ptharso castro in Engenheiros e Técnicos, Ingenieros y Técnicos, Engineers and Technicians Tecnologia SAP Inovação Energia Talentos Eletricidade • Microsapiens Sep 16, 2020 · 3 min read · 2.4K

Corona Virus - Covid19 e a Medicina Chinesa

Corona Virus - Covid19 e a Medicina ChinesaNão existe Verdade Absoluta é falso! Os conhecimentos adquiridos ao longo de 40+ anos me permite concluir que os cientistas estão errados e posso afirmar que as Ciências Milenares são úteis e potenciais estatísticos verdadeiros. São exemplos de Verdade Absoluta no campo da Medicina. Sem querer ser o dono destas verdades, quero contribuir ao entendimento da Síndrome do Corona Vírus, Covid19, utilizando conhecimentos bem descritos da Medicina Tradicional Chinesa, descritos no livro do autor Eu Won Lee, “Acupuntura Constitucional Universal”.

A Sabedoria Milenar Chinesa descreve duas Leis do comportamento da Natureza e do Universo: A Lei do Yin Yang e a Lei dos Cinco Elementos ou Movimentos. A primeira Lei diz respeito ao funcionamento do corpo todo ou, de cada órgão ou, parte. A função (Yang), precisa estar em equilíbrio com a Substância (Yin), para se ter equilíbrio. É uma versão de Energia, Matéria e Vida porque é preciso ter fluxo e refluxo, a energia tem de circular, a matéria não deve estagnar para se ter saúde. Não se deve ter plenitude ou vazio no contexto geral ou em parte.

A Lei dos Cinco Elementos da Medicina Constitucional Chinesa é mais objetiva e determinante na identificação do desequilíbrio e que, se identificado, pode ser tratado pela mesma Lei. Primeiro, é preciso entender o que são os Cinco Elementos representados no Corpo Humano. Vamos sintetizar um pouco o que é mostrado no lado esquerdo da imagem.

O fogo é representado pelas atividades do coração e do intestino delgado, recebe da madeira, alimenta a terra, controla o metal e é controlado pela água. O metal é representado pelas atividades dos pulmões e do intestino grosso, recebe da terra, alimenta a água, controla a madeira e é controlado pelo fogo. A terra representa as atividades do estomago e do baço-pâncreas, recebe do fogo, alimenta o metal, controla a água e é controlada pela madeira. A madeira é representada pelas atividades do Fígado e da Vesícula Biliar, recebe da água, vai para o fogo, controla a terra e é controlada pelo metal. A água é representada pelas atividades dos rins e da bexiga, recebe do metal, vai para a madeira, controla o fogo e é controlada pela terra.

A Lei dos Cinco Elementos pode ser enunciada assim: “A água alimenta a madeira, a madeira alimenta o fogo, o fogo alimenta a terra, a terra alimenta o metal e o metal alimenta a água. Em contrapartida, a água apaga o fogo, o fogo derrete o metal, o metal corta a madeira, a madeira dilacera a terra e a terra absorve a água.” É chamada de Lei da geração e dominância e contra-dominância dos cinco elementos.

Esta Lei permite o entendimento do desenvolvimento de uma Síndrome no corpo e também permitirá prescrever as medidas de tratamento seguindo o mesmo raciocínio para promover o reequilíbrio do corpo. Vamos aplicar a Leis enunciada ao caso do Corona Vírus, pelo que pude perceber dos relatos médicos obtidos nos noticiários.

A doença se manifesta por um aumento de temperatura, reduz a atividade dos pulmões e rins, altera as funções do baço-pâncreas, do sangue e da pressão arterial. Isto pode ser entendido em ambas as imagens mostrando uma plenitude de Yang e deficiência de Yin, representada pelo diâmetro dos círculos coloridos.

O tratamento e a prevenção precisam seguir os princípios da Lei e deveria reduzir o fogo, a madeira, a terra e aumentar o metal e a água. Descartando os casos gravíssimos e que precisariam de uma internação, vejo que a alimentação adequada poderia contribuir para auxiliar a manutenção do Equilíbrio dos Cinco Elementos. Tomar água pura da fonte com sais minerais, sucos de alimentos tipo cenoura, beterraba e gengibre e chás de alimentos picantes que promovem o fortalecimento dos pulmões e rins: gengibre, cravo, canela e alecrim. Reduzir os alimentos calóricos, álcool e doces é necessário para não gerar condições agravadoras dos princípios da doença que tem mostrado efeitos aos cardíacos, hipertensos e diabéticos relacionados aos Elementos fogo, madeira e terra da MTC.

A Lei do Yin-yang, visão do conceito de saúde na MTC. Yin quer dizer "substância" e yang quer dizer "função". O mosquito tem muito yang e pouco yin, o elefante tem muito yin e pouco yang. O corpo em equilíbrio tem yin-yang normais. Cada órgão também tem yin-yang normal em equilíbrio, ou seja, consome substâncias para fazer sua função e gerar substâncias. Por diversos motivos Emocionais, Físicos, Alimentares ou Ambientais e Climáticos, geramos desequilíbrios que resultarão em doenças se forem mantidos.

O homem está no centro da natureza animal. Muitíssimos raciocínios podem ser obtidos com os desequilíbrios de yin-yang. A Lei dos 5 elementos nos permite ao identificar o desequilíbrio, definir os tratamentos para recuperar o equilíbrio que está representado como um círculo com um ponto, no centro de dois eixos conforme esta figura mostra. São desequilibrios causados por emoções, alimentação, climaticos e naturais. A sindrome do #CoronaVirus gera desequilibrios à luz das alterações dos Cinco Elementos.

Uma pulseira, 5 sensores #iot padrões: Localização, Movimentação, Oximetria, Temperatura e Frequência Cardíaca. 4 sensores serão frutos de um desenvolvimento: Ritmo, Dureza, Amplitude e Largura dos pulsos. Os 9 sensores podem ser integrados para representar o modelo da MTC.

Esta é a minha contribuição ao entendimento desta doença que atingiu todo o planeta e gostaria muitíssimo de que um Mestre em Medicina Chinesa interpretasse o texto, acrescentasse outros raciocínios para alertar a medicina tradicional a conseguir identificar formas de orientar e tratar a população. A vacina será de suma importância, mas as medidas preventivas podem proteger e facilitar o tratamento da Covid19, senão pudermos evitá-la.