conhecimentos, estudos, cursos etc. que tenha, você não sabe de tudo, adquirir conhecimento e experiencia leva tempo e a humildade de ajuda, perguntar e observar os outros, ajuda e muito a adquirir experiencia e certamente será de grande valia no futuro.

Seja sempre Você, um sorriso, um cumprimento, um pedido sincero de ajuda enfim cordialidade e educação são sempre muito bons cartões de visita e uma "poupança" para seu crescimento profissional.