Reginaldo Afonso Bobato in filosofia, Desenvolvimento Humano, Escritores Escritor político-filosófico-poético • Sou eu mesmo indenp.de qualquer influência ou instituição., sou autor de 96 livros. Nov 5, 2020 · 2 min read · ~100

Desabafo de um soldado

Desabafo de um soldado

Outro lado do Brasil que o mundo não conhece é se um militar não morrer pela pátria corre o risco de passar por ladrão.

Para amenizar o texto acima, suar a camisa, ter um treinamento tenaz como se estivéssemos em guerra, e é no combate que é preciso lutar mais ainda.

(Fazer algo por amor não somente por dinheiro, foi esta frase que eu escutei hoje - Esta é uma frase de sabedoria, mas é preciso muito equilíbrio para usá-la, para a maioria das pessoa).

(Eu escrevo desde os meus trinta anos de idade, publiquei na internet vários livros de minha própria e legítima autoria, e para não dizer que eu não ganhei nada, eu ganhei até agora 8 dólares e onze centavos) e ainda me tratam como se eu fosse o mesmo idiota do passado remoto, época em que eu era autista resolutivo, quando eu andava com a cabeça cabisbaixa e não olhava nos olhos de ninguém, por medo, vergonha e desconhecimento de causa, quem me conhecia tinha absoluta certeza que eu não passava de um estúpido, o próprio Cabo Oseías me disse na minha cara quando eu lhe indaguei para que servia o papel de carbono, ele me respondeu, qualquer um aqui é mais inteligente do que você, ele disse como represália a minha promoção para cabo, que ele via evidentemente com reservas.

A função de cabo era temporária e eu o substituiria aparentemente, mas eu continuara mais idiota ainda, pois tive traumas profundos com esta promoção, e sorte minha que eu não dei um tiro de pistola na minha cabeça, e nem mesmo pensei que eu iria morrer um dia, e quando eu pensava assim eu era muito, muito inteligente, e é esta força e vontade de viver que eu carrego comigo e quero expandir para você continuar a viver apesar das discrepâncias e dificuldades.

O mundo de quem é alto pode não durar muito tempo diante das provações, autismo, mas nada acaba para sempre, devemos corrigir o meio com sabedoria, mais do que com disciplina, e não agirmos como seres robotizados sem consciência de nossos atos, mas fieis cumpridores de boas ordens, para fazermos jus ao positivismo dos republicanos.

Autor Reginaldo Afonso Bobarto

Desabafo de um soldado

Desabafo de um soldado

Outro lado do Brasil que o mundo não conhece é se um militar não morrer pela pátria corre o risco de passar por ladrão.

Para amenizar o texto acima, suar a camisa, ter um treinamento tenaz como se estivéssemos em guerra, e é no combate que é preciso lutar mais ainda.

(Fazer algo por amor não somente por dinheiro, foi esta frase que eu escutei hoje - Esta é uma frase de sabedoria, mas é preciso muito equilíbrio para usá-la, para a maioria das pessoa).

(Eu escrevo desde os meus trinta anos de idade, publiquei na internet vários livros de minha própria e legítima autoria, e para não dizer que eu não ganhei nada, eu ganhei até agora 8 dólares e onze centavos) e ainda me tratam como se eu fosse o mesmo idiota do passado remoto, época em que eu era autista resolutivo, quando eu andava com a cabeça cabisbaixa e não olhava nos olhos de ninguém, por medo, vergonha e desconhecimento de causa, quem me conhecia tinha absoluta certeza que eu não passava de um estúpido, o próprio Cabo Oseías me disse na minha cara quando eu lhe indaguei para que servia o papel de carbono, ele me respondeu, qualquer um aqui é mais inteligente do que você, ele disse como represália a minha promoção para cabo, que ele via evidentemente com reservas.

A função de cabo era temporária e eu o substituiria aparentemente, mas eu continuara mais idiota ainda, pois tive traumas profundos com esta promoção, e sorte minha que eu não dei um tiro de pistola na minha cabeça, e nem mesmo pensei que eu iria morrer um dia, e quando eu pensava assim eu era muito, muito inteligente, e é esta força e vontade de viver que eu carrego comigo e quero expandir para você continuar a viver apesar das discrepâncias e dificuldades.

O mundo de quem é alto pode não durar muito tempo diante das provações, autismo, mas nada acaba para sempre, devemos corrigir o meio com sabedoria, mais do que com disciplina, e não agirmos como seres robotizados sem consciência de nossos atos, mas fieis cumpridores de boas ordens, para fazermos jus ao positivismo dos republicanos.

Autor Reginaldo Afonso Bobarto