Reginaldo Afonso Bobato en Profissionais Administrativos, Comunicação e Jornalismo, Jornalistas Escritor político-filosófico-poético • Eu mesmo no Face book 16/10/2016 · 1 min de lectura · +800

Amigo de quem?

Amigo de quem?

Amigo da quem?

A essência de conversas leva a cabo o profundo, o que realmente se espera, entre dilemas, proposições lúdicas, o poeta e o filosofo têm que entrar, olhe ao largo, sinta a existência de amigos de verdade, mesmo na tenra idade sinta esta condição, e o que se discute é complexo, fique perplexo ao saber o que é aparentemente fácil e te levaria a a ignomínia só porque você quer romper padrões, pois é preciso preparação das ciências humanas antes de tudo e de todos, e onde encontrá-la?

Mesmo que as circunstâncias te pareçam lisonjeiras e haver fé nos acontecimentos, é preciso a dúvida para questionamento, a certeza pode ser o erro, o que te parece verdade é um antro de mentiras, nunca é demais questionar e nos posicionar ambíguos para levantar opiniões cercadas de francas veracidades que se parecem com a honra, o brio, a hombridade, a firmeza de caráter, e não simplesmente aceitar os contextos em razão de induções fúteis que farão você ficar com vergonha de tua história pessoal em longos anos que te levariam ocultá-la, simplesmente ficar a margem do acontecimentos, sem conhecer a história pessoa de absolutamente ninguém, obrigando a mentira até para si mesmo, simplesmente porque você não pode ou não quis se resguardar por causa do machismo ou feminismo ou outras correntes doentias. Autor Reginaldo Afonso Bobato