Não é que o Linkedin funciona!!

Não é que o Linkedin funciona!!Faz um mês que entrei no linkedin para buscar recolocação, com o apoio da minha querida “mais do que” coache Cris Pelicer, e não é que funcionou!!! Na verdade, está funcionando, porque, ainda estou buscando uma recolocação.

Nesse mês conheci o perfil de muitas pessoas que considero top, e muitas delas me aceitaram em sua rede de contatos (achei isso o máximo e estou adorando). Mandei muitos currículos e participei de mais entrevistas do que em toda minha vida!

Na verdade, nunca participei de muitas entrevistas, porque, segui a carreira acadêmica, e quando tentei por conta própria entrar para o mundo da indústria fui totalmente ignorada, por isso, corri atrás de ajuda profissional e encontrei a minha coache Cris Pelicer!

Vou contar um pouco das experiências:

1-     Entrevista com profissional do RH e prova escrita: aprendi que precisava estudar sobre o mundo analítico na indústria. Apesar de toda a experiência em validar métodos analíticos, eu não conhecia muito bem as normas da ANVISA! O que foi bom, já que, para minha segunda entrevista eu estaria preparada.

2-     Entrevista com psicóloga, Ok! Entrevista técnica: me sai bem melhor do que na prova escrita (aquela da primeira experiência), pois, sabia dizer como eu fazia a validação, mas também sabia o que a empresa precisava! Acho que o que me atrapalhou foi a ansiedade!! Mas me diz, quem não ficaria ansioso em estar tão perto de realizar o sonho?!? Tenho certeza que perdi uma ótima oportunidade, mas também sei que a empresa perdeu uma funcionária com ótimo potencial!

3-     Entrevista com RH, OK! Mas a empresa fazia questão de uma carteira assinada na área, porém, acho que conquistei algo. Troco e-mails com a analista e tenho certeza que ela me dará uma oportunidade, assim que possível. Sei disso, porque, ela percebeu que tenho os conhecimentos, e que minha vontade e garra vão superar qualquer dificuldade que eu encontre na indústria!

Cada uma dessa experiências me mostrou algo, e eu com certeza vou aproveitar esses “nãos” de uma maneira ou de outra!! Sei que sou uma pessoa capaz...vamos combinar um mestrado em imunologia na UNIFESP e um doutorado na USP em bioquímica e analises analíticas também não foi nada fácil!

Prezados(as),

Meu nome é Raquel, e sou graduada em Biotecnologia.

Estou em busca de uma oportunidade de trabalho como Analista de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação ou Analista de Desenvolvimento de Metodologia Analítica na indústria farmacêutica.

Para tanto, tenho boa experiência em Desenvolvimento de projeto envolvendo metodologias de analises para pesquisa de vias metabólicas como alvos para drogas antiparasitárias. Incluindo vasto conhecimento Bioquímico, Microbiológico e Imunológico que empreguem metodologia analíticas e microbiológicas, dentre as principais HPLC, CG e MS.

Como fator diferencial, uma formação multidisciplinar com habilidade para investigação e desenvolvimento de metodologia para resolução de problemas.

Além disso, bons conhecimento em Boa Prática Laboratorial adquiridos em cursos de biossegurança e Boas Práticas de Controle.

Na expectativa de participar do processo seletivo.