Reginaldo Afonso Bobato en Poesia, Redatores, Escritores Escritor político-filosófico-poético • Eu mesmo no Face book 4/3/2018 · 1 min de lectura · +100

Chamas

Chamas

Sentir o calor das brasas

Chamas, doces verdades.

Não é a miragem do deserto

Nem da madruga

É a miragem dos pampas. Autor Reginaldo Afonso Bobato


Chamas 

Sentir o calor das brasas

Chamas, doces verdades.

Não é a miragem do deserto

Nem da madruga

É a miragem dos pampas. Autor Reginaldo Afonso Bobato



Chamas 

Sentir o calor das brasas

Chamas, doces verdades.

Não é a miragem do deserto

Nem da madruga

É a miragem dos pampas. Autor Reginaldo Afonso Bobato


Chamas 

Sentir o calor das brasas

Chamas, doces verdades.

Não é a miragem do deserto

Nem da madruga

É a miragem dos pampas.



Chamas 

Sentir o calor das brasas

Chamas, doces verdades.

Não é a miragem do deserto

Nem da madruga

É a miragem dos pampas. Autor Reginaldo Afonso Bobato


Chamas

Chamas

Chamas 

Sentir o calor das brasas

Chamas, doces verdades.

Não é a miragem do deserto

Nem da madruga

É a miragem dos pampas. Autor Reginaldo Afonso Bobato





Sentir o calor das brasas

Chamas, doces verdades.

Não é a miragem do deserto

Nem da madruga

É a miragem dos pampas. Autor Reginaldo Afonso Bobato



Chamas



Sentir o calor das brasas

Chamas, doces verdades.

Não é a miragem do deserto

Nem da madruga

É a miragem dos pampas.

 Autor Reginaldo Afonso Bobato


Chamas 

Sentir o calor das brasas

Chamas, doces verdades.

Não é a miragem do deserto

Nem da madruga

É a miragem dos pampas. Autor Reginaldo Afonso Bobato