Neto Montana in Las Reflexiones de hacen pensar, beBee em Português, Escritores Produtor de Eventos • Produtor de eventos Jun 7, 2020 · 1 min read · +200

A rede


A rede
A rede chacoalha a cada vendaval. No mundo haverá o lado do sol e o lado frio do universo. Os dois lados. Estou navegando como no mar, o destino parece incerto, tenho que fazer da bússola meu coração, que guiará meu destino, o norte. Estou na terra e ela é a rede, que choacalha sem parar. Minha bússola vai cair e eu tenho que segurar, pra caminhar. Vem o vendaval, tentar levar minhas certezas, mas são passageiras, logo continuo em destino ao norte. Vem as incertezas das instabilidades, mas logo vão passar, a rede por momentos estará instável, logo se moverá para o leste e oeste, tenho que me manter forte, pra me manter instável. O universo não para, vai me balançar.

Minhas lágrimas podem ser meu alívio por pequenos momentos de insegurança, mas as lágrimas das nuvens são gigantescas e ameaçadoras, tenho que me preparar para as fortes tormentas que virão, sei que o sol são momentos de descanso, amanhã terei que fortalecer as costuras senão poderá arrebentar. Sempre acompanhando minha bússola do coração, pra me manter estável diante as adversidades e me manter no caminho do norte. A viagem nunca para, ela sempre continua e quanto mais sobrevivo mais preparado vou ficando. E quanto mais enfrento, mais forte vou ficando. Todas as vezes que a rede balança - o redor está diferente, nada fica como antes, tudo depois dos vendavais se transforma. 

Assista também meus videos de poesia no youtube.