Rodrigo Santos en Recursos Humanos, Psicologia, Recrutamento Business Partner • AMC Têxtil 3/7/2016 · 1 min de lectura · +600

Autoconhecimento é tudo!

Você já se perguntou o porquê de inúmeras empresas em seus processos seletivos manifestam interesse em seu perfil pessoal, perguntando-lhes suas principais qualidades e defeitos, seja através de testes escritos ou perguntas no momento da entrevista? Não? Pois é.

Engana-se quem acha que esse tipo de técnica é uma prática comum e adaptada só para seleção. Do contrario, ela revela muito do candidato que se apresenta para o selecionador. Ao longo desses seis anos conduzindo processos de contratação de pessoal em empresas de serviços, sempre tive como ferramenta para obter informações dos candidatos com o objetivo de saber o quanto ele conhece sobre si mesmo e digo que boa parte das pessoas não conseguem se sair bem quando o assunto é “falar sobre si”.

É bem da verdade que a rotina que vivemos nas grandes metrópoles pouco tempo nos resta para refletir sobre o dia, competências, pontos que necessitamos melhorar e objetivos de vida e carreira. Infelizmente as pessoas quando indagas sobre suas qualidades e defeitos, sempre nos apresentam características muito “superficiais” e pouco relacionadas à sua atuação profissional. É muito comum ouvirmos que “sou perfeccionista”, “sou ansioso”, “sou tímido”, mas quando pedimos exemplos de aparição dessas características ao longo de sua carreira, vemos uma grande dificuldade das pessoas em verbalizar situações que puderam evidenciar isto.

É claro que em um processo seletivo, todos estão sujeitos ao nervosismo, pois sabem primeiramente que estão sendo avaliados e reconhecem a necessidade de retomar as atividades profissionais, principalmente nos dias de hoje. Mas ainda se preparar para uma entrevista e se autoconhecer são ferramentas fundamentais para quem quer crescer e desenvolver sua carreira.

Portanto procure tirar um tempo para se avaliar, buscar compreender quais são suas qualidades, valores, seus pontos a melhorar e atrelá-los a sua atuação profissional, fazendo isso você irá identificar as principais competências que você possui e em quais lugares você deverá investir para se desenvolver.

"A melhor maneira de alcançar o autoconhecimento não é pela contemplação, mas pela ação." Johann Goethe

Então mãos na massa, para a busca do autoconhecimento.

Sucesso!

Autoconhecimento é tudo!


Dayane Nunes Moreira 6/4/2017 · #8

Preciso muito de arrumar emprego sou promotora de venda e repositora,tenho curso de auxiliar de logística no senai.
Estou a procura de oportunidade.

0
Rodrigo Santos 3/7/2016 · #6

#2 Muito obrigado Tifany por sua opinião, fico muito feliz por saber que contribui em algo de forma simples. Sucesso!

+1 +1
Rodrigo Santos 3/7/2016 · #5

#4 Olá Franciane fico muito feliz por receber seu feedback e saber que contribui de forma simples através deste artigo. Desejo todo sucesso a você. Abs.

0

Ahh, ótimo artigo e parabéns pela forma como expôs o assunto!!

+1 +1

Muitas pessoas tem receio de dizer os pontos fracos por acharem que serão maiores as chances de serem eliminados, por isso acabam dizendo os pontos fracos "universais": ansiedade, timidez e nervosismo. Já em se tratatando de autoconhecimento...não é tão fácil a gente se autoconhecer, até porque, é dificil admitirmos nossos defeitos.

0
Tifany Rodio 3/7/2016 · #2

Trabalhar o autoconhecimento é fundamental para reconhecermos nossos pontos fortes e fracos e sabermos nos destacar nas áreas onde temos maior potencial. Ótimo post :)

+1 +1
Paulo Castro 3/7/2016 · #1

O Mundo ainda não aproveitou os Conhecimentos e Estatisticas Milenares para auxiliar as pessoas em sua vida profissional! Veja nossa proposta em www.facebook.com/talentonaturalconsultoria . Estamos à disposição para esclarecer dúvidas pelo skype paulo.tharso

0