ptharso castro in Engenheiros e Técnicos, Engineers and Technicians, Engenharia e Indústria Tecnologia SAP Inovação Energia Talentos Eletricidade • Microsapiens May 2, 2016 · 1 min read · 3.9K

Energia Eólica não serve SÓ para Eletricidade

                                        Energia Eólica não serve SÓ para Eletricidade

Desenvolver projetos de Engenharia Industrial visando à geração e desenvolvimento de tecnologias necessárias à recuperação das rios e lagoas, promovendo a melhoria mais rápida da QUALIDADE da água, favorecendo o meio ambiente e a população dos municípios que dependem da água, deveria ser uma prioridade nacional! Promover uma recuperação Ambiental mais rápida do vale do Rio Doce ou da Lagoa da Pampulha pela melhoria das condições da água.  

É possível utilizar a Energia do Vento para bombear e filtrar Água de Lagos ou Rios, retirando os sólidos suspensos! Poderíamos até retornar a água para sua origem! Inúmeras possibilidades surgem da utilização do Sol, do Vento e da Água sem custo operacional! São fontes de Energia Renovável!  

Existem muitas formas de aproveitar o movimento dos ventos e promover o bombeio, a filtragem, e a aeração da água do Rio. É preciso financiar projetos visando à geração e desenvolvimento de tecnologias necessárias para a recuperação das águas poluidas. Porque não utilizar a energia eólica para limpar os resíduos sólidos suspensos na água?

Um design diferenciado propõe um modelo de captador de energia dos ventos que poderia operar nas posições horizontal e vertical, poderia ser construído em qualquer tamanho e potencia, para acionar equipamentos rotativos, tipo bombas, compressores e geradores elétricos. Operando com baterias e Inversor estático pode fornecer corrente alternada para moradias em cidades e no campo. Facilidade de construção, baixo custo de produção, processamento e transporte de fluidos em geral, filtração e aeração de água.

No Mundo teremos inúmeras aplicações para equipamentos deste tipo num futuro próximo para melhorar a QUALIDADE da água de rios e lagos poluídos como a Lagoa da Pampulha e a Lagoa Rodrigo de Freitas. São inúmeros tipos de aplicação, de formas e tamanhos e poderia ser aplicado em qualquer tipo de Indústria com a finalidade de processar fluidos de qualquer natureza.

Construir um equipamento captador de energia do vento que acione uma bomba para impulsionar a água através de uma seção que separe os sólidos e filtre a água para ser devolvida à sua origem. Temos o projeto básico e o desenho da seção de separação (a mais importante), mas é preciso contratar uma empresa industrial que fará o dimensionamento, o detalhamento construtivo, as especificações de materiais, a construção e testes do primeiro equipamento definindo os parâmetros para a produção em série sob nossa coordenação e fiscalização.

O Equipamento seria composto de três partes com as finalidades de bombear água, separar resíduos sólidos (lama) e aerar a água limpa. O diferencial é a utilização da energia do vento para separar os resíduos sólidos da água, transportando-os para locais externos. Não conhecemos nenhum projeto similar no mundo! É uma singularidade e precisa ser tratada de forma inovadora e rápida. Utilizar uma Empresa Industrial reconhecida poderia ser a forma mais adequada e rápida de desenvolver este equipamento proposto, avaliar materiais e soluções construtivas levando a idéia ao grau máximo de excelência em tempo reduzido e produzir unidade em série para atender rapidamente ao objetivo proposto. Não existem  equipamentos similares e o assunto é atual e inovador.


Wagner Augusto Almeida May 19, 2016 · #3

TENHO PROJETO PARA ACABAR COM A MAIORIA DAS ENCHENTES EM SÃO PAULO QUERO COLABORAR COM MINHA CIDADE

+1 +1
ptharso castro May 10, 2016 · #2

#1 O conceito de Residencia Auto-suficiente é comum no Canadá e EUA! O conceito de Vilas Residenciais (EcoVille) também vem sendo falado há tempos principalmente no Ecomagination GE. No Brasil, ainda estamos tentando criar os conceitos de aplicar Energias Renováveis aonde se consome outras formas de Energia.

+2 +2

Olá, eu acredito em uma nova geração de moradias autosuficientes, seria uma forma de parar a degradação...

+2 +2