ptharso castro in Engenheiros e Técnicos, Engineers and Technicians, Electrical Engineers Tecnologia SAP Inovação Energia Talentos Eletricidade • Microsapiens May 2, 2016 · 1 min read · 2.8K

Garimpagem Líquida do Petróleo e Dessalgação

      Garimpagem Líquida do Petróleo e Dessalgação

Devida a evolução tecnológica, existem grandes oportunidades atuais no Brasil relacionadas ao Refino do Petróleo e ao Pré-Sal. A introdução de um aperfeiçoamento na produção e na qualidade do Petróleo é uma meta perseguida por grandes players de mercado, além de ser de grande interesse mundial.  

Apesar da Finep contar  com recursos de R$ 3 bilhões até 2017, o principal programa de financiamento à inovação no setor de óleo e gás, o Inova Petro, não tem conseguido alavancar projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) por falta de interesse das empresas. O Inova Petro foi criado em agosto de 2012, com recursos de R$ 1,5 bilhão da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e R$ 1,5 bilhão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O objetivo do programa é promover o fomento a projetos que contemplem pesquisa, desenvolvimento, engenharia e/ou absorção tecnológica, produção e comercialização de produtos, processos e/ou serviços inovadores. A ideia é desenvolver fornecedores brasileiros para a cadeia produtiva da indústria de petróleo e gás natural, contribuindo para a política de aumento de conteúdo local e para a competitividade e sustentabilidade da cadeia produtiva nacional. O programa também apoia projetos de desenvolvimento incremental de tecnologias maduras e desenvolvimento de tecnologias inovadoras voltadas a demandas tecnológicas da cadeia produtiva.  

A Petrobrás e a General Eletric tem programas específicos de inovação, utilização de novos conceitos e tecnologias e ambas possuem Centro de Pesquisas no Rio de Janeiro. Aumentar a qualidade e a produção de petróleo no Brasil é objetivo estratégico, gerando empregos, impostos e renda para o Brasil.  

Consideramos o momento oportuno para um projeto de desenvolvimento de um novo processo e equipamento específico para a Dessalgação do Petroleo Crú, aqui denominado Garimpagem Líquida, exemplificado na figura.    

1. O Petróleo é composto de um conjunto de subprodutos divididos em três grupos: Hidrocarbonetos, Salmoura e Impurezas. As impurezas contém um numero grande de compostos e dentre deles Metais nobres e valiosos.  

2. A Dessalgadora de Petroleo utilizada em Refinarias é um equipamento elétrico que apresenta muitos problemas, durante muito tempo exigindo o estudo do assunto sob o ponto de vista de pesquisa, projeto e manutenção.  

3. Um percentual de 3g de metais por kg de petróleo (Thomas,2001) equivalente a 400g por barril, representa um valor superior a 1000 toneladas/dia de metal contido no petróleo levando-se em consideração o consumo atual do Brasil.

4. Níquel (Ni), Vanádio (V), Chumbo (Pb), Arsênio (As), Cádmio (Cd), Mercúrio (Hg), Cob alto (Co), Cromo (Cr), entre outros metais são frequentemente encontrados no petróleo, principalmente o Níquel e Vanádio. A presença de Mercúrio é constatada em muitos depósitos de hidrocarbonetos gasosos como também em certos betumes e comumente em depósitos de carvão mineral preto.

5.  Minúsculos diamantóides ocorrem no petróleo (óleo, gás e condensados). São moléculas que possuem similar arranjo da estrutura de átomos como os diamantes. Esses diamantóides, encontrados com maior abundância nos condensados, são excelentes matéria-prima para a nanotecnologia, provavelmente o emprego mais nobre dos produtos do petróleo.