Reginaldo Afonso Bobato en Artistas, Músicos e Atores, Comunicação e Jornalismo, beBee em Português Escritor político-filosófico-poético • Eu mesmo no Face book 27/11/2016 · 1 min de lectura · 1,2K

Combate e com, é Dom.

Combate e com, é Dom.

Combate e com, é Dom.

Ofertam-te drogas ilícitas educadamente, alguns até usam de argumentos convincentes, e alegam que são fortes, que usaram, mas pararam, que relaxa, acalma, tranquiliza e que é uma viagem, e o primeiro passo para que estas ofertas venham a tona é pela sexologia, se você comete o coito, se envolve com a luxúria, com a prostituição, se embriaga, lança olhares lascivos e libidinosos a mulheres e donzelas, é impudico e perverso, tenta se mostrar astuto e pecaminoso, viram que com estes desfechos você foi acessível e que será, e se cometeu um dolo, cometerá mais, e drogas ilícitas causam dependência psicológica e física, e não pense que para largar o vício é fácil, somente com uma benzida, serão longos e longos anos de sessões de psicoanálise, para descobrir e que tudo remonta da tenra infância, senão ter que tomar remédios psicotrópicos, teus inimigos íntimos provarão que tinham razão e que você não passava de um medíocre e um vil, e que eles não esperavam nada de você, a não ser destinos trágicos e fatídicos, e mesmo que escondam, ficarão alegres com a tua derrocada psicossocial em risos de escárnio e zombaria.

E mesmo que digam que existe aceitação social para a famigerada maconha, ela não existe, de fato, e discriminado socialmente correrá o risco de cair na rua da mendicância e da indigência, e qualquer droga ilícita, inclusive a maconha, são alucinógenas.

Se te ofertarem drogas ilícitas, vá a um posto policial e relate o fato educadamente e em sigilo, o mais medíocre policial vai querer saber de onde veio um único cigarro de maconha. Autor Reginaldo Afonso Bobato