Reginaldo Afonso Bobato en Comunicação e Jornalismo, beBee em Português, Jornalistas Escritor político-filosófico-poético • Eu mesmo no Face book Hace 7 d · 2 min de lectura · +200

Campo aberto para estudos

Campo aberto para estudos

A espera de acontecimentos funestos você não pode ficar, leia antes de tudo, e haja com profilaxia, com prudência, com cautela, com parcimônia, com inteligência, e se preciso for não haja, e questione a si mesmo.

Criteriosamente, buscamos a ciência, buscamos instintivamente ciência, mesmo em meio a erros, e ao observar o espectro analítico dos fatos, cedemos à ciência como verdade acima de tudo, e veja os erros que a história cometeu ao matar mentirosos, e partindo desta premissa, não houve veracidade nestes atos, porque a verdade deve buscar a cura, posto que a morte homicida seja uma doença social, que não seja em legítima defesa, e pode até ser que as mortes do passado foram causadas em defesa de dogmas e valores, mas nem o Rei mais poderoso de todos poderia dizer que eram legítimos, ou seja, legítima defesa.

Observa-se que a verdade deva ser um misto de revelações ocultas, enfaticamente científicas e de notório saber, e serve para inutilizar as mentiras, não como pretextos, mas como causa e mérito de observações profundas, e discorre assim a defesa da ciência que não mata ao léu, mas previne, remedia e busca a cura psicossocial em primeira mão.

Tenha como visão o que existe no seio social...

Machismo, feminismo, egoísmo, egocentrismo, patronato, ética, moral, honra, brio, hombridade, civismo, patriotismo, higiene, paternalismo, sincretismo, religião, protestantismo, sindicalismo.

Daí então entra a psicologia para que você possa relatar o que aconteceu em tua vida, e o que pode aparentar prazer na verdade é trauma psicológico; honra pode ser vergonha; brio pode ser ofuscação, o que pode envolver alguns aspectos por ora citados, e entra a filosofia como um campo aberto para estudos preliminares, para que não ocorram fatos drásticos por falta de visão que se concebe pela leitura dos contextos ou simplesmente pela leitura científica que se antecede aos fatos, como por exemplo não se prostituir, não cometer atos luxuriosos, não fazer sexo anal, sexo oral, não cometer adultério, não usar drogas ilícitas, não se embriagar, e tudo isso você conseguirá com êxito com autoassessoria que se parece com a solidão ou com a discriminação, haja visto, principalmente quando se é mancebo, há fortes induções ao coito vaginal e até anal, e taxações medíocres, principalmente se do sexo masculino se não cometer o coito, é a chamado assim de homossexual, covarde e fraco, uma vez que os desejos devem vir do fundo d’alma, sem complexos de culpa ou arrependimentos, dentro de uma casamento institucionalizado para se evitar e impedir muitos transtornos psicossociais. Autor Reginaldo Afonso Bobato


Campo aberto para estudos

Campo aberto para estudos

A espera de acontecimentos funestos você não pode ficar, leia antes de tudo, e haja com profilaxia, com prudência, com cautela, com parcimônia, com inteligência, e se preciso for não haja, e questione a si mesmo.

Criteriosamente, buscamos a ciência, buscamos instintivamente ciência, mesmo em meio a erros, e ao observar o espectro analítico dos fatos, cedemos à ciência como verdade acima de tudo, e veja os erros que a história cometeu ao matar mentirosos, e partindo desta premissa, não houve veracidade nestes atos, porque a verdade deve buscar a cura, posto que a morte homicida seja uma doença social, que não seja em legítima defesa, e pode até ser que as mortes do passado foram causadas em defesa de dogmas e valores, mas nem o Rei mais poderoso de todos poderia dizer que eram legítimos, ou seja, legítima defesa.

Observa-se que a verdade deva ser um misto de revelações ocultas, enfaticamente científicas e de notório saber, e serve para inutilizar as mentiras, não como pretextos, mas como causa e mérito de observações profundas, e discorre assim a defesa da ciência que não mata ao léu, mas previne, remedia e busca a cura psicossocial em primeira mão.

Tenha como visão o que existe no seio social...

Machismo, feminismo, egoísmo, egocentrismo, patronato, ética, moral, honra, brio, hombridade, civismo, patriotismo, higiene, paternalismo, sincretismo, religião, protestantismo, sindicalismo.

Daí então entra a psicologia para que você possa relatar o que aconteceu em tua vida, e o que pode aparentar prazer na verdade é trauma psicológico; honra pode ser vergonha; brio pode ser ofuscação, o que pode envolver alguns aspectos por ora citados, e entra a filosofia como um campo aberto para estudos preliminares, para que não ocorram fatos drásticos por falta de visão que se concebe pela leitura dos contextos ou simplesmente pela leitura científica que se antecede aos fatos, como por exemplo não se prostituir, não cometer atos luxuriosos, não fazer sexo anal, sexo oral, não cometer adultério, não usar drogas ilícitas, não se embriagar, e tudo isso você conseguirá com êxito com autoassessoria que se parece com a solidão ou com a discriminação, haja visto, principalmente quando se é mancebo, há fortes induções ao coito vaginal e até anal, e taxações medíocres, principalmente se do sexo masculino se não cometer o coito, é a chamado assim de homossexual, covarde e fraco, uma vez que os desejos devem vir do fundo d’alma, sem complexos de culpa ou arrependimentos, dentro de uma casamento institucionalizado para se evitar e impedir muitos transtornos psicossociais. Autor Reginaldo Afonso Bobato