Reginaldo Afonso Bobato en Artistas, Músicos e Atores, Profissionais Administrativos, Escritores Escritor político-filosófico-poético • Eu mesmo no Face book 12/11/2016 · 1 min de lectura · +400

Quando um sábio chorar

Quando um sábio chorar

Quando um sábio chorar

Nos puteiros dos políticos herdeiros, beócios a procura de entreveros, que após o gozo de alguns momentos o vazio de tormentos de arrependimentos pelo perjúrio e o constrangimento imediato, próximo ou futuro, ocultação da história e a mentira da verdade e a verdade das mentiras.

Sábio é quem sabe almejar, sem o direito para te condenar, vizinhos para te amaldiçoar, falsos amigos para te maltratar. Inimigos íntimos para te enraivar, muitos para te injuriar, próximos para te caluniar e até Deus para não te perdoar. Autor Reginaldo Afonso Bobato