Até que a crise Não nos separe.

Até que a crise Não nos separe.


Em tempos de crise é que se conhece o verdadeiro caráter, diz o ditado. Saber como exatamente manter saudáveis nossos relacionamentos, seja ele familiar, societário ou até mesmo as amizades diante de uma crise econômica e financeira não é tarefa fácil para nós, pobres mortais, diante dos altos e baixos dos ciclos econômicos.

Considere o casal que há aproximadamente 15 anos viveu os gloriosos momentos do crescimento econômico vivenciado pelo Brasil; sem envolver partidarismo, não há como negar o salto qualitativo e quantitativo na economia do País: facilidade ao crédito, desburocratização ao microempreendedor e pequeno empresário, enfim, todas as alterações no mercado de trabalho vivido pelo país deram base para uma mudança no cenário econômico que foi real ao indivíduo em si.

Mas, obedecendo às regras do Ciclo Econômico e principalmente à forma como os governos do período recente arquitetaram a Política econômica, a crise chegou. Especificamente no ano de 2015 pudemos sentir a crise bem mais perto do cidadão comum: desemprego, lojas fechadas, empreendedores falidos e cheio de dívidas devido aos créditos adquiridos.

A questão é como evitar que o abalo causado pela crise  influencie nossas relações pessoais e no ambiente de trabalho. Abaixo, estão enumerados 7 itens que podem mitigar o efeito da crise financeira nos relacionamentos:


1) Entender que o seu companheiro, amigo, sócio, etc não tem culpa direta na Crise Macroeconomica atual;

2) Saber separar os momentos para tratar de assuntos pessoais dos acontecimentos do ambiente de trabalho;

3) Concentrar as discussões em temas que trazem soluções para os problemas vividos;

4) Evitar assuntos pessimistas, seja em conversas, seja no jornal diário. Apesar do cenário negativo, há sempre boas novas por ai: busque por elas.

5) Aproveitar ao máximo o tempo para se capacitar. Há milhares de cursos gratuitos na internet, inclusive nas melhores universidades do mundo. Otimize seu tempo.

6) Procurar estar perto de pessoas positivas do seu ramo . Faça grupo de discussões, debates, análise de períodos críticos anteriores,sempre com o intuito de buscar soluções !

7) Respeite seus próximos. Respeite o momento, as novas escolhas e coopere de forma que possam crescer juntos !

 


Valeria Sampaio Aug 25, 2016 · #5

Eu também passei pela preocupação de não conseguir superar o desconhecido e ter que manter a cabeça fria e ativa para não cair em depressão e nem mesmo ficar só alimentando a mente com pensamentos negativos, realmente necessitamos de estar junto com quem quer conquistar algo de maneira positiva e com prazer. Pessoas criativas e cheias de novidades, onde as dificuldades se tornam apenas diversões e desafios requer muito aprendizado tanto nas próprias expectativas de vida como nas experiências de trabalhos. Temos em nossas mãos as ferramentas necessárias resta apenas colocá-las em prática. Amei seu texto parabéns.

+1 +1
Thiago Smicelato Aug 25, 2016 · #4

Boas dicas Priscila!

0

Tema muito pertinente @Priscila Vieira ! Falamos tanto de crises, falta de oportunidades e pouco de como tudo isso se reflete na nossa vida pessoal e conjugal. Realmente a falta de dinheiro pode minar uma relação, mas creio por experiencia própria que podemos superar aquele velho ditado que dizia que “quando a crise entra por uma porta, o amor sai pela outra”. Eu mesmo já passei por momentos muito complicados e tive a sorte de poder contar completamente com minha parceira. Agora é ela que passa por momentos difíceis no que se refere ao trabalho, e eu busco apoia-la o máximo que posso. No final consiste nisso, companheirismo e vontade de superar os problemas juntos.

+2 +2
Priscila Vieira Aug 24, 2016 · #2

Muchas Gracias, @Miguel Angel Yóbal Cuacua !!!

0
Miguel Angel Yóbal Cuacua Aug 24, 2016 · #1

La crisis económica mundial durante años, arrastra y destruye, sin embargo el ser humano siempre busca a quien responsabilizar en lugar de analizar y buscar una solución, en la familia el soporte es entre ambas cabezas, buscar para enseñar y sacar adelante a los hijos.
aveces se cree que uno se encuentra en una situación económica difícil y al voltear encuentras a personas en condiciones peor por las que uno atraviesa.
sin embargo la unión familiar para enfrentar estos tiempos es sumamente importante.
gracias por su enseñanza Priscila Vieira. hoy me ha impulsado a seguir luchando.

+3 +3