Neto Montana en Poeme-se, beBee em Português, Escritores Produtor Artístico Autonômo (Autonomous artistic producer in Neto Montana Artistic Productions) • Neto Montana Produções Artísticas (Neto Montana Artistic Productions) 11/1/2018 · 1 min de lectura · +700

Martinelli: obra de arte, decadência e renascimento

Martinelli: obra de arte, decadência e renascimento

Idealização e ápice, anos 20

Quem já andou pelo centro da grande cidade de São Paulo, sabe do que estou falando... uma cidade localizada ao sul da América e construída por imigrantes advindos do mundo inteiro, as maiores  colonias são de italianos, libaneses, japoneses e alemães depois da colonização portuguesa. Quem vem pra São Paulo percebe a influencia de outras culturas principalmente na construção civil. E o edifício Martinelli é exemplo da ascensão e declínio econômico de uma das famílias italianas mais influentes da cidade do começo do século passado, além de ter sido o edifício mais alto daquela época, foi um marco para seu tempo. O Martinelli é uma junção de estilos arquitetônicos, tem um pouco do Barroco Francês, Barroco Italiano, Gótico Inglês, neoclássico, Art Noveau e Rococó. Uma mistura de estilos em um obra única.


Degradação e decadência, anos 60


Devido uma série de problemas financeiros a família vende o edifício para o governo da Itália no final dos ano 30.
No final da II Guerra a cidade passou por um rápido progresso no qual culminou um  boom imobiliário na região, fazendo com que aquele que antes fosse um dos principais cartões postais da cidade, perdesse espaço para outras grandes construções ao seu entorno. Nos anos 60 com a precária administração e empobrecimento da região, o prédio é invadido tornando-se uma favela verticalizada, palco de crimes e acontecimentos misteriosos..  


Renascimento, anos 70

O Martinelli expressa bem em seus detalhes clássicos e elaborados, o auge, decadência e ressurreição. Antes um clube e cartão postal frequentado com frequência por políticos, magnatas da época a decadência a falência, degradação e marginalização.  No final dos anos 70 o prefeito do tempo, Olavo Setúbal decidiu salvar já a tão sucumbida obra. Com grande esforço policial , desapropriou e revitalizou o edifício. Quem vai pra cidade de São Paulo e se defronta com o Martinelli, percebe sua imponência.


O teatro municipal é muito bacana, o Shopping Light também fica show de bola quando é decorado no Natal.

+1 +1