Paulo de Tarso Ferreira Corrêa en Coaching Brasil, Recursos Humanos, Consultores - Consultoria em Recursos Humanos Life Coach • PaulodetarsoCoach 27/9/2016 · 1 min de lectura · 2,1K

Como você tem feito seu networking?


Como você tem feito seu networking?

Olá, você tem feito networking?

Será que tens feito da forma adequada?

Networking é a capacidade de estabelecer uma rede de contatos. Essa rede de contatos é um sistema de suporte onde existe a partilha de serviços e informação entre indivíduos ou grupos que têm um interesse em comum. Diz a teoria, mas como faz?

Entendi ser importante falar sobre o assunto visto que dias atrás algumas pessoas vieram, através das redes sociais mais comuns, me avisar que estavam formadas e fazendo este e aquele serviço.

Fiquei pensando, fizeram errado. Mas por que erraram ao comunicar o que estavam fazendo? Simplesmente pelo fato de por anos não terem interagido comigo e quando houve necessidade buscaram esta interação.

É comum, e até esperado, que as pessoas utilizarem as redes sociais para criar um networking, que uns anos atrás era feito pessoalmente em eventos e com muita distribuição de cartões.

Hoje, com as redes sociais, precisamos ter alguns cuidados para não nos tornarmos inconvenientes e até um desastre no que diz respeito ao networking, como no caso citado no início deste texto.

Ter uma rede social é vital para o bom desempenho profissional. Porém, fazer uma rede vai muito além de ter o contato adicionado em tal rede social. É preciso alguns cuidados.

Seja ativo nas redes sociais, publique textos, compartilhe artigos e mencione seus contatos para que eles saibam o que você tem feito.

Interaja, quando ver um texto de um contato, comente, dê sua opinião, se gostou compartilhe com as suas redes sociais, principalmente se for um texto escrito por ele, afinal, muito se copia e pouco se cria em épocas de internet.

Lembre de datas especiais, prática importante e fácil, afinal a própria rede social te avisa das datas, uma mensagem pessoal é importante e muito bem vinda nesses dias.

Tenha sua opinião e saiba a colocar quando em conversa com alguém de seu networking, cuide para ser bem visto.

Ajude, ajude e ajude. É comum que quem busque um networking o faça para ter alguma ajuda, e este erro é o maior de todos. Devemos começar ajudando sempre que possível e assim ser lembrados como pessoas que ajudam os outros, importante isso.

Esteja presente, marque presença constante nas redes sociais, lembre: só é lembrado quem é visto.

Por fim, tenha o cuidado de não aparecer apenas para pedir, pois cria uma imagem negativa que dificilmente vai desaparecer.

lei mais artigos em www.paulodetarsocoach.com

Um abraço.



Augusto Santos Sep 29, 2016 · #4

Excelente buzz Paulo! São dicas muito relevantes para a construção de um bom networking. E sobre o que você falou de ajudar, é fundamental. Eu mesmo já fiz muitas coisas erradas quando tentava fazer um networking, acho que ainda cometo uns erros, mas com o tempo e com textos como o seu, podemos melhorar bastante. Estes dias mesmo um amigo aqui no beBee me adicionou no Whats e disse que fez isso por que tinha vergonha de demorar para me responder nas redes sociais, pois eu era bem receptivo e cordial com todos. Isso pra mim, me fez ganhar o dia! Lógico, eu não me importo com a demora pois cada um tem suas atividades, mas é bom saber do impacto que nossas atitudes geram em nossas relações. Obrigado pelo artigo, parabéns!

+4 +4
Taynara Miranda Sep 28, 2016 · #3

Artigo completamente relevante do meu professor @Paulo de Tarso Ferreira Corrêa que nos faz refletir sobre nossos comportamentos e modos de interagir profissionalmente.

+5 +5

muito obrigado @Franciane Nunes Paciência Torres #1 é realmente triste ver que o quanto se erra nas redes sociais, este período eleitoral por exemplo, vemos muitos erros e muitos absurdos sendo feitos.. as pessoas entendem que as redes sociais são um lugar livre.. e não é.. o perfil de alguém em uma rede social é a extensão desta pessoa, e deve ser tratada da mesma maneira, com o mesmo respeito.. um abraço

+6 +6

Infelizmente, ainda há essa "cultura" de pedir ajuda quando se necessita e ajudar querendo retribuição. Seu texto, @Paulo de Tarso Ferreira Corrêa, é muito pertinente e ajuda a quebrar essa "cultura". Muito bom producer.

+7 +7