Raquel Maria Simão Gurge en Químico Farmacéutico Biólogo, Recrutamento, Farmacêuticos Pesquisador 25/9/2017 · 2 min de lectura · +100

Propondo uma solução biotecnológica para a resistência à antibióticos.

Propondo uma solução biotecnológica para a resistência à antibióticos.A humanidade sofreu com infecções por microrganismos durante milhares de anos, porém, felizmente o emprego de diferentes classes de produtos naturais utilizados como terapêuticos amenizou drasticamente este sofrimento. Pensando nisso, antes de decidir migrar da área acadêmica para industria, escrevi um projeto de pós-doc, e nele propusemos a melhoria de antibióticos naturais utilizando biotecnologia. Infelizmente, não posso dar muitos detalhes do projeto em si, afinal ele é meu plano B, entretanto, posso dar uma ideia geral do que são os antibióticos naturais e de como eles são usados e de possíveis modificações biotecnológicas.

Como eu disse no inicio, as diversas classes de produtos naturais são responsáveis pela diminuição de sofrimento e morte de milhões de pessoas. Entretanto, a investigação de produtos naturais, como uma fonte de moléculas com fins terapêuticos, somente atingiu seu pico, pela indústria farmacêutica, nos períodos de 1970-1980, a chamada era de ouro dos produtos naturais (Shen, 2015).

Entre 1981 e 2002, das 877 pequenas moléculas, classificadas como novas entidades químicas introduzidas, aproximadamente 49% eram produtos naturais, produtos naturais semi-sintéticos, ou compostos sintéticos baseado em produtos naturais (Koehn & Carter, 2005). Os produtos naturais e seus produtos relacionados representam mais de 60% das novas drogas aprovadas ou pré-aprovadas para o tratamento de doenças (Williams, Zhang, & Thorson, 2007). As contribuições dos produtos naturais vão desde a aplicação de simples pomadas contendo moléculas para tratamento de infecções de pele até o aumento da sobrevida de pessoas no transplante de órgãos e tratamento de câncer.

A grande diversidade de moléculas é o resultado de milhões de anos de evolução o que permitiu a Natureza de expandir e otimizar gigantescamente suas capacidades biossintéticas. Os compostos naturais são geralmente derivados do metabolismo secundário de microrganismos e plantas e evoluíram, assim como as outras moléculas, em respostas as pressões seletivas e aos desafios do ambiente natural. Sendo assim, a síntese combinatorial executada pela natureza é muito mais sofisticada do que é realizada em laboratório, levando a estruturas exóticas ricas em estereoquímica e ané