Reginaldo Afonso Bobato en Poesia, Redatores, Escritores Escritor político-filosófico-poético • Eu mesmo no Face book 4/12/2017 · 1 min de lectura · ~100

Épico

Épico

Romeu, esmola pediu, sem lar continuou, vespa inofensiva, uniu-se as abelhas, mel produziu, destreza em suas asas fez o que sempre soube fazer, voar(o vô ara) raciocínio matemático, idealizou favos de concreto numa nação em que todos sonhavam com um mundo todo florido, onde o mais importante já não faltava, o néctar do amor. Autor Reginaldo Afonso Bobato

Épico

Romeu, esmola pediu, sem lar continuou, vespa inofensiva, uniu-se as abelhas, mel produziu, destreza em suas asas fez o que sempre soube fazer, voar(o vô ara) raciocínio matemático, idealizou favos de concreto numa nação em que todos sonhavam com um mundo todo florido, onde o mais importante já não faltava, o néctar do amor. Autor Reginaldo Afonso Bobato

Épico

Épico

Épico

Romeu, esmola pediu, sem lar continuou, vespa inofensiva, uniu-se as abelhas, mel produziu, destreza em suas asas fez o que sempre soube fazer, voar(o vô ara) raciocínio matemático, idealizou favos de concreto numa nação em que todos sonhavam com um mundo todo florido, onde o mais importante já não faltava, o néctar do amor. Autor Reginaldo Afonso Bobato




Romeu, esmola pediu, sem lar continuou, vespa inofensiva, uniu-se as abelhas, mel produziu, destreza em suas asas fez o que sempre soube fazer, voar(o vô ara) raciocínio matemático, idealizou favos de concreto numa nação em que todos sonhavam com um mundo todo florido, onde o mais importante já não faltava, o néctar do amor. Autor Reginaldo Afonso Bobato